Carta aos amigos são-paulinos, leitores do Tricolornaweb

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, o que vou relatar aqui poderia ser desnecessário por ter se passado na rádio Jovem Pan, no programa Plantão de Sábado, no último dia 04. Mas como o Paulo Pontes da Jovem Pan é o mesmo do Tricolornaweb, portanto, sou eu, não há muito como desvencilhar as duas coisas e deixar que o meu leitor do site, que não ouve a Jovem Pan, fique sem saber dos fatos. E se o soube, merece minha explicação.

Durante o programa, onde falamos de esportes e jornalismo, abordamos o São Paulo. Após a entrevista de Juan Carlos Osório eu disse que o Tricolor atravessa um momento muito difícil no âmbito financeiro. Deve quatro meses de direito de imagem para os jogadores, alguns funcionários do clube também estão com salários atrasados e até promissórias de bancos. Afirmei que essa situação não é culpa exclusiva de Carlos Miguel Aidar, pois foi feita por Juvenal Juvêncio mas Aidar não pode ser poupado, pois além de ter sido o mentor jurídico que permitiu a mudança do estatuto social, aumentou a dívida. E como candidato da situação não poderia alegar desconhecimento deste quadro. Ou seria bobo demais.

Então eu disse que não tinha entendido ainda, o fracasso na negociação de Rodrigo Caio, mas que o dinheiro oriundo das vendas de Souza, Paulo Miranda e Denilson seria suficiente para quitar a dívida salarial. O Nilson Cesar, narrador titular da Jovem Pan, me perguntou se o dinheiro viria limpo, sem comissões. Eu, jocosamente, falei que essa pergunta deveria ser dirigida à Cinira.

O presidente do São Paulo,  Carlos Miguel Aidar, ligou para a Jovem Pan, pediu para entrar no ar – no que foi prontamente atendido -, recusou-se a responder a pergunta sobre Rodrigo Caio, feito pelo reporter Felipe Motta, e perguntou:

– Quem aí do estúdio pronunciou o nome da Cinira?

Respondi de pronto que tinha sido eu, Paulo Pontes.

Ele disse que eu teria notícias dele mais tarde. E, alucinadamente, começou a me atacar, afirmando que nenhum salário de funcionário do clube estava atrasado e que alguns jogadores, que tinham três meses de atraso, teriam os valores quitados na segunda-feira (06.07), com fluxo de caixa do São Paulo, independente do dinheiro oriundo da venda dos jogadores.

Como ele disse que eu era um detrator, tentei entrar no debate e ele me mandou ficar quieto. Então fui obrigado a ser duro, gritar com ele no ar exigindo respeito e o colocando em seu lugar.

Aidar afirmou que vai me processar e, não contente com o show de horrores, afirmou que eu tinha ido à sua sala pedir para ele financiar meu “blog” e como ele não tinha dado dinheiro, eu passei a atacá-lo.

Vamos aos fatos:

Ninguém vai me mandar ficar quieto no ar, mesmo que seja o insignificante Carlos Miguel Aidar, que hoje ocupa um cargo da maior importância – sem merecê-lo – de presidente do São Paulo. Então respeito a liturgia do cargo, não quem o ocupa. Detrator? Vamos ver:

Fui a sala dele sim uma única vez, convidado  que fui algumas vezes. Não estava só eu. Existiam mais duas pessoas, cujos nomes não vou revelar, mas que são sócios do São Paulo tanto quanto eu e, portanto, testemunharam tudo o que ocorreu lá nas duas horas e 15 minutos que conversamos.

Aidar fez questão de contar detalhes de seu relacionamento com Cinira, sua namorada, e até algumas particularidades que eu, eticamente, não vou externar; contou como começou sua trajetória para chegar a presidência do clube, afirmando estar ausente de todas as atividades do Tricolor há mais de dez anos, até das reuniões do Conselho e dos jogos. Disse particularidades sobre Muricy Ramalho, Luis Fabiano, possíveis contratações e jogadores que ele não renovaria o contrato. Me pediu off em tudo o que conversamos e eu, eticamente, atendi o pedido e nunca publiquei uma linha, apesar de saber, inclusive, que Muricy seria demitido em curto espaço de tempo, como realmente o foi.

No final da conversa, quando já íamos nos retirar, disse a ele que quando começasse a campanha publicitária do Sócio-Torcedor o Tricolornaweb se candidataria a receber a campanha, pelo que representa junto ao torcedor e ao sócio do São Paulo. Ele disse que avisaria Douglas Shwartzmann, vice-presidente de Marketing, sobre o assunto. Também pedi para que, quando a Under Armour passasse a ser a fornecedora de material do São Paulo (aliás, outra confidência que guardei comigo), eu pudesse apresentar o site para a empresa, a busca de patrocínio.

Portanto, em nenhum momento pedi para o São Paulo bancar alguma coisa no site ou coloquei o fator financeiro como sendo a balança do nível de comentários que faço aqui. Para quem não entendeu, não vinculei nem nunca vincularia falar bem ou falar mal em troca de patrocínio. E a Sabesp sabe bem disso que estou falando. Pois bati tanto na empresa que perdi o patrocínio. E, como dizem por aí, estou beijando o ombro para isso.

O Tricolornaweb tem honrosamente o patrocínio do Bradesco há cinco anos. Mas é um meio de comunicação e que, portanto, vende seu espaço. E seria óbvio que tivesse preferencialmente publicidade de empresas parceiras do São Paulo. Ou esperam que eu vá pedir patrocínio para a Adidas ou para a Nike?

Nunca fiquei nem nunca ficarei quieto para desmandos em qualquer setor do País. Não ficaria também para as coisas do São Paulo. Não espere, presidente Carlos Miguel Aidar, que o Tricolornaweb se tornará oposição pelo gesto tresloucado, longe de estar na altura do cargo que ocupa, praticado pelo senhor. O Tricolornaweb continuará sendo crítico, sim, como sempre o foi. Mas saberá enxergar as coisas boas, como sempre o fez.

A minha carreira, seja na época de Rádio Bandeirantes por dez anos, seja na Jovem Pan onde estou há 19 anos, e no Tricolornaweb, há 11 anos, é limpa, ética e íntegra. Nunca fui instigado a responder por qualquer ato de corrupção ou de falta de ética. Minha conduta permanecerá exatamente igual sempre foi, sem tirar nem por.

Quanto ao processo que ele vai mover contra mim, será só mais um. Mas peço ao presidente que se aconselhe com Juvenal Juvêncio, que patrocinou Geraldo & Cia em Cotia para me processar, e sabe bem no que deu.

Desculpem a carta e a extensão, mas devia esta explicação aos leitores do site.

32 comentários em “Carta aos amigos são-paulinos, leitores do Tricolornaweb

  1. Não precisa se explicar Paulo, acompanhamos você não é de hoje, sabemos do seu caráter e não vai ser palavras medíocres do senhor Carlos Miguel Aidar que vai derrubar ou manchar a sua imagem perante a nossa nação TRICOLOR!!! Belas palavras Paulo, e estamos junto com você nessa….. Parabéns por ter colocado ele no lugar onde ele merece estar.. Ele precisa entender que o São Paulo não é propriedade dele e sim do povo..

  2. Sr. Paulo Pontes, eu a muito acompanho o Tricolor na Web e o parabenizo mais uma vez pelo posicionamento idôneo, transparente e coeso.
    A instituição SP está nesta situação, graças aos interesses de terceiros colocados acima da própria instituição, seja pelo sr. Juvenal ou sr. Aidar (para mim, são farinha do mesmo saco – podres e pobres como Dirigentes de futebol – vivendo de passado, esquecendo os tempos de vanguarda que o SP sempre proporcionou).
    Já somos chacota pública graças as perolas/mandos e desmandos proporcionados pela Diretoria!
    Parabéns pelo seu trabalho sempre imparcial.

  3. Paulo, parabéns por falar o que acredito, muitos torcedores gostariam, mas não tem a oportunidade. Confesso que tinha uma enorme expectativa com relação à gestão di Aidar pois me lembro muito bem do período de 1985 a 1988, e era nisso que eu acreditava, mas , desde que assumiu são muito mais decepções do que alegrias, acredito que ainda há tempo para que o mandato possa dar frutos positivos porém, esse tempo é cada vez mais curto..

  4. Paulo.
    Lendo seu texto eu só lamento que meu tricolor esteja nas mãos de pessoas de tão baixa credibilidade.
    E lendo os comentários vejo que a turma de puxa sacos é maior do que eu pensava. E deixa nosso são Paulo de lado.
    Lamento também saber que você como um exemplo de jornalista oculta informações de seus leitores e ouvintes.
    De qualquer forma… Vc continua sendo um exemplo de profissional e parabéns pela coragem.
    Agora é trocer para o glorioso tricolor voltar para o seu devido lugar!

    • Marcelo, na minha profissão recebemos muitas informações em “off” que temos que respeitar, para preservar a fonte. É assim que galgamos confiança nessa fonte e que nos possibilita ter acesso a outro tipo de informação. Garanto que me constrange muito saber de algumas coisas e não publicar. Mas acredite que faço isso agora para pegar o carro na curva lá na frente. É só aguardar. Abraços

  5. Paulo, a única parte interessante de tudo isso é que Aidar falou que pagaria os atrasados dia 6 de julho,portanto,anteontem.Ele pagou????

  6. No meu ponto de vista ambos estao errados! Porem paulo pontes o senhor acendeu o estopim!!!

    O senhor paulo pontes errou por fazer insinuaçoes sem provas, completamente infundadas! e criadas claramente pelo ego destrutivo de juvenal juvencio!
    Evidente que aidar tomaria as dores de sua namorada, assim como qualquer homem se doiria por sua mulher!! Isso é da natureza do homem.

    Paulo pontes volta a errar em dizer q aidar é insignificante, tal insinuaçao pondera certa inveja de vossa parte, indiscutivelmente aidar é um advogado brilhante e de alto conhecimento juridico!
    Aidar tambem errou de fato, em momento algum ele deveria se colocsar em tal situaçao vexatoria, participando de uma baixaria ao vivo, por ter uma estirpe previlegiada, deveria ter sido um lorde e ter se expressado de forma educada e exemplar, pois ele representa uma agremiaçao grandiosa dentro e fora do brasil!

    Aidar em seu momento de furia perdeu o dicernimento em alguns momentos, pois nem tudo se resolve com processo, alias processa nada mais é do que uma medida covarde neste caso! Uma boa conversa e entendimento seria o correto entre ambos,

    Porem senhor paulo pontes fica a pergunta.. O senhor iria gostar que alguem em uma radio ao vivo, comentasse de forma repudiosa sobre sua esposa da forma que fez da mulher de aidar????

    Ressalto ainda que como voce proprio Disse, o nobre aidar humildemente o recebeu para uma reuniao de duas horas de duraçao.. quantos outros torcedores tiveram essa oportunidade?? de estar frente a frente com aidar, tomar um cafe, papear, falar sobre o sp, sobre a gestao, sobre planos futuros do sp… O senhor foi um previlegiado!!

    Nós todos somos homens inteligentes e perceptivos, e devemos parar, refletir e observar.. e aprender com os erros, a maior virtude de um grande homem é reconhecer o erro, e neste erro se desculpar! E nao criar mais polemicas e fazer papel de vitima!

    Prove ser um grande homem admita vosso erro e realize a maior virtude de um ser humano ao reconhecer o erro…. DESCULPE-SE!!!!!

    • Rodrigo, li meu texto outras dez vezes e não encontrei uma acusação infundada que eu tenha feito. Desenhe para mim, por gentileza. Se é com relação à Cinira, busque informações no setor de pesquisas do Tricolornaweb e verá que foi o próprio presidente quem admitiu, em entrevista coletiva, que tinha um contrato com sua namorada de comissionamento de 20% sobre os negócios que ela gerasse. E que por conta das repercussões, rescindiria esse contrato. Cabe a ele provar que rescindiu, não a mim, pois o contrato existia e foi reconhecido por ele. Quanto ao “ser insignificante”, procure o dicionário para ter domínio completo do sentido da palavra, mas eu quis dizer que a mim ele não significa nada enquanto relação pessoal, mas o respeito pela liturgia do cargo. Quanto a ser um advogado brilhante, muito bom. Desculpe a falta de modéstia, mas minha carreira de jornalista também é bastante vitoriosa – com muitos prêmios – e limpa. Mas faz parte da democracia você achar que ele está certo e eu errado. Não sou dono da verdade. A vida segue.

  7. Caro PP,

    Acredito que essa polêmica faça parte (infelizmente) da trajetória de muitos jornalistas esportivos.

    Pode ser que tenha gerado uma dorzinha de cabeça e uma irritação grande por parte do presidente, etc.

    Espero que você tenha consciência que isso em breve será passado.

    Bola pra frente… e espero que o Aidar concentre sua energia em acertar o SPFC ao invés de ser destrutivo e ir contra você.

    Gosto muito do site e o que espero de coração, mais uma vez, é isso: que nossos dirigentes se concentrem em fazer o melhor pelo SPFC, ao invés de entrar em polêmicas desnecessárias.

    Lembrando que a estratégia dele de ligar e fazer tudo isso, apenas chamou mais atenção ainda para a pessoa que ele prefere preservar.

    De vez em quando, o menos é mais. Nossos dirigentes precisam aprender isso.

    Boa sorte, caro PP. Estou na torcida por você.

  8. ué pq vc não aproveitou q ele estava no ar ao vivo para provar tais insinuações sobre a Cinira ?

    era a hora perfeita pra fazer isso, não sou advogado e nem amigo dele, mas acho fácil fazer insinuações de alguém sem provar nada, se tem alguma coisa que leve ao caminho das insinuações tem mais é que divulgar e mostrar mesmo, mas não foi feito.

    Esse é o preço de quem acusa e não prova, agora que o Aidar não teve uma conduta digamos mais ponderada e honrosa com as tradições do SPFC eu estou de acordo.

    No resto, eu como torcedor são paulino querendo buscar mais informações esclarecedoras, estou no aguardo das provas das insinuações sobre a Cinira que infelizmente no meu entender até hoje VÁRIAS pessoas dizem conhecer o caso mas só fica nas palavras.

    • Heron, peço a você buscar informações no setor de pesquisas do Tricolornaweb sobre a Cinira. O próprio presidente admitiu, em entrevista coletiva, que ela tinha um contrato com o São Paulo para receber 20% de comissão sobre tudo que trouxesse ao clube e que, por causa da repercussão do caso, rescindiria o contrato com ela. Portanto, a prova foi dada por ele mesmo, publicamente. Ah, ele não me permitiu o debate, pois como um bebê mimado – sem educação -, desligou o telefone. Quanto a estar de acordo com o presidente e contra mim, faz parte da democracia.

  9. Paulo, parebéns pela postura e pela luta pra trazer um pouco de visibilidade aos torcedores comuns sobre o que acontece no comando do nosso clube de coração.
    Eu tenho um raciocínio. Se o Aidar quis comissão da Puma, da Under Armour (em investigação pelo conselho) e na venda do Rodrigo Caio (segundo informação do Blog do Paulinho), seria lógico suspeitar que na busca por um patrocinador Master, uma comissão extra pelo negócio também é pedida ? E no meu entendimento, a maioria das empresas sérias “pula fora” quando esse pedido de comissão é feito. Pra mim é a unica explicação pra um clube deste tamanho passar 1 ano sem conseguir patrocinador. Claro que a crise financeira atrapalha e muito. Mas se todos os rivais conseguem, eu só consigo imaginar que algo de errado acontece nas negociações do Tricolor. Seguindo esse raciocínio, penso que um time sem patrocinador tem mais dificuldade pra pagar salários. Se o salário atrasa muitos meses, os jogadores nao correm, nao se dedicam. E por isso nao ganhamos jogos. Logo, me parece correto afirmar que, se o time esta mal é culpa direta do Modus Operandis dessa diretoria. Faz sentido o meu raciocínio ou eu estou viajando?

  10. Paulo Pontes, boa noite.
    Quando saúdo os verdadeiros são paulinos, tenho você como catalizador daqueles que efetivamente amam as cores e as tradições do Mais Querido.
    Nos meus quase 60 anos como efetivo torcedor de arquibancada, não sou sócio do clube, pois minha condição financeira não permite, mas tenho plena lucidez de que estamos atravessando uma das piores fases do clube, ou melhor do time, uma vez que não vivencio a política interna.
    Quero parabeniza-lo por colocar o sr. Aidar em seu devido lugar, por sinal, tenho um apreço muito grande pelo jornalismo da Jovem Pan, uma vez ser ouvinte assíduo, também de um dos programas mais polêmicos da mídia em todos os tempos “O pingo nos is”, onde muitas verdades são ditas e que a muitos desagrada.
    Fraterno abraço.

  11. Eu penso que a postura de presidente de Carlos Miguel Aidar não é aquela que o torcedor sãopaulino conhece e aprendeu a respeitar. Lamentável.
    Aidar quando se candidatou ao cargo sabia de todas as suas implicações e mesmo assim aceitou, portanto não tem desculpa, tem que melhorar e muito!

  12. Eu ainda queria ficar cara a cara com o Aidar, mas só poderia ser verbalmente, porque aquele tipo merece mesmo é outra coisa…

    Homem que não tem palavra não merece vestir calças!!!

  13. E tudo isso em nada contribui para o bem do SPFC , mas vale recordar está ruim com o Aidar ??? Quem era o candidato da oposição ??? Aquele provedor da Santa Casa que sabemos o que aconteceu …..me desculpe mas o grande problema é que ninguém na imprensa ( que virou uma grande rede de fofocas , com profissionais pra lá de questionáveis ) não afirma nada apenas insinua e assim vamos tocando o barco …..
    Quanto a divida vamos lá : qual era a divida até o fim da gestão do JJ e quanto é agora na gestão do Aidar ??? E essa conta tem que ser feita no momento em que a divida foi contraida e não apenas somar tudo ( como já vi muita gente da imprensa fazer ) , falando ainda mais de situação financeira , como fechou o ultimo balanço da gestão do JJ e o balanço de 31/12/2014 , já em parte na gestão do Aidar ???? Qual foi a evolução das receitas e despesas no período ???
    Não estou a favor de um nem contra o outro , apenas destaco que há mais especulação do que informação ….
    Saudações Tricolores

    Sem essas informações fica dificil uma análise séria …..

    • Ricardo, agradeço o comentário, mas você me fez reler o texto dez vezes para encontrar onde foi que escrevi que o Kalil Abdala seria menos nocivo ao São Paulo do que Carlos Miguel Aidar. Como não encontrei, peço que me desenhe. Sobre as dívidas, pelo que apurei, Juvenal deixou um rombo de 300 milhões de reais, em números redondos. Também relendo o texto acho que citei que ele era o maior culpado (ou não?). Em um ano e três meses, pagando o mínimo e rolando a dívida, ela estaria em R$ 350 milhões aproximadamente. Mas está em R$ 440 milhões. Isso quer dizer, a grosso modo, que Juvenal endividou o clube em R$ 300 mi, durante oito anos e Aidar endividou em R$ 90 milhões em um ano e três meses. Confere? E se Carlos Miguel não sabia da dívida é, no mínimo, o bobo da corte.

  14. Parabéns Paulo Pontes ! Os verdadeiros São Paulinos agradecem o seu trabalho!
    Gostaríamos muito de ter pessoas como você em cargos de confiança no clube !

  15. eu e meu marido estávamos ouvindo o programa. Nós somos sócios do SPFC, meu marido são-paulino e eu Corinthiana. Ficamos estarrecidos com a atitude do Sr. Adiar. Não é conduta de um presidente de clube. Um bate boca ao ar foi uma vergonha. Você, Paulo foi extremamente educado e só falou a verdade. Parabéns…

  16. Gente como voce PP, e’ o que falta nesse nosso paiz das vantagens.
    Essa e’ a tempera de muita gente ainda, mas isso no nosso meio e’ insignificante e na’o alavanca votos muito menos simpatia. Somos o que somos, visto na kartolagem, nos politiqueiros e continuara’o reinando por ai’ como bandidos travestidos de deuses, que o diga Romario e alguns juizes e promotores honestos. Agora nosso SAOPAULO, vai mesmo no caminho dos colegas, da irmandade conivente com a cbf, fpf e fifa, isso e’ fato, e contradizer esse caminho nesse momento e’ praticamente impossivel.

  17. Parabéns pela transparência Paulo e lamento que o Sr. Aidar esteja tão irritado com tudo.
    Não presenciei o fato, apesar de ser um ouvinte do Jornal da manhã da JP, e não posso julgar o caráter do Aidar pois não o conheço e não sei se oq eu dizem dele é verdade.
    Só sei que ele deveria se conter mais como.presidente de uma instituição honrosa como o SPFC, e trabalhar dignamente por esse clube como fez na sua primeira gestão.
    Não o culpo de tudo, como vc bem disse Paulo, o problema vem da.péssima gestão do JJ, mas ele fez parte da alteração de estatuto, sendo o líder dessa mudança nefasta para a história do clube.
    Então Sr. Aidar, o Sr. É co-responsavel pelo estado financeiro do clube, se virá para conservar as ações infelizes do seu antecessor, que foi apoiado pelo Sr.

  18. Admiro muito sua coragem! Muito mesmo!
    Em uma época em que não existia rede social ou internet, as pessoas deitavam e rolavam….agora não! Num simples clique todos ficam sabendo de tudo que acontece e isso é muito importante em uma sociedade como a nossa, onde os valores mais básicos de honestidade, verdade e honra são constantemente desrespeitados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.