Conselho Deliberativo tinha o dever de mostrar que ainda era Soberano

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, eu deveria ter acreditado: tudo acabou em pizza na terça-feira da semana passada, numa pizzaria do Morumbi. Assim terminou a reunião do Conselho Deliberativo, tão aguardada para a noite de ontem.

De novo – e interessante – a aprovação da terceira camisa do São Paulo, sendo obrigatória as presenças das cores do clube. Nada de jogar de roxo, cinza ou outras cores que não as nossas tradicionais. E a fala de Abílio Diniz, que até outro dia era um crítico voraz da atual diretoria, e hoje é carregado nos braços pelo presidente. E muito blá blá blá.

A explicação que se esperava não veio. Douglas Schwartzmann, que havia dito que explicaria na reunião do Conselho a sua imoral – apesar de legal – ligação com Jack Banafsheha, não veio. E, até onde fui informado, já que um grande painel foi colocado em frente à sala de vidros, nenhum telão foi disponibilizado e o som da reunião foi cortado, apenas o vice-presidente de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, foi questionar Douglas sobre o assunto – e fora do microfone, em off -, pedindo explicações, e o vice de Marketing se calou. E nada foi feito. O mesmo Ataíde que fez críticas ao presidente do Conselho, Carlos Augusto Barros e Silva durante a reunião. E Leco, que demonstrou omissão aceitando excluir da pauta o assunto Far East, retirou-se do plenário antes do final da reunião.  Talvez por não querer responder, se o assunto surgisse, o caso Jorginho Paulista, por exemplo, que está causando grande prejuízo ao clube.

O Conselho Deliberativo do São Paulo me lembrou o Congresso Nacional. Denúncias aparecem, CPIs são criadas, mas quem tem maioria faz com que nada se investigue, nada se explique e a sujeira é jogada para baixo do tapete. Pior: conselheiros ligados à diretoria – alguns – comemoram o fato com o discurso de que “o São Paulo está unido novamente”. Em que?

A Far East foi retirada de pauta, diga-se de passagem, por pedido do presidente Carlos Miguel Aidar, que oficiou o Conselho afirmando que não pagaria a comissão à empresa. Disse que o CEO vai levantar contratos feitos com o Habib´s e outros, na era Juvenal Juvêncio, e este da Far East.

É evidente que o Tricolornaweb se sente vitorioso nessa questão. Não fosse a matéria publicada semana passada, o rolo compressor da diretoria poderia ser passado no Conselho e a oposição não teria forças para barrar esse que, se investigado, pode se tornar num dos grandes escândalos do clube. Foi a partir da nossa publicação, com repercussões em outros vários órgãos sérios de imprensa, e que gerou repulsa do presidente, com ameaças infundadas e desmascaradas aqui, que ele sentiu-se coagido e pressionado a suspender esse pagamento.

Mas, por outro lado, não posso deixar de me indignar e questionar: que empresa é esta tal de Far East? Será que alguém, tipo Douglas Schuartzmann, poderia me apresentar ao Jack Banafsheha? Gostaria de saber se ele pode intermediar contratos de patrocínio para o Tricolornaweb. Prometo a ele, em contrato, uma comissão de 20 por cento. Três meses depois do negócio efetuado digo a ele que só pagarei 15 por cento e, alguns dias depois, digo que não vou pagar nada. Será que ele vai agir comigo como está agindo com o São Paulo? Toma um “calote” de R$ 18 milhões e fica quietinho? Não entra na Justiça para processar o clube por que?

Por tudo isso que não vamos parar. O Tricolornaweb continua investigando a Far East e espero, em breve, ter mais novidades. Estou acostumado em minha carreira, modéstia à parte, vitoriosa, a lidar com as maiores corrupções da história do País. Participei diretamente do impeachment de Fernando Collor de Mello. Então não me tratem como agitador ou coisa que o valha. Apenas, como jornalista, quando sinto faro de que algo está errado, vou a fundo até desvendar a última linha do novelo de lã.

E nem por isso deixou de me emocionar cada vez que ouço o Hino do nosso São Paulo, ou vejo nosso time em campo.Aliás, é por amar tanto este clube, sem interesses escusos, que estou nessa empreitada.

11 comentários em “Conselho Deliberativo tinha o dever de mostrar que ainda era Soberano

  1. Posso estar enganado, mas tenho a impressão que o AGG é o único que se salva nesse mar de lama, o único realmente com boas intenções.
    De resto, tudo rabo preso.
    Muito decepcionado em ver que no nosso amado SPFC a lama é lavada com mais sujeira.

  2. SOBRE A REUNIÃO.
    POR ENQUANTO SÓ DOIS COMENTARIOS:
    – NÃO FOI FALADA UMA SÓ PALAVRA SOBRE O NOVO PROGRAMA SOCIO TORCEDOR. DIGNO DE APLAUSOS.
    – QUANTO AO UNIFORME COMEMORATIVO = FEIO, SEM CHARME, SIMPLESMENTE ISSO.
    QUANTO AO RESTO ESTOU PENSANDO EM COMO AGIR E O QUE FALAR.

  3. O SPFC vive o momento mais triste de sua história.
    Para mim, torcedor, sócio e conselheiro, fica a certeza de que a política no clube é o mais puro reflexo do que vivemos fora dele. Interesses pessoais, sobrepõe os da instituição. Terrível…
    Temo pelo futuro…

    • Eu também Rodrigo. Tenho 49 anos e nunca vi nosso tricolor assim. É certo que nosso presidente é um boca aberta, vou pegar palavras de outro comentário de um irmão tricolor abaixo, arrogante e prepotente. E o futuro de nosso amado esta nas mãos destes gestores, um estatuto interno engessado, diga-se as releições do JJ, etc…

      A venda do Boschilla, “mais um a menos”…..qual o tamanho do rombo? quem vai sobrar e jogar com qualidade para garantir pelo menos uma posição intermediária? Gosto do Osório, acho até que acertaram….agora se ele for por também ver que ninguém ajuda, quem será o próximo de tantos bons técnicos que temos no Brasil dando sopa? volta o Murici? aquele do tri ou do Burrici,etc???
      Muito preocupado irmão tricolor.

  4. Bom, tudo indica que o São Paulo está unido novamente na corrupção pelo rabo preso. É a impressão que passa, já que fazem igualzinho aos políticos do país com discursos contundentes na imprensa e atitudes nulas na hora de passar a limpo. Vexame, é isso que vou responder lá na frente quando a molecada me perguntar como era o SP nessa época.

  5. ??? soberano ???
    hoje apenas mediocres e dependentes,
    nos igualamos ao resto que habita nossa terrinha.
    Assimilaram e bem assimilado, bem acessorados por todos os lados.
    ??? Quem acredita ??? E’ claro, sempre temos os que acreditam em papai noel.
    Como na’o acredito cancelei meu ST e assisto os jogos porque gosto
    de futebol, infelizmente e’ uma paixa’o que nasci dentro dela,
    porem hoje sei que na’o somos soberanos, somos apenas soberbos, arrogantes, narcizistas, em tudo,
    tudo anda de ma’os dadas em todo lado por aqui, infelizmente.
    Como diz o FTimes e’ um filme de terror sem fim.

  6. Nobre PP,

    Como há anos acontece no SPFC quem tem a maioria no conselho aprova e faz o que quiser ….não seria hora de questionarmos a qualidade dos conselheiros do SPFC ????

    Saudações Tricolores

  7. Parabéns Paulo, continue mesmo investigando os “negócios” do SPFC para que nenhum espertalhão tire proveitos dessa nossa paixão que é o gigante São Paulo Futebol Clube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.