Joguei a toalha para Ney Franco

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, acabo de jogar a toalha para Ney Franco. E não é porque o São Paulo perdeu do Corinthians, nem porque a maioria massacrante da torcida está pedindo sua saída. Sempre fui defensor da manutenção do técnico, por mais que os resultados não estejam satisfatórios.

Mas isso só é possível quando se enxerga evolução no time. E não é isso que estou vendo. Ao contrário, está deprimente ver o São Paulo jogar.

Não é segredo para ninguém que o ambiente está para lá de deteriorado no CT da Barra Funda. Que o elenco está rachado e mais da metade é contra a permanência de Ney Franco. O descontentamento está em todos os lugares. E isso pode explicar facilmente a falta de vontade de alguns jogadores em campo.

Entendo que ele até fez um bom trabalho ano passado, nos classificando para a Libertadores levando ao título da Copa Sul-Americana. Esperava mais, muito mais este ano. Afinal, início de temporada, ele teria um planejamento já conhecendo o elenco. O tempo foi passando, os clássicos aparecendo e o São Paulo sempre derrotado, as eliminações surgiram, e nada.

Estamos no sétimo mês do ano e até agora ele não conseguiu encontrar um padrão para o time. Não consegue fazer Ganso e Jadson jogarem juntos. Não consegue definir o esquema a ser utilizado. Deixa, na maior parte do tempo, o time nas mãos de seu auxiliar para os treinos no CT. Basta, isso não pode continuar.

Eu esperava, sinceramente, ver um time diferente no jogo desta quarta-feira. Entendia que a pausa de 15 dias ocasionada pela Copa das Confederações seria suficiente para ele dar padrão de jogo ao time, coisa que não fez o ano inteiro. Ledo engano. Nada mudou e o São Paulo perdeu mais uma vez.

Então, chega. Não dá mais. Não sei se é hora – acho até que não – da volta de Muricy Ramalho. Não sei se é hora de – desculpem o palavreado – abrir as pernas e trazer Wanderley Luxemburgo. Mas não sou pago para resolver essa questão.  Sou pago para opinar. E nesse momento quero a demissão de Ney Franco. Já. Antes do jogo de domingo, contra o Santos. Tem que ser agora.

15 comentários em “Joguei a toalha para Ney Franco

  1. Jogo do amistoso contra o flamengo não conta para RC?……ficaria 1079 jogos……na lista tem alguns amistosos.

    Diretoria ruim, 1 mês de parada e não demitiu esse treinador fake….vai entender……. esperavam que o futebol iria melhorar, só a diretoria mesmo para acreditar.

    E ainda renovam com o péssimo denilson a pedido desse treinador fake……..

  2. Podem colocar qualquer técnico no comando do SPFC, porém, enquanto essa diretoria, principalmente Adalberto Batista, estiver no comando, o SPFC vai continuar a mesma lástima que estamos vendo… RIDÍCULO! Sem mais…

  3. Penso igual. Tal como você, defendia a permanência dele pelo bom desempenho no ano passado, mas ontem ficou claro que ou ele perdeu o controle sobre o elenco ou não sabe mais o que está fazendo. O time perdeu apenas o Lucas e caiu muito de produção. Perder faz parte do jogo, mas perder perdido em campo não pode. Ninguém paga ingresso para ver marmanjo desfilando nem para ver um monte de loucos correndo atrás da bola. Empenho e organização é o mínimo esperado.

  4. Ney já foi e ainda mais com a declaração que deu……é só questão de horas.

    Amistoso SPFC e flamengo não entra na conta de jogos do Rogerio Ceni?……..seria 1079 jogos e não 1078.

  5. E viva nosso técnico, e também o “amado” fabuloso artilheiro de gols inúteis (afinal o jogo de ontem era decisão, por isso não podemos cobrá-lo), como já disse em outro post, chega logo 2014 ! Ah, tinha dado prazo de 3 meses para o Ney e 6 para o “matador”, o Ney já estou revendo, agora o do tal fabuloso…

  6. Paulo, hoje estou decepcionado. Não com o resultado ou apresentação de hoje, mas por ver que já são 13:52 e até agora não demitiram o Ney Franco.

    Estão esperando o que?

  7. A manutenção de Ney Franco, mesmo diante das evidências de sua incapacidade em montar o time do SPFC,só nos trará a continuidade das decepções e o pior, a certeza de humilhação internacional no jogo contra o Bayer….já imaginaram esta cambada de grossos acéfalos jogando contra o atual campeão da Champions….é melhor usar o uniforme do Tahiti para não macular o nosso Glorioso São Paulo …valeu JuJu!

  8. Paulo, amigo, o Profexor Luxa não, pelo amor de Deus!!!! Talvez, Dorival Junior ou mesmo Muricy de volta. Mas o Profexor NÃO!!!! Se isso acontecer, vou pedir licença por um tempo e deixo de torcer pelo Tricolor! Tenho dito!!!

  9. Mais uma observacao

    NAO TORCO PRA TIMES QUE FREQUENTAN A SERIE B

    Estou fora dessa categoria

    Nao suportaria tal vexame

    Portanto meu fanatismo nao iria de encontro ao amadorismo

    dessa diretoria MEDIOCRE.

  10. Demorou, PP, para jogar a toalha. Eu já a tinha jogado há algum tempo atrás.
    Como comentei aqui, nestes dias em que o brasileirão ficou parado, quanto mais tempo o NF tem para treinar o time, pior ele fica.
    Depois do amistoso contra o Flamengo, foi esse o meu comentário; ontem ele apenas confirmou o que já esperava dele.
    Quem dirige o SP é um grupo de imbecis que, podem gostar do clube mas não entendem de futebol.
    Desculpem mas estou “p” da vida. Todos que ousamos usar este espaço, a nós concedidos, enxergarmos com clareza a inutilidade
    do Ney a muito tempo. Ele, inteligentemente, usou a saída do Lucas para encobrir as deficiências do time ( e olha que não acho o Lucas esse craque todo; mas concordo que ele carregou nas costas aquele amontoado que o NF colocava em campo e que, não por coincidência é o mesmo que coloca hoje).
    PP, desculpe, mas precisamos jogar a toalha para o Rogério Ceni também. Infelizmente para todos, já “virou o ponto”; ele perdeu o momento. Ele fez muito pelo SP mas o SP fez muito mais por ele. Acho que está na hora do M1to reconhecer e “pedir para sair” já que vai ser muito desgastante coloca-lo no banco.
    um abraço

  11. Nao simpatizo com os metodos de trabalho do nota deis.

    Nunca existiu nenhuma tatica, ano passado era o Lukas que arrebentava.

    Esse ano tedo o pipokeiro que e marrento e nao ta jogando nada.

    O time nao tem tatica nenhuma, se vermos o jogo de ontem e uma desorganizacao heroica,

    enquanto nosso adversario sempre se defendia com mais jogadores,

    e tambem atacava com mais jogadores,

    issso e organizacao tatica, que nao se compra em supermercados ou farmacias

    e sim em treinamentos exaustivos,

    Nao temos nada depois de um ano de nota deissssssssss

    Entao ja era, demorou pra mandar embora.

    Tchau volta pra selemerda.

  12. Nada mudou??????

    Pelo contrário, o time fico pior do que estava antes da parada da Copa das Confederações. Parece que não treinaram nada e ainda perderam o pouquíssimo entrosamento que tinham!

  13. Sempre defendi o Ney Franco entretanto paciência tem limite, o cara não tem pulso para segurar o elenco. Trazer o Muricy agora creio que também não seja a solução, o nome do Wanderley no São Paulo nunca me soou bem entretanto creio que seria um choque tê-lo no Morumbi, ou arrumava a casa ou derrubava tudo de vez. Me simpatizo com o nome do Dorival Junior mas este também seria mais uma aposta pelo que foi no Santos e não conseguiu ser nos demais times.

    Não me crucifiquem pelo que irei dizer, admiro muito essa pessoa e sou grato como são paulino por tudo que ele fez ao nosso time mas creio que a hora do Rogério Ceni se aposentar passou, entendo que com a saída dele, do Ganso, de mais uns 3 ou 4 jogadores bizarros e principalmente do “eterno” Juvenal e suas viúvas o São Paulo iria melhorar uns 70%!

  14. Tb não entendo essa demora na troca do comando. Pra mim, teria que ter acontecido antes mesmo da parada pra Copa, pq aí o novo técnico teria tempo pra trabalhar o elenco, até pq, eu já não tinha muitas esperanças de que o NF fizesse isso em 15 dias, sendo que não o conseguiu fazer em 7 meses. Também não acho que o Muricy seja a melhor opção no momento (ainda que 1000 vezes melhor que o NF). Sempre quis o Luxemburgo no SP, mas confesso que tenho um pouco de receio devido às várias denuncias de esquema dele na contratação de jogadores e da falta de foco que tem mostrado com o futebol atualmente. Mas, se a direção trouxer apenas ele (e não aquela comissão técnica gigante), e podá-lo nas negociações de jogadores, acredito que seja uma boa alternativa., Até pq, não acho que haverá outro grande clube como o spfc como possibilidade pra ele nesse momento da carreira. Enfim, uma troca é mais do que necessária nesse momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.