Volpi pega pênalti, Luciano faz gol e São Paulo empata com Bahia

Um gol do estreante Luciano aos 40 minutos do segundo tempo garantiu ao São Paulo um suado empate por 1 a 1 com o Bahia, que abrira o placar com Rossi, no Morumbi. Tiago Volpi defendeu um pênalti cobrado por Gilberto no primeiro tempo e também foi fundamental para o ponto conquistado.

A pressão sobre Fernando Diniz continua. O São Paulo soma quatro pontos em três partidas no Brasileirão e ainda não conseguiu jogar bem. Agora visita o Sport, na Ilha do Retiro.

Já o Bahia, invicto e com sete pontos em três partidas, está próximo dos líderes, que têm nove, e visita o Ceará na próxima rodada.

O São Paulo terminou o tempo com 63% de posse de bola e 11 finalizações contra duas do Bahia. O que isso significa? Nada. A posse de bola foi improdutiva, com muitos passes próximos do círculo central, e as duas finalizações dos visitantes foram muito mais perigosas do que qualquer chegada são-paulina.

Na primeira, em pênalti assinalado com auxílio do VAR após disputa entre Igor Vinícius e Rodriguinho, Tiago Volpi fez defesa espetacular na batida de Gilberto. Na segunda, Rossi avançou entre Reinaldo e Bruno Alves, saiu na cara do goleiro e chutou bem para marcar seu primeiro gol pelo clube baiano.

Luciano entrou no lugar de Igor Gomes logo no intervalo. Afoito, mas participativo. Já o garoto Gabriel Sara, que substituiu Liziero pouco antes dos 15 minutos da etapa final, colaborou pouco na criação. O Bahia, por sua vez, jogou a metade final do segundo tempo com Anderson no lugar de Douglas. O goleiro titular sentiu uma lesão muscular e precisou sair.

Diniz mexeu profundamente na estrutura da equipe. Acionou Helinho aberto pelo lado direito e Gonzalo junto com Pablo dentro da área – eles substituíram Igor Vinícius e Tchê Tchê. Daniel Alves foi deslocado para a lateral direita nesta tentativa de “abafa” tricolor. No fim, em uma medida aparentemente desesperada para conseguir incomodar o adversário, Léo substituiu Bruno Alves e se posicionou como zagueiro, mas com liberdade para avançar.

A derrota parecia certa (e seria justa), ainda mais quando Elber ficou cara a cara com Tiago Volpi e teve ótima chance para ampliar. Mas o atacante do Bahia finalizou mal e o castigo veio com Luciano aproveitando um desvio de Gonzalo após cobrança de escanteio para marcar de cabeça aos 40 minutos. Logo na jogada seguinte, Reinaldo cruzou rasteiro e Pablo, na pequena área, não conseguiu pegar em cheio.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 x 1 BAHIA

Data/Horário: 20/8/2020, às 20h
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Daniel do Espirito Santo Parro (RJ)
Árbitro de vídeo: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Cartões amarelos: Vitor Bueno, Gabriel Sara (SAO); Gregore, Zeca (BAH)
Cartões vermelhos: –

Gols: Rossi, aos 20’/1ºT (0-1); Luciano, aos 40’/2ºT (1-1)

SÃO PAULO: Tiago Volpi, Igor Vinícius (Gonzalo Carneiro – 30’/2ºT), Arboleda, Bruno Alves (Léo – 38’/2ºT) e Reinaldo; Tchê Tchê (Helinho – 30’/2ºT), Liziero (Gabriel Sara – 14’/2ºT), Igor Gomes (Luciano – Intervalo) e Daniel Alves; Vitor Bueno e Pablo. Técnico: Fernando Diniz.

BAHIA: Douglas (Anderson – 22’/2ºT), João Pedro, Ernando, Juninho e Zeca; Gregore (Elton – 27’/2ºT), Ronaldo e Rodriguinho (Danielzinho – 18’/2ºT); Élber, Rossi (Alesson – 27’/2ºT) e Gilberto (Saldanha – 27’/2ºT). Técnico: Roger Machado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.