Brasileirão vira “segurança” de Fernando Diniz no São Paulo

Depois de 15 dias, o São Paulo volta a disputar uma partida de Campeonato Brasileiro, torneio que se tornou o esteio do técnico Fernando Diniz numa temporada cheia de solavancos no comando do time.

Neste domingo, o time viaja ao Rio de Janeiro para encarar o Flamengo, às 16h, no Maracanã, pela 19ª rodada do nacional. O jogo terá transmissão da Globo para todo o Brasil, com exceção do PR e PE.

O time teve jogos remarcados por causa das disputas da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana. Na última vez em que jogou pelo Brasileiro, empatou sem gols com o Grêmio.

Mesmo assim, e com três jogos a menos do que os líderes, o São Paulo se manteve no alto da tabela. É o quinto colocado, com 27 pontos, e 60% de aproveitamento.

O Brasileiro é uma bolha de bons resultados do São Paulo numa temporada de decepções.

A equipe de Fernando Diniz fez boa campanha na primeira fase do Paulista, mas caiu nas quartas, eliminada pelo Mirassol. Na Libertadores, não conseguiu avançar para o mata-mata. O time segue vivo na Copa do Brasil (passou às quartas após dois empates e vitória nos pênaltis sobre Fortaleza) e na Sul-Americana (estreou com derrota para o Lanús na última quarta-feira).

As eliminações no Paulista e na Libertadores pesaram e quase levaram à demissão de Fernando Diniz. Nas duas oportunidades, porém, o time reagiu no Brasileiro e segurou o técnico no banco.

Logo após a derrota para o Mirassol, o treinador teve um início irregular no Brasileiro, mudou o time e engatou uma sequência que colocou o São Paulo na terceira posição. A calmaria durou até a derrota para o River Plate, quando foram enterradas as chances do tetra continental.

Foi o momento de maior pressão sobre Diniz, que mais uma vez promoveu mudanças na equipe e colheu vitórias no Brasileiro.

O São Paulo é o time que menos perdeu no torneio até agora, com apenas duas derrotas. Numa hipótese em que tivesse jogado e vencido os três jogos que teve adiados (Goiás, Ceará e Botafogo), hoje teria 36 pontos, um a mais do que o Internacional, e seria líder.

Contra o Flamengo, a principal dúvida de Diniz é se ele poderá utilizar o lateral-direito Igor Vinícius, que se recupera de uma lesão na coxa. Como Juanfran, outro jogador da posição, também está vetado, o técnico tem utilizado Tchê Tchê improvisado.

Hernanes, curado de uma contusão muscular, deve ficar à disposição, mas provavelmente no banco de reservas.

O time provável para encarar o Flamengo tem Tiago Volpi; Tchê Tchê (Igor Vinícius), Diego Costa, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Vinícius; Luciano e Brenner.

 

Fonte: Globo Esporte

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.