Após 15 jogos, São Paulo volta a passar em branco na temporada

O São Paulo sentiu o gosto amargo de terminar um jogo sem marcar gols. Isso não acontecia desde o empate contra o Grêmio, por 0 a 0, no Morumbi, pela pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. De lá para cá, foram 15 jogos seguidos balançando as redes dos adversários, segundo o ‘SPFC Estatísticas’.

Brenner (11), Luciano (10), Pablo (3), Arboleda (2), Reinaldo (2), Gabriel Sara (2), Hernanes (2), Igor Gomes (2), Daniel Alves, Vitor Bueno, Diego Costa e Tchê Tchê, foram os autores dos gols nessas partidas, até a derrota para o Corinthians. Nesse período de quase dois meses, o Tricolor teve onze vitórias, três empates e apenas uma derrota. Com a derrota por 1 a 0 no Majestoso, essa sequência artilheira foi quebrada.

Porém, não foi somente essa sequência que foi interrompida com o revés no clássico. A equipe perdeu os 11 jogos de invencibilidade na temporada, 17 jogos sem perder no Brasileirão e 21 jogos em competições nacionais, números impressionantes, que corroboram com o bom desempenho do São Paulo. Em entrevista coletiva, Fernando Diniz comentou sobre a invencibilidade quebrada.

– O ideal é que a gente não derrape durante o campeonato, mas todas as equipes uma hora ou outra têm um resultado negativo. Temos que procurar melhorar para que isso não aconteça, estamos fazendo uma campanha muito boa, ficamos muitos jogos sem perder. Temos que voltar a maneira que temos para ganhar jogos, aproveitar melhor nossas chances. Hoje tivemos um decréscimo importante em relação ao que vínhamos produzindo nos outros jogos e precisamos retomar – afirmou.

Para tentar voltar a balançar as redes, o São Paulo encara o Atlético-MG, vice-líder do Campeonato Brasileiro, a quatro pontos do Tricolor. Os dois se enfrentam na próxima quarta-feira (16), às 21h30, no Morumbi.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.