Diniz lamenta primeiro tempo do SP e diz que momento é de “blindar” elenco

Fernando Diniz lamentou o primeiro tempo de jogo do São Paulo contra o Santos, no último domingo, e as chances desperdiçadas após o Tricolor sofrer o gol da derrota por 1 a 0. O jogo no Morumbi foi válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

– Jogo hoje era difícil, Santos veio especulando por uma bola, jogou totalmente atrás, e isso favorece quem está defendendo, com jogadores descansados e atrás. Fizemos um primeiro tempo com menos intensidade, mais moroso. No segundo tempo melhoramos a intensidade do jogo, mas tomamos gol com um minuto. Time foi mais agressivo e conseguiu criar oportunidades, mas não converteu. Hoje jogamos bem melhor do que jogamos contra o Grêmio aqui. Precisamos melhorar e voltar a vencer – afirmou o treinador.

O São Paulo sofreu pela primeira vez no Brasileirão duas derrotas consecutivas. Os resultados fazem aumentar a pressão da equipe por bons resultados imediatos, com a possibilidade da aproximação de rivais na tabela.

De acordo com Fernando Diniz, é momento de blindar o elenco das críticas que vão começar a surgir. Antes sensação do Brasileirão, o São Paulo mostrou fragilidades nos dois últimos jogos.

– É trabalhar voltado para dentro do que fazemos. A gente sempre tenta blindar. Quando vem os elogios, a gente tinha que também saber blindar, e talvez a gente não tenha blindado tão bem assim. Tem um filtro de absorver o que vem de fora e trabalhar internamente. É com trabalho, dedicação e empenho é que vamos voltar a vencer para ir atrás da conquista que o torcedor tanto deseja – disse.

A parte anímica é outro quesito que Diniz tem trabalhado nesse momento. Após a eliminação para o Grêmio, na semifinal da Copa do Brasil, o técnico concorda que o elenco de certa forma sentiu o baque.

– Sair da semifinal da Copa do Brasil foi de fato um episódio negativo na história que estamos construindo, todo mundo sente. A gente está aprendendo. São dois jogos só, o jogo de hoje não tem nada a ver com quarta-feira. Lá foi à parte, diferente das partidas que fizemos desde quando cheguei – analisou.

Para retomar o caminho das vitórias, o São Paulo terá uma semana de treinos até o confronto contra o Athletico-PR, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), na Arena da Baixada.

 

 

3 comentários em “Diniz lamenta primeiro tempo do SP e diz que momento é de “blindar” elenco

  1. Como assim lamenta 1o tempo, tem que lamentar jogo todo, mais uma vez time irreconhecível de novo, projeto perder a liderança em mais 2 rodadas, time sem brio, sem vontade, parece que estão boicotando o treineiro, pior que não tem muito o que fazer a 10 rodadas do fim, demitir essa porcaria para por quem, infelizmente teremos que aguentar até acabar o Brasileiro, e se Casares e Cia pretende mante-lo para disputar libertadores e outros torneios mata mata podem esquecer.

  2. Blindar ? Tem é que pegar esses vagabundos pela orelha, eh só vexames, a torcida do SPFC não aguenta mais tanta humilhação, bando de IMPRESTÁVEIS que recebem muito pra EMPORCALHAR o nome e a história do clube.
    Tirando o Luciano o Bruno Alves e o Arboleda, o resto não presta nem pra limpar as chuteiras do Muricy.

    Vc ARREMEDO de TRENEIRO, eh um PATETA DO FUTEBOL, por onde passa só faz os times passar vexames, somwnte um incompetente como o sr. Raí pea trazer vc e ainda o manter por tanto tempo.

    V.A.G.A.B.U.N.D.O.S!!!

  3. Até eu que não sou tecnico, dei o bizu para o dinis no site ieterativo do SPFC !!!!!!!!
    Disse que o Cuca iri fazer marcação alta( na defesa do S.PFC – par a tirar uma bola e tentar o gol !!!
    Dito e feito. Marcou na saida de bola do tnosso time e tomando a bola, conseguiram marcar gol !!!

    Dinis s´começou a escalar o Luan e volat o Arboleda e o parceiro porque a torcida pediu insistentemente no site
    do Clube !!! No fundo ele não tem merito nenhum como esquema tatico !!!!
    OU SEJA; NÃO ENTENDE NADA DE TATICA FUTEBOLISTA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    HOJE dependemos 90% do Luciano como o Santos dependia 95% do Pelé

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.