Derrota irrecuperável no Morumbi

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, pensei que o único percalço do São Paulo no Morumbi seria aquele empate com o Coritiba, no começo do campeonato. Mas o time se superou e conseguiu perder para a Chapecoense. E não me venham falar do anti-futebol apresentado pelos catarinenses, pois é do jogo.

Aliás, alguém esperava, mesmo, que a Chapecoense viesse ao Morumbi, com 43 mil pessoas, e enfrentasse o São Paulo de igual para igual? De maneira alguma. Seria suicídio.

Caberia ao técnico Muricy Ramalho prever essa marcação forte e montar um esquema para isso. Só que não foi o que aconteceu e as 43 mil pessoas que foram ao Morumbi saíram irritadas com o que viram.

Ganso esteve irreconhecível, errando passes em demasia. Reconheço que a marcação sobre ele foi forte, mas esta é a hora em que o craque tem que aparecer e se sobressair, decidindo a partida.

A sorte até poderia ter sido diferente tivesse Kardec marcado um gol feito que ele perdeu. Mas depois disso e do gol sofrido, poderia ficar jogando até amanhã que não conseguiria empatar a partida.

O São Paulo teve, se muito, 15 minutos de bom futebol, no início do segundo tempo. Mas parou por aí. A tática estilo Alemanha foi deixada de lado e o Muricybol voltou com tudo, dando todo o cartaz para o goleiro da Chapecoense.

Perdemos três pontos irrecuperáveis e agora teremos o Goiás pela frente. A sequência, que era para ser fácil e nos colocar na liderança sofre um duro golpe e tirou todo o meu otimismo.

10 comentários em “Derrota irrecuperável no Morumbi

  1. Paulo Pontes, boa noite
    Alem de não conseguirmos a liderança, com os resultados de hoje caimos para a 6ª colocação, esse é o resultado da pipocada de ontem.
    Abraços.

  2. Qual é a desculpa agora do TREINEIRO ?

    Primeiro era a falta de peças de reposição, depois o tempo para treinar (se é que ele faz isso) e agora ?

    É um tremendo de um garganta, técnico fraco e ultrapassado, que prefere afundar o time do que tirar o seu amor, o Maicon. Essa paixão vai afundar o SPFC, porque todo mundo sabe que tem que colocar o Rodrigo Caio de volante e o Tolói na zaga, o Sr. Maicon deve ir para o banco. Mas claro que o JUMENTO DO FUTEBOL não vai dar o braço a torcer e vamos perdendo uma aqui, ganha outra ali e o futebol continua essa merda.

    O pior é que essas fãs dele que nada entendem de futebol ainda vão no estádio gritar o nome dele e defendê-lo em todos os sites.

    No futebol moderno técnicos como esse não ganham mais nada.

    BURRICY, VC É ULTRAPASSADO, PEDE PRA SAIR!

  3. As principais fraquezas do técnico Muricy Ramalho:

    1) Não sabe ou não quer aproveitar bem os garotos: só os coloca após os 35 minutos do segundo tempo, quando o time está perdendo! Seria para queimá-los?

    2) Não sabe substituir.

    3) Não sabe mudar o esquema de jogo durante a partida, principalmente quando o time está perdendo.

    4) Tem certos protegidos, que não são substituídos, mesmo quando ineficientes. Ex. Maicom.

    5) Há momentos que lhe dá um APAGÃO e ele fica perdido na lateral do campo.

    6) Insiste em contratação de figurões, mas não sabe tirar o melhor deles!

    Conclusão: técnico parcial, ineficiente e atrasado.

  4. O São Paulo lutará apenas por vaga na Libertadores e olhe lá.

    O time é muito irregular , não consegue uma sequencia de boas atuações e vitórias , temos alguns bons jogadores ,e outros péssimos , dificilmente ganharemos alguma coisa com uma zaga tão fraca dessas , e com Osvaldo e Ademilson jogando pelas pontas , são dois jogadores fracos no máximos reservas.

    E Muricy a tempos esta em má fase , é um treinador limitado na parte tática ,e fica completamente perdido , quando o São Paulo precisa reverter um placar , e como sempre demora pra mexer no time.

  5. Há tempo já “desisti” do Ganso. Não joga nada! A imprensa, como fez o Casagrande na globo na quarta passada, vive elogiando cada toque acidental que ele da na bola e que, uma ou outra vez, pega algum companheiro bem colocado – afinal, queriam o que, o cara fica 90 minutos em campo e em algum momento acontece. Na quarta feira, no melhor momento do time que foi o primeiro tempo, ele levou 10 minutos para tocar na bola pela primeira vez, isso mesmo ocupando a posição que ocupa. Os torcedores também se enganam muito com ele e vivem a “procurar” momentos de craque em seu jogo. É uma pena, mas basta colocar algum marcador ao seu redor e ele mostra a o que veio. . .

    • Caro Paulo RP, concordo com sua avaliação, pois, é exatamente o que estamos vendo.
      Todavia, me pergunto, um jogador com estas características não tinha que ser melhor protegido? e não ser incumbido de marcar.
      Se não me falha a memória, li outro dia, “Ganso um dos jogadores que mais desarma no time do SP”.
      Isto, meu confrade Paulo, mais me parece um mundo as avessas do que evolução, onde já se viu um “quarterback” no futebol americano jogar sem proteção, ou um armador no nosso futebol não ter liberdade para criar?
      Quem tem um gênio deve saber usa-lo, caso contrário ele será um peso.
      Abraço.

  6. Bem nao perdemos de SETE
    e nao estamos desclassificados do campeonato ainda.
    Ganso nao foi tao mal, nem o Palito,
    agora Souza, Maicon, esse infelizmente e’ outro douugrasss,
    muita vontade e so’, vide o chute grotesco no final,
    Ademilson e Osvaldo foram uma nulidade so’,
    substituicoes tardias e que nao acrescentaram nda,
    principalmente o Evandro, teria tentado o Boschila ja’ no
    intervalo no lugar do Osvaldo ou mesmo Ademilson,
    mas quem manda e’ o trenero de planta’o que hoje foi muito mal
    como todo o time, nota zero pra todos.

    • Em tempo, durante a noite fiquei analisando,
      faltou movimentacao ofensiva tipo overlaping e
      deslocamentos dos jogadores aparecendo para
      abrir a zaga compactada do adversario,
      e conclui que faltou vontade mesmo,
      tipo uma tiricia generalizada e esse negocio do
      Ganso voltar a marcar la atraz e’ inadmissivel,
      Messi, na’o marcava ninguem a na’o ser no ultimo jogo.
      Agora, seu Murici, tinha que ter mudado no intervalo,
      e ter aproveitado alguns jogos da copa desses mafiosos
      da fifa para mostrar e mostrar esses tipos de deslocamentos
      feitos atualmente no futebol moderno, nossos jogadores
      pareciam cones no jogo, isso e’ inaceitavel.
      Bem, perder gols faz parte, agora tiricia e’ complicado
      ainda mais quando o adversario e’ do nivel do dougrasss,
      maicon, ademilson, osvaldo e o beca’o que ontem entregou o oro.

  7. Paulo Pontes, bem vindo à realidade. Quando falei que precisávamos analisar o time contra adversários mais difíceis, me referia a times bem armados e não aos times com “nome”, apenas como o nosso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.