Casares deve buscar novo diretor de futebol no São Paulo

O presidente eleito Julio Casares deverá contratar um novo diretor executivo de futebol do mercado para sua gestão no São Paulo. Rodrigo Caetano (Internacional) e outros profissionais foram analisados nos últimos meses, mas não há uma definição até o momento.

No entanto, a primeira grande decisão pela frente no governo de transição de Casares, iniciado nesta segunda-feira (14), é o futuro de Raí.

O ídolo admitiu ao “Blog do PVC” o desejo de terminar a temporada como executivo de futebol até fevereiro. Essa permanência ou não após a virada do ano dependerá de uma conversa entre Raí e Julio Casares, possivelmente nesta semana.

Embora o tema divida opiniões nos bastidores, existe a possibilidade de Raí concluir a temporada, desde que haja um consenso. Por outro lado, a continuidade do gerente Alexandre Pássaro em 2021 é praticamente descartada.

– Não faremos movimentos bruscos, que atrapalhem o elenco. Longe disso, mas faremos ajustes. Eu preciso realizar o que o sócio e o conselheiro aprovou, que é um plano de gestão que passa por reestruturação na Barra Funda – disse Julio Casares, em entrevista ao programa “Mesa Redonda”, da TV Gazeta, no último domingo.

Apesar de planejar essas mudanças, o presidente eleito tem agido nos bastidores para tentar minimizar o impacto delas no dia a dia do futebol do São Paulo, em meio à disputa dos títulos do Brasileirão (líder) e da Copa do Brasil (semifinalista).

Essa reestruturação citada por Casares passa por mudanças que começaram, por exemplo, com a contratação de Muricy Ramalho. Ele será o coordenador de futebol.

A ideia é que o ídolo e ex-treinador atue no dia a dia vestiário, dê respaldo a Fernando Diniz e seja uma espécie de ponte para garotos promovidos das categorias de base, em Cotia, ao profissional.

Em Cotia, a gestão de Casares também deverá ter um novo executivo do mercado para atuar possivelmente junto com o coordenador das categorias de base Pedro Smania.

– Nossa base, que é muito boa, o orgulho do São Paulo, também será profissionalizada, com um diretor do mercado, tal qual o futebol, que terá um diretor executivo do mercado e um coordenador de futebol (Muricy) – disse Casares, em seu discurso de posse no último sábado.

 

4 comentários em “Casares deve buscar novo diretor de futebol no São Paulo

  1. Contanto que o Ongueiro tenha apenas contato com jogadores e não participe de nenhuma negociação e ajustes futuros, tudo bem. Mas se for diferente disso pode dar o fora!!!

    • Caro Danilo, também tenho muitas restrições aos trabalho do Rai. Infelizmente um ótimo chefe nem sempre é um bom gerente. Respeito sua opinião, no entanto administrar uma ONG “Séria” entendo que não deve ser considerado pejorativamente em relação ao desempenho da pessoa em outra função. Temos ONGs como: AACD; Abrinc; MSF; Fundação Bradesco; SOS Mata Atlântica; Gol de Letra; AMA; etc… administradas com excelência, que atuam em áreas de competência do governo, mas a este não interessam por não dar votos, simples assim. Abraço tricolor.

      • Se você soubesse para que serve e como se serve as ONGs…

        Quero o mínimo de governo, o mínimo de estado, pelo estado se meter em tudo que temos uma droga de país engessado!

        • Em tempo amigo Fernandes, essa maldita MSF promove e faz abortos pelo mundo… talvez você não saiba disso e claro não deve concordar com o mutilamento de um ser indefeso e um humano que merece ter o direito a vida dada por Deus!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.