Souza diz que Mineiro foi o marcador mais difícil que enfrentou

O meia Souza tem mais de 20 anos de carreira e muitas histórias para contar. No Brasil e até na Europa, ele enfrentou grandes adversários e encarou marcadores implacáveis.

Mas um, em especial, foi o mais difícil de passar. Em entrevista ao GloboEsporte.com, o alagoano revelou nesta sexta quem foi esse volante.

– Com certeza, foi o Mineiro. Quando eu comecei no São Paulo, ele atuava pelo São Caetano. Rapaz, o cara era chato. Passar por ele era muito difícil. Quando eu achava que tinha passado, ele já estava na minha frente.

Em 2005, curiosamente, Mineiro foi contratado pelo São Paulo. Souza, irreverente como é, contou como foi a recepção ao marcador.

Cara, quando eu recebei a notícia, comemorei duas vezes. Primeiro, pela grande contratação que o São Paulo fez; segundo, porque eu não precisava mais enfrentá-lo.
Ao lado de Mineiro, Souza viveu o momento mais importante da carreira. Juntos, eles conquistaram o Mundial de clubes contra o Liverpool. O gol do título foi justamente de Mineiro, após um passe do também alagoano Aloísio Chulapa.

Em 2006, Souza e Mineiro comemoraram mais um título juntos pelo Tricolor: o Campeonato Brasileiro, sob o comando do técnico Muricy Ramalho.

Depois disso, Mineiro se transferiu para o Hertha-ALE e Souza continuou no São Paulo até 2008, quando foi negociado com o Paris Saint-Germain.

Histórico

Revelado pelo CSA, onde começou como lateral-direito, Souza chamou atenção nos primeiros anos como profissional e foi vendido para o Botafogo. Passou a atuar como meia. No São Paulo, jogou também como ala-direito.

Aos 41 anos, Souza assinou em 2020 com o Murici para disputar o Campeonato Alagoano. Fez três partidas na competição.

Com a paralisação do futebol, o contrato do meia acabou e ele não sabe qual será o futuro.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.