Derrota previsível para um time que não se encontrou até agora

Amigos são-paulino, leitor do Tricolornaweb, perder do San Lorenzo, atual campeão da Libertadores e líder do campeonato argentino, com o Nuevo Gazômetro lotado, é absolutamente normal. Por isso, ao contrário de muitos, não vejo como uma tragédia essa derrota. O que sinto é que o time não consegue se encontrar em campo, e até quando não joga mal, acaba perdendo.

Nesta quarta-feira, em Buenos Aires, foi o que eu vi. O San Lorenzo, um time limitado, mas com a garra argentina, tentou exercer pressão desde o começo do jogo. Mas o São Paulo foi conseguindo ter posse de bola e, aos poucos, equilibrou o jogo. A única jogada de destaque do San Lorenzo era a descida do lateral e do meia pela direita. Reinaldo, limitado, não dava conta. Ora era Ganso, outra Souza, que ajudavam na marcação, mas geralmente os argentinos levavam vantagem.

Não entendi a razão de Muricy não ter deslocado Michel Bastos para o setor. Além de ser melhor para esta marcação, poderia fazer a inversão e o 2 em 1 na frente, com descidas de Reinaldo.

A contusão de Kardec também foi fundamental para a derrota. Mas os erros de Denilson nos passes, algo que já se tornou tradição, mas, e principalmente, de Ganso, deixaram o ataque sem receber bolas. Com Pato e Centurion jogando abertos, faltava um homem referência na área.

Mesmo assim o time estava dominando o jogo no segundo tempo. Tanto que o gol saiu num contra-ataque. Bola lançada alta para o meio de campo, Lucão perde na cabeça, a bola vai para o atacante que dá um chapéu em Tolói e marca um golaço. Neste lance fatídico não dá para culpar Muricy. E, mesmo entendendo que ele cometeu alguns erros táticos ontem, não o coloco como principal culpado da derrota.

A classificação para a próxima fase está aí, só depende de nós. Temos que ganhar do Danúbio em Montevidéo e, convenhamos, não é tarefa difícil, e podemos pensar em jogar por um empate com o Corinthians no Morumbi – apesar que, para mim, nossa obrigação é vencer em nosso estádio -. E teremos tempo para melhorar este time para os jogos decisivos.

8 comentários em “Derrota previsível para um time que não se encontrou até agora

  1. Como ja tinha dito é um amontado de jogadores, ate controlamos um pouco esse jogo mas de que adianta se nao chuta a gol, se nao faz gols, nem que seja 1, e que coisa horrorosa isso do zagueiro bater falta, cade o Rogerio, ou pato ou ganso, qualquer um, menos um zagueiro que tentou colocar a bola, zagueiro faz gols dando chutes fortes.
    Vejo sim muriçoca culpado pq ele que escala, e vendo o reinaldo sendo engolido do lado esquerdo, pq nao chamou o Michel e obrigou ele a dar uma força daquele lado, se tivesse feito isso talvez nao tivessemos tomado gol, logico que perder para o San Lorenzo na casa deles cheia, é normal, mas como temos perdido os jogos o jogadores perdido, do Rogerio ate o Kardec, agora se nao ganhar do Danubio, perder qualquer que seja os pontos, ai pode dizer adeus, a nao ser que as galinhas alem de ganhar do san lorenzo entregue o jogo contra nos.

  2. O problema não é perder e sim como se perde, de tanto o tricolor jogar de forma apática e ser derrotado sem sequer chutar ao gol, o torcedor perdeu a paciência e agora qualquer derrota dita “normal” começa a se tornar intolerável e isso é culpa de todos inclusive da diretoria que contribuiu para a turbulência do ambiente. O único caminho é começar a jogar bola e rápido. O Muriçoca tem que começar a dar oportunidades aos jovens do elenco, boschilia, thiago mendes, hudson, cafu e ewandro.

  3. Entendo que foi um resultado ruim para o SPFC mas nada fora do previsível, pois jogar na Argentina contra um campeão da Libertadores nunca será tarefa fácil.
    Faltou um pouco de sorte ao time, que tem um elenco bom mas não tem demonstrado isso em campo, mesmo assim seguimos em frente na Libertadores. Uma pena Dória ter se machucado, pois está fazendo falta uma liderança na zaga, assim como Kaká mesmo jogando medianamente era uma referência, e quanto a Tolói acho que está mostrando que não vai continuar no SPFC.

  4. No São Paulo falta um Jogador igual a Gerson, Pedro Rocha, que funcionava como tecnico dentro do campo.
    No time atual vc não vê isso e muito menos vontade de ganhar jogos.

    • Tivemos Kaka por alguns jogos no segundo semestre,
      e isso ficou evidenciado,
      acontece que os tempos sa’o outros e esses jogadores, tipo Gerson, Xica’o,
      Pintado, Dias, Palito que mandaram embora porque tinha raca demais, Lugano, Pedro Rocha, Dario Pereira, Forlan esta’o extintos,
      a verdade e’ tragica, nosso futebol faliu junto com nossa politicagem
      e ainda na’o percebemos, nem depois dos sete gloriosos dentro de casa.

  5. Clarissimo que era previsivel nossa derrota, ainda na’o jogaram tanto quanto
    quando jogaram com a travekada, naquele jogo sobraram e perderam,
    ontem na’o precisava tanto, entregariamos certamente.
    O time deles tem um posicionamento tatico infinitamente superior ao nosso.
    Individualmente se Reinaldo e’ limitado, o que dizer de toloy, souza, pato,denilson,
    que desfilavam como se estivessem na passarela, toloy e’ apenas do apenas,
    da do’, deve ser bom pra bater penais e faltas, em marte, ou xutar a bunda do dudu.
    ??? Porque na’o leou Rkaio ???
    Na’o esta’ recuperado, ate jogou na amarelona, veja como sa’o as coisas
    Palito cruzou o atlantico para jogar no Chile na sulamericana e o mandaram
    embora, por isso talvez, incorreu numa desconsideraca’o para o grupo.
    Quanto ao Ganso se falou muito que Boschila entraria em seu lugar,
    na’o entrou nem miseros cinco minutos, deveria ter entrado no segundo tempo,
    por isso e outras cansei, fora murici e comissa’o.
    Para quem diz que Centurion na’o sabe driblar esse argentino foi o unico
    a encarar e arrebentar com a defesa adversaria pena que ninguem o acompanhava, e’ muito bom nesse quesito.
    murici, e comissa’o sa’o culpados na’o pelo jogo de ontem, mas pelo que na’o aconteceu ate’ agora, time sem padra’o ta’tico definido, uma merda pura,
    time sem coraca’o que esta’ sendo zuado por onde vai, ate’ a argentinaida
    midiatica desqualifica nosso time como um desastre, uma aberraca’o do que era.
    Faltou Lugano, deveriam colocar esse tal de ataide, um kartola que sabe muito menos de futebol que qualquer um que frequenta o tricolor na web.
    Enfim se formos para Montevideo com essa pornografia de futebol, sera’
    mesmo dificil, alias pornografia talvez seja mais interessante que ver esse
    timeko do murici jogando, contra a travekada infelizmente e’ o de sempre,
    nosso trenero dificulta as coisas, se ele saissse antes seria um favor, facilitaria.
    As derrotas tem algo positivo nunca e’ definita se for trabalhado seu lado negativo, e o exito e’ mesmo a soma dos pequenos esforcos trabalhados
    dia apo’s dia, ???? na’o e’ mesmo sr. murici ????

  6. Concordo com a análise, no entanto quero ressaltar uma coisa. Estamos nos apequenando, tanto dentro quanto fora de campo. A administração está refém das próprias palavras e atitudes. O presidente deu poder demais ao Ataíde e ao Muricy e não tem força para cobrar nenhum dos dois. Estamos nos contentando com qualquer resultado que não seja humilhante. Jogar pra não ser humilhado, essa é a tônica do São Paulo de Aidar.

    • Na minha opinião o momento é de humildade, principalmente do Muricy. Esquece o esquema da moda e vamos voltar ao que ele tem de melhor. Temos jogadores para montar um 3-5-2 consistente. Vamos jogar o Muricybol, e vamos ser campeões. A merda já está feita. O time é esse. A seleção da Itália á foi campeã várias vezes jogando mal e se classificando na bacia das almas. TIME PRA MIM É:
      ROGERIO- CARLINHOS-DORIA-RODRIGO CAIO-TOLOI-BRUNO-THAIGO MENDES-SOUZA-GANSO(MICHEL B.)-PATO(CENTU)-KARDEK(LF)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.