Mais uma vitória convincente. Mérito total de Diego Aguirre

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, não nego que estou em êxtase. Vi alguns leitores discordarem quando chamei Aguirre de gênio. Então me deixa explicar: quando subi da sala de imprensa para o local onde assisto o jogo, na Cativa (poderia ir para uma cabine, com ar condicionado, mas prefiro ficar junto da galera), falei a meu filho e ao Flávio, leitor e assíduo comentarista deste site, meu amigo, que não criticaria o Aguirre antes do jogo por escalar Edimar e Reinaldo para a vaga do Everton. Lembrei que em Belo Horizonte, na partida contra o América-MG, fiquei perplexo dele escalar Araruna de ponta direita. E ganhamos de 3 a 1. Portanto, dava crédito a ele. E disse mais: se ganharmos, ele será gênio.

E foi o que aconteceu: ganhamos, ainda com dois gols de Reinaldo, aquela que um dia chamamos de Ruinaldo e hoje chamamos de Kingnaldo. E tenho, aqui, que reconhecer que Vinicius Pinotti, quando diretor de Futebol, fez questão de segurar Reinaldo de volta da Chapecoense e mantê-lo no elenco.

Mais uma vez o time fez uma grande partida. Dominou o jogo desde o início. Com pouco mais de cinco minutos de partida já havia finalizado três vezes ao gol. Todas as bolas altas, fossem em cobranças de escanteio, fossem em cobranças de faltas, nossos atacantes e zagueiros ganhavam lá na frente. Só a mira estava errada, pois todas iam para fora. Mas o domínio era total.

Estava evidente que o Corinthians veio para empatar em 0 a 0. Em boa parte do jogo colocou os 11 jogadores atrás da linha da bola. E batia à vontade, contando com a complacência do árbitro. O jogador mais adiantado ficava aquém do semi-círculo central. E o São Paulo atacava com quase todo o time. Apenas os dois zagueiros e, algumas vezes, Edimar, mantinham posição.

O gol já poderia ter saído no primeiro tempo, não fosse a afobação de nossos atacantes, pilhados em impedimentos algumas vezes. Mas era inegável que se alguém tivesse que estar na frente no marcador, esse alguém seria o São Paulo.

No segundo tempo o cenário não mudou. Só que, numa cobrança de escanteio, mais uma vez ganhamos no alto e a bola foi na direção do gol. Anderson Martins. Pensei na hora: agora vamos nos fechar lá atrás e garantir o 1 a 0. Me enganei. O time continuou marcando o Corinthians em seu campo, forçando o erro do adversário.

Impressiona cada vez mais a determinação desse time. Marca centímetro por centímetro do campo. Se antecipa em todas as bolas. Quando não consegue pegar, recupera lá atrás. Não permite sobras, apesar de duas ou três bolas terem passado perto da nossa trave. Mas ultimamente a sorte está ao nosso lado.

A noite seria de Reinaldo, coroando a genialidade de Aguirre. O primeiro dele num frango de Cássio. O segundo, um golaço. E ele acabou se tornando o nome do jogo, o nome da noite maravilhosa no Morumbi.

Então deparamos com o seguinte: quando voltamos da Copa, comparando com o Flamengo, víamos que tínhamos três jogos fora e um no Morumbi – clássico – enquanto o Flamengo tinha um fora e três em casa. Era, para nós, a sequência da morte. Ou de mostrar onde podemos chegar. Eu fazia um cálculo de que ganhar seis pontos nesses quatros jogos já me deixaria contente e confiante na briga lá na ponta. Mas já conquistamos esses seis pontos nos dois primeiros jogos, enquanto líder ganhou apenas três.

Se perdermos do Grêmio em Porto Alegre, não haverá o menor problema. Esse é um daqueles jogos que chamamos, no início do campeonato, de “perdível”. Mas não acredito em derrota. Do jeito que o time está jogando, com a pegada e a técnica, no mínimo sairemos de lá com um empate. Se não arrancarmos outra vitória.

Que tudo continua como está. A nossa alma está lavada, como há muito não acontecia. Vamos, São Paulo!

20 comentários em “Mais uma vitória convincente. Mérito total de Diego Aguirre

  1. Eu acho que o nosso grande adversário é o porco, por isso acho que precisamos de um volante e um meia, escolhido à dedo, e vamos embora pro sétimo titulo.

  2. Grande partida, grande vitória e grande campanha.
    Nos aproximamos da metade do campeonato e ganhamos 69% dos pontos disputados, um aproveitamento de campeão.
    Aguirre, mais importante do que os aspectos técnicos, tem recuperado a confiança de atletas como Diego Souza e Reinaldo. Atletas com autoconfiança elevada rendem mais.
    Para a arrancada final Aguirre precisa intensificar o trabalho com os goleiros.
    Vamos São Paulo!

  3. Como o Morumbi estava vibrante ontem, em nenhum momento ouvi uma reclamação, mesmo ao final do primeiro tempo com o 0x0.
    Foi um show do SPFC e do inteligentíssimo Aguirre, que matou a pau ontem, mas já vinha mostrando a sua grande competência.
    Acho que entramos ontem na condição dos times que brigarão pelo título.
    Eu esperava com muito custo 7 pontos nestes 12 disputados pós copa, já temos 6 e mais duas pedreiras pela frente.
    Não podemos tbm quando ocorrer uma derrota querer apedrejar tudo e à todos .
    E o Raí mostrando tbm que o planejamento de uma temporada não acontece rápido igual fritar um pastel como alguns queriam, sem contar que no futebol o imponderável sempre atua nas equipes (contusão, expulsão, uma venda inesperada) e calma e paciência são fundamentais para dar tempo pra se executar um bom tabalho e isso vale tbm pra quem criticou o Aguirre com 5 jogos no comando da equipe.
    Vamos SPFC!!!

  4. Contra fatos não há argumentos. Todos estão de parabéns. Até o Leco. Afinal, foi ele quem, finalmente, após várias burradas, montou um departamento de futebol com gente que realmente entende do assunto.

    Aguirre tem surpreendido. Quando chegou, fez um monte de testes, como se não tivesse aprendido nada com os erros de Dorival. Além do mais, adotou uma postura extremamente defensivista, covarde. Agora, conhecedor do elenco, e com a chegada de reforços de qualidade, começa a mostrar melhor seu trabalho. O diálogo franco com a diretoria tem sido um diferencial. Os reforços, na medida do possível, tem se mostrado muito proveitosos e eficientes.

    Reinaldo foi iluminado, mas todo o elenco merece congratulações. Em especial, Liziero. Tinha a tarefa mais difícil: substituir Jucilei. E deu conta do recado perfeitamente.

    A vitória de ontem foi a pá de cal na má fase que tanto nos amolou. Sem dúvida, não deve ser esquecida para que não cometamos os mesmos erros no futuro.

    Contra o Grêmio, será outra pedreira. Mas, se não jogarmos com medo, não perderemos. Um excelente domingo a todos e uma segunda-feira de muitas gozações. : )

  5. O SPFC está jogando o futebol moderno, priorizando sempre o domínio da bola. Se a defesa evitar os contra-ataques, com certeza, iremos disputar o título. O plantel melhorou muito em relação aos anos anteriores, onde alguns jogadores ganhavam muito, (Luís Fabiano, Pato, Ganso, R. Caio, L. Pratto, Cuevas, etc.) e pouco rendiam.

  6. Tambem fiquei apreensivo e ate’ fiz uma pergunta para voce,
    em Noticias antes do jogo,
    muito bem respondida pelo amigo Valdelino.
    Entao era isso, ele com certeza sabe mesmo o que faz,
    trabalha todos os dias com essa turma,
    e sabe reallmente o que faz.
    Parabens, engolimos as travekas
    SEIS estaria de bom tamanho, tal o dominio.

    • Lorenzo, desculpe. Na hora que você fez a pergunta eu já tinha saído da sala de imprensa e estava no meu posto. Lá a internet, com 60 mil pessoas no estádio, não funciona. Por isso não vi e não pude responder. Mas o Valdelino fez a minha vez. Obrigado

  7. Aguirre tem o time na mão, a escalação de Reinaldo no de ponta e Edmar fechado na lateral, foi sacada tipo do mestre Telê, que surpreendia a todos em jogos difíceis.
    Concordo com o PP que ele ganhou o jogo nessa mudança ousada, parabéns!!!

  8. Pouco a pouco, as cornetas do apocalipse vão se calando.

    Rai segue administrando o São Paulo com extrema competência. Parece até que o tricolor é uma ONG. As desconfianças sobre o “senhor confie em mim” estão diminuindo. Só um analfabeto não consegue entender o texto do PP que exalta, com justiça, o trabalho do Aguirre.

    É claro que nem tudo está perfeito: o elenco é curto, o São Paulo segue se resignando calado com as falhas da arbitragem (eu gostaria de ouvir a diretoria falando sobre este tema), os horários dos jogos do tricolor parecem escolhidos a dedo para prejudicar a ida ao estádio (clássico as 21hs é uma piada)…

    O que não da para negar é que o futebol jogado pelo São Paulo é o melhor da última década. O time mostra raça e bom futebol. A direção vem fazendo um grande trabalho, dentro das limitações financeiras impostas por anos de péssima administração.

    O caminho correto está sendo seguido. Resta seguir assim e ver onde o São Paulo vai chegar no fim do ano.

  9. Uma vitoria pra lavar a alma!!!!

    Mais que isso, uma vitoria que mostra consistência do trabalho que o treinador vem desenvolvendo!

    Não demos a mínima chance para o adversário jogamos com raça e foco na vitoria a continuar nesse ritmo vamos nos dar bem nesse campeonato!!!!

    Como comentei no início do jogo o Aguirre estava de parabéns pela escalação ( Antes mesmo do resultado), pois entendi o que perfeitamente o que ele pensou quando escalou Reinaldo e Edimar!!!!

    Dar os parabéns depois que o time ganhou ficou bem fácil para muitos leitores!!!!

    E mesmo com a derrota diante das peppas eu entendia que aquela escalação foi ousada e o Elogiei pela coragem!!!!

    Aguirre está de PARABÉNS!!!!!

  10. Eu vi um ponto negativo e estou extremamente preocupado. A nossa torcida !!! Isso mesmo, dessa vez não fui ao estádio, mas fiquei sabendo que a torcida cantou a maldita frase “o campeão voltou” , sem contar inúmeros comentários que vi no uol da nossa torcida já dando o título como certo . Agora mais do que nunca , depois de tudo o que passamos , precisamos de humildade e saber que o campeão só volta com título na mão!! Por favor gente , sem cantar Vitória antes da hora , isso da muito azar!

    • Quem tem q ser humilde é jogador e manter o.foco ,nos torcedores podemos zuar , comemorar pois somos torcedores ,não acredito em azar no jogo acredito em competência em jogadores, técnico e diretoria, eles que mantenham o foco e nós temos que aproveitar mesmo e curtir pois sofremos um bocado esses anos ,

    • Para com isso, a torcida não tem nada haver, o negócio é dentro do campo e o Aguirre sabe dar o tom, os jogadores de parabéns, vamos São Paulo!!

      • Ah caras eu acredito em azar sim, em 2009 foi a primeira vez que eu ouvi esse maldito grito da torcida e de lá pra cá vcs conhecem nosso passado recente. Concordo que o Aguirre tem o time na mão e que a torcida tem que zuar , mas jogo a jogo , essa história de campeão voltou só qndo de fato for campeão! Abraços!

        • Eu estava lá e não ouvi a torcida cantar isso não.
          Pode ser que uma minoria tenha cantado.
          O estádio em nenhum momento cantou isso, w ae tivesse cantado não teria nada demais, torcedor é paixão.

    • Para de pessimismo, hermano,
      torcedor tem mais que animar o ambiente.
      Quando esta’ feliz, tem que externar seus sentimentos
      e infeliz, tambem.

  11. Foi um show de bola. Ganhou e convenceu e estavamos sem 50% do ataque (Everton)!

    Precisamos urgente a contratação de um volante, um cara bom, porque assim como estamos sem o Jucilei, podemos perder o Hudson por suspensão ou cartão, fica esperto aí Administrador de ONG!

    E concordo com o PP, hoje o Aguirre foi genial, tirou um coelho da cartola com o Kingnaldo de ponta!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.