Ney Franco caiu, mas a fase ainda é nebulosa

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na  Web, mais uma vez antecipamos, na coluna Alguém me disse, algo que efetivamente aconteceu: Ney Franco não é mais treinador do São Paulo.

Fui defensor de sua permanência até a última quarta-feira. Entendia ser necessário dar um crédito ao seu trabalho. Mas  na volta das férias, depois de sete meses do ano, o time continuar sem padrão qualquer de jogo e perdendo as partidas mais importantes, além de não mais contar com a admiração e o respeito dos jogadores, o ciclo claramente tinha chegado ao fim.

Agora é hora de começar a arrumar a casa. Ainda há tempo de recuperação. Estamos bem colocados no Campeonato Brasileiro, que está apenas no início, temos a Sul-Americana pela frente e a própria Recopa.

Mas para que o futuro seja pródigo, é preciso que o novo técnico seja anunciado ainda hoje. Tenho informações que o acerto com Muricy Ramalho está muito próximo. Não gostaria de ter Dorival Junior, pois nunca fui fã do seu trabalho. Mas aceitaria, se  não houver acordo com Muricy. Até Luxemburgo eu estou aceitando. Só que tem que ser agora, para dirigir o time já na próxima quarta-feira e participar da janela que está aberta para transferências.

Estamos de plantão para informar a qualquer momento, mas satisfeitos pela decisão da diretoria ao demitir Ney Franco. Agradeço o trabalho que fez, principalmente – e somente – ano passado, com o título da Sul-Americana e a classificação para a Libertadores. Ficou na história do clube.

10 comentários em “Ney Franco caiu, mas a fase ainda é nebulosa

  1. A diretoria tem de parar de fazer charme e contratar logo o Muricy. É sem dúvida a melhor opção. Além de ser querido pela torcida, ele tem um bom histórico de conquistas (embora fraco no mata-mata) e se identifica com o clube. E ele não vai deixar atleta desafiá-lo novamente, como fizeram Wahington, Borges e Dagoberto. Chegaria com moral para pôr Luiz Fabiano ou Ganso no banco, se necessário.
    O segundo da lista, Autuori, desde que saiu do S.Paulo não desenvolveu nenhum trabalho digno de nota.
    O terceiro da lista, Dorival, teve um bom momento no Santos e só.

    • Mas como você sabe que ele não vai deixar atleta desafiá-lo e vai colocar Luiz Fabiano e Ganso no banco?
      Essa é uma idealização sua (nossa), mas daí pra ser realidade são outros 500.

  2. Jogador ou trenero que nao apresentam trabalho condizente

    com as necessidades do clube devem ser ser apenas dispensados,

    sem muita conversa.

    Isso nao e doloroso, isso e apenas necessario.

    Diretoria amadora, politiqueira e incompente.

    O nota deissssssssss como pessoa e gente boa

    mas fala muito e seu trabalho como trenero

    e pra la de frako.

  3. Lastimo apenas terem perdido o tempo da parada da Copa das Confederações. O Ney tinha que ser demitido no empate contra o Grêmio. Aquele empate o segurou no cargo e o SP perdeu a grande chance de um novo técnico ter feito a mini temporada com os jogadores. Talvez tivéssemos tido melhor resultado contra as galinhas. . .

  4. De que adianta o técnico bater de frente com jogador se a diretoria também não faz nada, não acompanha direito o que se passa??? A questão disciplinar não depende apenas do técnico. É um conjunto. Se apenas o técnico ficar batendo de frente, dá nisso: elenco paneleiro e técnico demitido.

    Para o tipo de elenco que temos (características dos jogadores), Dorival, Autuori, o “Pofexô” e Cuca cairiam como luvas. Precisamos de alguém que faça o time jogar com dois meias e um centroavante, do contrário, as insatisfações não irão parar e o ambiente continuará tumultuado.

  5. Gosto muito do Jorginho, ex portuguesa /palmeiras. O problema é justamente ele poder ser outro fantoche. O jeito é o Muricy mesmo… Pelo menos a nossa zaga funcionava!

  6. Dorival não tem pulso pra um time com jogadores como o nosso.
    Ele não fez bons trabalhos, na época do Santos, por diversas vezes atrapalhou o time.
    Após a saída da vila, ele fez trabalhos que espelharam sua competência atual.
    Muito fraco.
    Ele no banco do São Paulo será um fantoche dos jogadores mais velhos.
    Não acho que o Muricy seja a redenção mas é o único no Brasil que poderia dar jeito na casa.
    Nei Franco nunca fez nada que o credenciasse a ser técnico do São Paulo.
    Os resultados obtidos na seleção de base, até um imbecil que não atrapalhasse conseguiria.
    É só ver a escalação do time.
    Quem tem um time com Neymar, Lucas, Oscar, Fernando, Casemiro, Alecsandro e Danilo, tendo outros com muita qualidade, no mínimo teria que ganhar o que ganhou.
    Espero que esse Senhor nunca mais apareça pelos lados do Morumbi, ele Osvaldo de Oliveira Levir Culpi, Leão, etc etc

  7. Vade retro! Mas com qualquer outro técnico, se não houver pegada dos jogadore, aplicação de todos e banco decente (isto é um plantel e não um time de onze, quer dizer 9 a considerar Douglas e Juan) nada feito! Ou seja não vai mudar muito, pois essa turminha que dirige o clube não está vendo isto há muuuuuuuito tempo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.