Nova vitória no Maracanã confirma que podemos chegar a algum lugar

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, o São Paulo voltou a vencer o Flamengo no Maracanã. Já está virando rotina. Cadernetinha com direito a CPF. E agora sem crises, com técnico novo e time completo.

Assim como no jogo contra o Goiás, não fizemos uma grande partida. Aliás, sofremos muito com as saídas de bola no sistema defensivo. Diego Costa muito mal mais uma vez; Daniel Alves, Luciano, Bruno Alves, Igor Gomes errando na frente da área.

Demos muitas chances ao Flamengo para nos dar uma grande goleada. Thiago Volpi, em grande noite, impediu que isso acontecesse. Isso já no primeiro tempo, onde nossa atuação foi sofrível. O Flamengo finalizou oito vezes e nós não demos um único chute ao gol.

Fernando Diniz corrigiu algumas coisas no intervalo e o time voltou bem, ou ao menos ogando alguma coisa. Tanto que com dez minutos Gabriel Sara faz um lançamento primoroso e coloca Brenner cara a cara com o goleiro. E Brenner é matador, não perde oportunidades.

Mais uma vez não soubemos segurar o resultado. Afinal, dois minutos depois já havíamos sofrido o empate.

Porém o jogo ficou equilibrado, com chances surgindo dos dois lados. O segundo gol foi uma falha grotesca do goleiro do Flamengo. Mas vou olhar para o nosso lado. Quem tem Brenner não morre pagão. Ele é um verdadeiro centro-avante. Percebeu a possibilidade e faturou o segundo gol.

Estamos classificados para a semifinal? Claro que não. Fosse uma outra condição desse time eu poderia bancar. Mas nossos altos e baixos, nossa inconstância, não nos permitem pensar assim. Mas demos um grande passo rumo à semifinal da Copa do Brasil.

Mais do que isso, o time, algumas vezes, nos dá esperança de que pode chegar em algum lugar bem alto nestes dois torneios.

16 comentários em “Nova vitória no Maracanã confirma que podemos chegar a algum lugar

    • Nosso grande idolo, 131 gols, artilheiro, grande caráter, tem história,
      quem voce gostaria de colocar por lá. Não vai me dizer que é o dinizofrenico,
      esse não vai ganhar nada, com certeza, E desses jogadores aí, quem ganhou
      tanto como Ceni ou merece estar lá, quem kkk não fale bobagem, Ceni segui seu
      caminho, e nosso time segue o dele, o de vexames, sempre.

  1. “Diego Costa muito mal outra vez, Daniel Alves, Luciano…errando na frente da área”.
    O que o articulista precisa entender é que esses erros na frente da área têm obrigatoriedade exigida pelo treinador.
    Acontece que ninguém mais é bobo e todo mundo conhece a forma do S.Paulo do Diniz sair jogando.
    Então, quando do outro lado tem jogadores de qualidade, rápidos e que sabem marcar, essa saída de bola é, deveras, suicida. Pressionado, até o Pelé entregava. Pressionado e sem poder se desfazer da bola é passaporte para os erros que deixaram e deixam os atacantes adversários na cara do nosso gol. Ontem o Vitinho, muito mais rápido do que nossos defensores, deitou e rolou no quesito “roubo de bolas”. Caberia ao trenero enxergar isto e mudar a forma das saídas.
    Qto aos erros do Diego Costa, que, aliás, não os tenho visto tanto quanto o articulista, são em virtude da marcação alta e do pouco auxilio que tem a zaga nos contrataques adversários. Tenho visto, sim, o Bruno Alves “entregar” muito mais que o Diego. Isto o articulista parece não enxergar.
    Mas o jogo segue. . .

  2. Ontem foi meu dia de torcedor bandeira na sala camisa da sorte (10 do RAY ) desligue o computado , a noite foi uma festa maravilhosa .

    Hoje volta o Beto analista : o primeiro tempo ficou claro como o sol que brilha o perigo da velocidade do flamengo que o beto falou a muito tempo atrás , o flamengo ainda continua desorganizado espero que o ceni não organize ate quarta feira . obs: se a sorte continuar do nosso lado + um flamengo desorganizado termos grande chance de passar de fase na copa do brasil .

    Termos chance de ser campeão de alguma coisa esse ano ? R=sim do brasileirão ,por isso o jogo do fortaleza no sábado tem importância de 200% nada de time reserva ok TIME TITULA contra o fortaleza e vitória de qualquer jeito (jogando bem ou mal ) após o jogo do fortaleza farei uma analise melhor das chance do SPFC de ser campeão do brasileirão

    Por favor , nova diretoria só troquem o DINIZ pelo OSSORIO , qualquer outro treinador ( luxa Roger etc.) o DINIZ é melhor

    SPFC VOCE É MUITO GRANDE

  3. O SPFC de hj eh um time de um tempo soh, ou joga bem no primeiro e mal no segundo ou vice e versa.
    Quando damos a sorte de não tomar gols no tempo ruim, a vitória eh quase certa, mas isso eh baseado em sorte e não em competência.
    Continuo não acreditando que esse time com o Diniz vai longe, mas passar do Flamengo já poderá ser considerado um grande feito, pois eh o melhor elenco do país disparado.

  4. Diretoria & conselheiros, malditos & omissos.
    malditos & omissos por tudo que vem acontecendo.
    Ganhamos, sim, parabéns, o resultado está aí, imutável nem var, nem grobo, tira.
    Uma grandissima vantagem, foi conseguida, ainda temos mais noventa minutos de emoção,
    e aja emoção. kkk
    Agora, amigo, PP, não venha querem nos manipular, quem assistiu com decencia, sem regionalismo ou
    paixão incontralada, viu o que aconteceu. É clarissimo, os mesmos erros de sempre, Só que a porvora
    acendeu do lado contrario, dessa vez, apesar de como disse o time do dizinofrenico é o mesmo de sempre.
    Claro, estamos na luta, mas não com todo seu euforismo e paixão desmesurada de sempre, para depois reavaliar.
    O amor é imenso, até deu um deizão para ele. Quem merece 10 são Brenner, Luan, Volpi, Sara, esses sim,
    mas, o dizinofrenico é o mesmo desde que foi contratado.
    Dele com certeza só virão humilhações como do raí, idolo enquanto jogador.
    Quando ele acertar o sistema defensivo, os contra ataques e controlar os desfiles do dani,
    em campo, e todo seu histerismo, e as vitórias com mérito acontecerem,
    aí talvez o reconheça, mas acho que não terá tempo para tanto.
    Prefiro que vaze, assim como todos os malditos e mais raí.

    • Lorenzo, tb não gosto nada das saídas de bola inventadas pelo Diniz. Não as vejo responsáveis pelos muitos gols que o time tem feito. Vejo, sim, que o time marca mais alto; se movimenta o tempo todo e está muito focado nos resultados.
      Entretanto, tenho que discordar de vc quando escreve que as vitórias vieram sem mérito; afinal, são 10 jogos sem perder; acho que o melhor visitante; com mais que um gol por jogo (há quantos anos acostumamos a ver o tricolor não marcar mais que um gol por partida – 1 a 0, pra nós, era goleada. Tem mais, viramos três partidas seguidas quando nosso normal era tomarmos um gol e . . . adeus. Como esquecer a vitória doída mas heróica contra o Lanus, após estarmos duas vezes em desvantagem no placar e conseguir ir buscar a virada com os dois gols necessários para a classificação – o final é outra história e gostaríamos todos de não ter acontecido – ?
      Então, data venia, acho que o time tem vencido sim com totais méritos, apesar das saídas que mais atrapalham e desgasta do que ajuda o time.
      Um abraço!!!

  5. Foi erro do goleiro deles, mas o erro só aconteceu porque o time avançou para pressionar. Eram 40 minutos do segundo tempo, jogo empatado na casa do adversario. A cartilha do mata-mata manda segurar resultado nessas situações, mas o ataque avançou e pressionou.

    Na defesa, reparei que muitos dos erros de ontem foram por falta de disciplina tática no padrão de saída de bola do time. Sem discutir se é bom ou não, o padrão é de triangulações que privilegiam quem está de frente para o campo adversário. Nesse sistema, quem recebe a bola de costas para o campo adversário e sob marcação tem que tocar de lado para quem avança de frente ou recuar para quem tem mais espaço e melhor visão. Ontem, foram muitos passes verticais forçando o giro de quem recebe de costas, além de tentativas frustradas de conduzir a bola.

  6. se a troca de bola suicida continuar passaremos a ter 3 riscos, gol do adversário, covid e enfarte do miocárdio. Se Diniz corrigisse essa mania de troca de bola com risco, o primeiro a se beneficiar seria ele mesmo na continuidade de sua carreira de técnico.

  7. se a troca de bola suicida continuar passaremos a ter 3 riscos, gol do adversário, covid e enfarte do miocárdio. Se Diniz corrigisse essa mania de troca de bola com risco, o primeiro a se beneficiar seria ele mesmo na continuidade de sua carreira de técnico.

  8. Ontem mais uma vez sofremos com os erros na tática suicida de sair tocando bola. Atacantes são muito mais hábeis com bola nos pés do que defensores, vide Brenner x Hugo. O Flamengo roubou várias bolas, mas os graças ao Volpi e ao erro nas finalizações do Gabigol, não tomamos 3 a 4 gols ainda no primeiro tempo. Tivemos sorte. Juanfran continua muito lento, e não sei porque o Diniz insiste em colocar o atacante que não sabe fazer gols, Pablo. Lembrem que saímos da Libertadores graças aos 3 gols perdidos pelo Pablo no primeiro tempo na Bolívia.

  9. Eu sou muito crítico ao trabalho do Diniz, mas tenho que reconhecer que ele tem o mérito de conseguir resultados em jogos grandes e em clássicos, é um bom sinal.., mas prefiro ficar com os pés no chão com relação ao confronto..

  10. Quanto mais criticam, mais vejo o time tocando a bola,criando chances, e com bola no chão quase sempre, o que é o melhor caminho contra zagueiros e meio campistas de cintura dura. A ideia central de Diniz está correta, o que ocorre é que precisamos de reforços mais “cirúrgicos”…erramos nas contratações caras e não nos reforçamos na defesa. Ontem vi a impirensa que odiava Ceni passar a adora-lo só porque ele assinou com o time do coração da imprensa!Acho-o um técnico mediano e no Fortaleza, acho fácil se destacar (opinião minha).Não engulo os erros crassos de Ceni quando no tricolor, ao trazer Sidão, Neilton e outras negações. Se ele não continuar no principal,se faça uma proposta pra ele cuidar da base como um todo. O que o Eduardo disse no comentário está correto, mas com reforços bons, iremos longe.

    • Pois é, parecem já ter esquecido dos erros dele. Essas contratações foram ridículas.

      O time de hoje não recebeu reforço nenhum, o Luciano veio na troca porque o clube queria alívio na folha de pagamentos (é o que se noticiou na época). O ataque atual, exceto pelo Pablo, foi tirado do nada, é composto por reservas e lista de dispensa de 2019.

  11. Eduardo disse:
    12 de novembro de 2020 às 6:32
    A verdade é q Diniz tem de continuar ano q vem, independente dos resultados.
    Ele usa a base como sempre foi vontade da maioria da torcida, impedindo aquelas contratações exdrúxulas.
    A próxima direção deveria conversar olho a olho com ele deixando claro q estamos todos juntos, mas exigir mudanças na saída de bola.Trocar de técnico iria retornar ao ponto zero.
    Mesmo porque não vejo ninguém disponível melhor q ele

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.