Eu posso dizer: “Eu já sabia!”

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, todos são testemunhas, mesmo me criticando pelo excesso de otimismo, que puxei no nosso site a campanha de que “enquanto houver um por cento de chance eu terei 99% de esperança”. Vencemos, nos classificamos e, então, eu posso dizer: “Eu já sabia!”

Não estou com isso querendo dizer que já considero o time um dos favoritos ao título, que tudo está perfeito, que não precisa melhorar nada. Ao contrário, muito há que ser feito.

Mas ontem o time foi nota 10. Se faltou técnica em alguns momentos, sobrou raça. Se faltou esquema tático mais aprimorado, sobrou determinação. Jogando o que jogou ontem, com toda aquela vontade de ganhar, tivesse sido eliminado teria saído de campo aplaudido. O São Paulo foi, mesmo, o São Paulo.

Wellington e Denilson relembraram a dupla do ano passado, onde ninguém passava, a marcação era precisa e a saída de bola com correção. Lúcio e Rafael Tolói não tiveram uma única falha. Foram precisos, perfeitos, gigantes. Ganso, marcado passo a passo por Pierre, conseguiu superar a marcação e teve a genialidade de iniciar a jogada do segundo gol. Osvaldo, se errou alguns cruzamentos e chutes, foi o responsável pelas assistências dos dois gols. Aloísio, batalhador, grosso, mas raçudo. Carleto ganhou a posição e hoje é unanimidade pela esquerda. Até Paulo Miranda foi bem. Douglas, que não é meia, errou alguns passes, mas marcou muito. E Rogério Ceni…esse é M1TO. Calou a boca dos invejosos torcedores adversários de que está velho, na hora de parar.

Não adianta se iludir e imaginar que o São Paulo fará grandes contratações para as oitavas-de-final da Libertadores. A fase começa já na próxima semana (apesar que o São Paulo só deve jogar daqui a 15 dias), e, nem temos jogadores em vista, nem teremos tempo hábil para isso.

Mas tenho a impressão que o Atlético-MG voltará a ser Atlético e que o São Paulo voltou a ser São Paulo. E que podemos repetir o placar no primeiro jogo no Morumbi. E se isso acontecer, o Atlético vai mergulhar na profundidade da leveza de sua camisa. Lembrando que para o primeiro jogo já teremos Jadson de volta. E no segundo, Luis Fabiano, que está em dívida com o clube. Será a hora dele acertar as contas.

Estou muito feliz, sim, como está toda a Nação são-paulina. O time fez o que dele se esperava. Missão dada foi missão cumprida. A torcida também fez a sua parte. Os mais de 50 mil torcedores presentes no Templo Sagrado do Futebol empurraram o time desde o apito inicial do árbitro e não pararam um só segundo. Foi o casamento perfeito: time e torcida. Que dure para sempre!

3 comentários em “Eu posso dizer: “Eu já sabia!”

  1. A divida do pipoka duvido que sera paga um dia

    O kara e um irresponsavel

    deveria ser arremessado bem longe do Morumbi

    Sequer foi assistir o jogo in loco como outros

    e quica assistiu em algum lugar

    Eu o trocaria ou venderia

    esse pipoka e apenas um mau karater

    vaza

    cereja podre

  2. É como eu disse, ontem o tricolor me surpreendeu MUITO. Fiquei muito feliz com a entrega dos jogadores, não imaginava que eles iriam mudar da água para o vinho dessa forma, e isso me enche de orgulho. Tiveram muita raça e honra, espero que isso crie um sentimento forte no grupo e que essa vontade continue. Se o tricolor ganhar essa libertadores, será épico e inesquecível, digno da despedida que o Rogério merece.

  3. Como eu sempre disse , “Surpreendente São Paulo” . Se o Tricolor jogasse sempre desta forma , com essa vontade ninguém pararia esse time , porque se falar que o SPFC não tem time é mentira , e têm mais o Ganso precisa de mais oportunidade pra mostrar o bom futebol eu acredito nele e todo elenco Tricoloro … Amo esse time e ontem minha Fé , nossa Fé foi muito maior .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.