A volta de Marco Aurélio trará novo fôlego ao São Paulo

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, finalmente uma atitude de bom senso da nossa diretoria, ou, mais especificamente, do presidente Leco. A saída de Gustavo Oliveira foi mais do que tardia. Mas há tempo de recuperação pela contratação de Marco Aurélio Cunha para ser o gerente de futebol do São Paulo.

MAC é unanimidade entre os torcedores. Os jogadores também gostam dele. Sua passagem pelo clube, nessa função, foi amplamente vitoriosa. Desta vez volta com a missão de salvar o time de um hipotético rebaixamento. Digo hipotético porque, em sã consciência, não estou entre os mais céticos que creem nessa possibilidade. Ele é do ramo, entende do que faz e será capaz de fazer tudo o que um tecnocrata não conseguiu fazer.

Entretanto é bom nos atentarmos para alguns detalhes. O novo estatuto do São Paulo está em fase de elaboração. Ele precisa ser modernizado para não ficarmos presos a algumas barreiras arcaicas. E Marco Aurélio Cunha é um exemplo disso. Ele está impedido de assumir qualquer função remunerada no clube por ser conselheiro. Não sei como será a fórmula jurídica que se encontrará para conjugar essas duas situações.

Além do mais, Cunha terá que ter paz e apoio da diretoria para trabalhar. Não basta Leco. Tem que ter apoio de Médicis, Jackobson e dos demais diretores. Os conselheiros precisam entender que o momento é crucial para o time e ele é o único nome, hoje, capaz de reerguer o elenco, acabar com os grupos e levar o São Paulo a dias melhores. Se isso vai acarretar em ganhos políticos para ele ou não para uma futura candidatura à presidência do clube é outro problema. Acho até que seria uma solução, mas não cabe discussão deste tema agora.

O farol foi aceso lá atrás. Em 2013 Muricy Ramalho foi chamado às pressas e chegou para salvar o time. Agora foi a vez de Marco Aurélio Cunha. Ou nossos principais dirigentes começam a trabalhar pelo São Paulo, esquecendo picuinhas políticas, ou a cartilha que nos ensina como ir à série B será relançada, sem ter outro super herói a ser chamado para salvar-nos do inferno.

8 comentários em “A volta de Marco Aurélio trará novo fôlego ao São Paulo

  1. Voltar O Cccccunha é o de menos, o q tinha q voltar é a tar de DIGNIDADE q joga de 9 atakando sempre, ñao o 9 dedos, essa nao voltara jamais nesse paiz PTetralhado por todos os lados, na PTolitica, no futebol, na escola, nos lares, no PTfutebolez, q comecou com mestre havelange & seu genro texera, q nao sabia o q era uma bola, mas das coisas do 9 dedos tudo, e tao todos ai numa boa, arrebentaram com nossa PATRIA. Ainda os entendidos de futebor nao queriam OSORIO como nao queriam BAUZA, entao se contentem com esse q ta ai, e os PToliticos de plantao. Curtam babaqueiros

  2. Uma pessoa que se liga à CBF e diz que “não imaginava ser tão correto o trabalho naquele local”; e por isso abandona seus eleitores; e agora deixa o futebol feminino ao Deus dará, como sempre foi, mas diz ser um trabalho que muito lhe agrada; e trata o adversário como um aliado, não merece qualquer respeito.
    Quanto à Direção, simplesmente assinaram um Atestado de Incompetência registrado em Cartório e tudo, ao chamar alguém para tentar fazer o que não têm capacidade, mas mostrando serem incompetentes sem escrúpulos, pois se a segundona vier a culpa será do demitido e do interino.
    Pobre São Paulo, que por sinal não terá a estação do monotrilho que facilitaria a locomoção da torcida. Esperar o que de um bando de incompetentes, arrogantes e prepotentes, alguma influência? Não, estão preocupados com o próprio umbigo, em livrar o marmitex no final de festas, isto é, se não tiverem que participar das festas dos concorrentes. Creio que não terão grandes dificuldades afinal tem muitos porcos e gambas circulando na alta cúpula, ou não estaríamos onde estamos.

  3. Unanimidade porra nenhuma. Não conte comigo. Detesto e desconfio de salvador da pátria. Gustavo fede, MAC cheira mal. Pouca diferença na prática.
    Em um mês, estará sendo chamado de anão santista, como sempre foi nas passagens anteriores.
    Não estudou gestão, não se atualizou, não fez porcaria nenhuma desde que Juvenal deu-lhe um pé na bunda. Foi vereador nanico por um partido nanico e depois funcionário da CBF – sim, do Del Nero! Do Marin! Se isso é currículo para vocês, desculpem, para mim não é.
    Talvez ele nos salve do rebaixamento. Talvez. Mas não esperem que ele seja o guia para as glórias do passado.

  4. Acabei de ouvi-lo no Estádio 97 e, infelizmente, não pude ouvir tudo. Só gostaria de saber o que será feito depois para resolver os problemas encrustados no clube

  5. Ele trarar paz ao clube e um pouco de afago da mídia ,mas quem vai salvar o soberano mesmo e a sua torcida .

    Primeiro agente apóia o time para ganhar as 5 partidas que precisamos , depois a gente cobrar um planejamento proficional para 2017 ,porque o time nao pode passar o ano inteiro sem treinador como foi o ano 2016

    Serie B nao é lugar para soberano

    Pra sempre soberano

  6. Perfeito Paulo! Disse tudo que gostaria de escrever.

    Realmente temos poucos “salvadores da pátria”, já o Muricy e agora o Marco Aurélio, isso só demonstra como a administração do clube ficou medíocre, estão repetindo os mesmos erros, tomara que esse estatuto dê uma renovada nesses conselheiros horríveis do SPFC, gente incompetente e que muitos estão ali só por benesses, mal acostumados pelo Sr. Jumêncio que os comprava.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.