Nas vezes que foi chamado, o Expressinho não “negou fogo”

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, o São Paulo venceu o Marília de forma muito tranquila no Morumbi, neste domingo. E jogando com o time reserva, a exceção do M1TO. E se formos ver nos últimos jogos, o Expressinho não tem negado fogo. Ganhou do Bragantino, São Bento e Ponte Preta.

Entendo que seria obrigação esta vitória, afinal jogamos contra o pior time do campeonato, dentro do Morumbi e parto do princípio que o elenco do São Paulo tem, obrigatoriamente, que ser superior a estes times do interior. Portanto, mesmo entrando com os reservas, a obrigação da vitória não poderia ser afastada.

Bom para avaliarmos o elenco, vi um Ewandro muito bem, não tendo medo de ir para cima, chutar para o gol. Assim marcou um, perdeu dois, deu uma assistência. Foi muito mais efetivo que Centurion, que deu algumas assistências, mas exagerou no direito de driblar e perder gols.

Gostei também de Boschilia. Apesar de exagerar em algumas individualidades, deu um passe sensacional para o gol de Kardec e fez outras belas jogadas, sempre colocando companheiros em condição de finalização.

Vi um time bem treinado, com os jogadores demonstrando se conhecer, com subidas dos laterais e boa cobertura dos volantes.

Enfim, se não fiquei encantado com um primor de técnica, ao menos vi que para jogos mais fáceis podemos contar com nosso elenco e poupar o que temos de melhor para os jogos mais complicados, como o que será na próxima quarta-feira, certamente.

2 comentários em “Nas vezes que foi chamado, o Expressinho não “negou fogo”

  1. Esse campionatinho foi o melhor do paiz,
    hoje na’o e’ parametro para nada,
    so’ restam os classicos, ainda assim estamos abaixo do esperado.
    Parabens fpf, cbf e kartolagem conseguiram acabar com nosso ex rico futebol.
    Ainda vem a tal de fifa e leva 16 bi sem impostos,
    detalhe aqui quem paga as contas e os impostos somos no’s,
    ainda com os ingressos a preco de primeiro mundo
    com um futebol de quarto,
    deprimente, mas merecemos e mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.