Vitória obrigatória e que mostrou que o time sabe reagir

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, o São Paulo mostrou neste domingo que consegue virar um jogo quando sai perdendo. Depois de ter feito um primeiro tempo horroroso, em que a derrota parcial foi absolutamente merecida, o time fez um segundo tempo precioso e virou para 3 a 1.

Diniz manteve o time que perdeu para o Atlético-MG, só colocando Reinaldo e Vitor Bueno desde o início, no lugar de Pablo. Mas o futebol apresentado foi grotesco. O gol do Fluminense coroou esse horror, com uma falha digna dos piores jogadores da várzea, de Igor Vinicius.Coisa de amador,

Gabriel Sara, Reinaldo, Paulinho e Igor Vinicius vinham muito mal. Algumas substituições seriam obvias, como as entradas de Juanfran, Igor Gomes e Brenner. Só não entendi ter saído Hernanes, e não Gabriel Sara.

Mas as alterações deram certo. Brenner entrou decidindo tudo Em dez minutos já estávamos ganhando de 2 a 1, com um gol de Brenner e outro de Luciano, mas com jogada totalmente individual de Brenner.

O São Paulo ainda poderia ter ampliado, não fossem erros de Luciano, perdendo gols incríveis. E quando a pressão parecia ser muito forte no final do jogo do Fluminense, Vitor Bueno acertou um grande chute de fora da área e fez 3 a 1.

Com isso, auxiliados que fomos pelo empate do Inter com o Bahia, em Porto Alegre, estamos na vice-liderança, a apenas um ponto do líder. Estamos na briga.

9 comentários em “Vitória obrigatória e que mostrou que o time sabe reagir

  1. Dezesseis pontos em oito jogos, com cinco vitórias e 66% de aproveitamento. Média de gols sofridos inferior a um gol por jogo. Vice líder, a apenas 1 ponto do Internacional. Elenco utiliza grande número de atletas da base, valorizando a nossa “Universidade do Futebol” e evitando o gasto com contratações caras. Eu fui contra a permanência de Diniz após o Paulista, mas a esta altura não é possível que alguém pense em substituí-lo com o Campeonato Brasileiro em andamento.

    Sim, o time é instável e apresenta momentos de bom futebol alternados com minutos de terror para os torcedores. Dessa maneira podemos sofrer contra os times mais fortes, mas em média venceremos a maioria dos jogos contra os médios e fracos. A seguir com esse desempenho de futebol (não os resultados), lutaremos por aquela última vaga do G4 ou G6.

    Minha proposta é manter o Diniz, mas focando as esperanças da torcida na Copa do Brasil, torneio que ainda não ganhamos e que só exige 4 vitórias para quem, como o SPFC, inicia a participação nas oitavas-de-final.

    E vamos São Paulo!

  2. Parece que o segundo tempo do jogo de ontem foi semelhante ao primeiro do jogo contra o Galo, exceto ao erro do VAR e ao fato das ótimas oportunidades não terem sido concluídas com exito. Tivéssemos marcados 3 gols naquele primeiro tempo em Minas, com certeza, teríamos saído vencedores na partida.
    Então está na hora do time equilibrar por cima e jogar os dois tempos da mesma maneira: como no segundo ontem e no primeiro de quinta passada.
    Observação pela TV.
    O Diniz, ontem, não sei a causa, exagerou nos gritos e críticas ao Igor Vinícius. Deu pra ver o garoto completamente desequilibrado em campo – principalmente após o erro no gol carioca. A meu ver ele vinha bem até o Diniz descarregar todo seu amargor sobre ele – não dá para proceder assim com o Tche Tche; com o Hernanes ou com o Volpi. Tá na hora do Diniz dar uma atenção ao seu comportamento perante o elenco porque, já já, o time se vira contra ele e, daí, . .

    • PS
      Outra coisa urgente para o Diniz é perder o “amor” que ele tem pelo Vitor Bueno.
      Cara, o cara, o tal Vitor, é péssimo jogador (não ca.. nem sai detrás da mota).
      Mas o Diniz deve achar o cara o máximo, mesmo sem ele acertar a maioria dos passes; colaborar muito pouco com o lateral e ser um péssimo finalizador – ontem foi apenas sorte de quem estava ganhando o jogo e que chutou sem maiores pretensões.

  3. Esse time, precisa ter uma melhor consistencia tática, em casa somos nós que mandamos,
    e ao contrario de BH onde saimos matando, aqui fomos dominados todo o primeiro tempo.
    Alternar a parte tática, pressionar, administrar, contra golpes, são recursos táticos
    que infelizmente não vejo serem bem empregados por esse trenero.
    Esse resultado nos coloca numa posicão confortável, mas não confio no trenero.
    Fosse um DT a nível do SPFC, teriamos outro posicionamento, tático.
    Diretoria & conselheiros malditos.

  4. Não se avalia um trabalho do treinador por vitorias de qualquer jeito , deve-se avaliar pela evolução do time a cada jogo e onde esse time pode chegar . esse foi o grande problema do SPFC durante muito tempo avaliar treinador por vitória de qualquer jeito .

    Como a famosa frase : (time ganhou é o melhor do mundo , time perdeu é o pior do mundo ) se continua avaliando dessa forma não ganharemos nada

    .
    Então para aqueles que defendem o DINIZ no SPFC hoje porque ele é vice líder do brasileirão ,defendam ele também se ele sair da libertadores, copa do brasil e se cair na tabeca do brasileirão

    Apenas para lembra : Setembro chegou com três jogos de libertadores

    RAY, ESCOLHA É SUA OU OSORIO ESSA SEMANA OU DINIZ ATE O FIM DA TEMPORADA

    SPFC VOCÊ É MUITO GRANDE

  5. Continuo achando o Diniz fraco pro SPFC, mas pelo menos está tentando melhorar esse time, soh não entendo a insistência com Vítor Bueno e Tchê Tchê de primeiro volante, tinha que colocar o Luan de primeiro volante e tirar esse inoperante Vitor Bueno e colocar o Igor Gomes de volta.
    Fora isso, colocaria Bruno Alves na zaga e deslocaria Léo para a esquerda, pois Reinaldo está péssimo, merece um banco urgente.
    Parabéns pelo resultado mas fez a obrigação, assim como será quarta feira, obrigação ganhar do Bragantino, pois a vergonha da eliminação do paulistão não pode ser esquecida, devemos continuar cobrando muito, soh um título compensaria tamanho vexame!!!

  6. Acho que continuamos lutando para nao cair ou uma vaga na sul ameircana.
    Com esse treinador, nem precisamos jogar a libertadores, melhor perder de W.O
    #ForaDiniz

  7. Infelizmente não é possível ser campeão jogando bem por 30 minutos, o acumulado de competições que se avizinha.

    Mas um ano vejo que nossa melhor chance de títulos é a inédita copa do Brasil, por ter poucos jogos e ser Mata Mata.

    Campeonato Brasileiro é muito difícil tirar do Atlético mineiro que além de ter um excelente treinador tem apenas essa competição.

    Mas espero que a próxima diretoria assuma o comando com o time, pelo menos bem colocado!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.