‘Se o VAR tem razão, que essa imagem venha’, diz Fernando Diniz

Fernando Diniz disse que o São Paulo precisa fazer uma reclamação formal à CBF se não for exibida uma imagem que comprove o impedimento de Luciano no gol anulado com o auxílio do VAR durante a derrota por 3 a 0 para o Atlético-MG – a partida estava empatada sem gols quando o lance ocorreu.

– Se o VAR tem razão, que essa imagem venha, para a gente ficar um pouco mais sossegado e o torcedor do São Paulo também, além de quem gosta de futebol. Até agora ninguém entende porque o VAR anulou o gol – disse o treinador.

– Se o VAR apresentar uma imagem que dê segurança de que estava impedido, não teria motivo para reclamar, mas a gente tem que ver a imagem. Se não ocorrer, o São Paulo tem que se manifestar. Senão a gente fica se sentindo lesado, com o uso do VAR inclusive – emendou.

A imagem exibida pela transmissão de TV não é conclusiva. Luciano parece estar na mesma linha do último zagueiro do Galo.

Rafael Traci, árbitro de vídeo em Belo Horizonte, ainda chamou o árbitro de campo para que observasse uma disputa entre Diego Costa e Marquinhos. No entendimento de Traci, Diego fez uma falta que impediu o atleticano de sair na cara de Volpi e, por isso, deveria ser expulso. Jean Pierre Gonçalves discordou e não puniu o são-paulino.

– Não entendo também como chamaram o VAR para ver o lance do Diego, sendo que o juiz estava do lado do lance. Aí o VAR chama para fazer aquilo e não chama para ver a agressão que ocorreu no jogo do Corinthians, uma coisa fácil de ver. O uso do VAR, desde o ano passado, tem sido equivocado em muitas ocasiões. Hoje foi equivocado ao extremo se ficar comprovado que o gol estava legal – emendou.

Ao citar o jogo contra o Corinthians, Diniz lembra do soco que Jô acertou no mesmo Diego Costa antes de uma disputa de bola no segundo tempo. O árbitro de vídeo foi acionado pelo árbitro de campo, mas não recomendou nenhuma punição ao atacante, que foi denunciado pelo STJD e pode ser punido no tribunal.

Um comentário em “‘Se o VAR tem razão, que essa imagem venha’, diz Fernando Diniz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.