São Paulo vai manter time de lendas e quer reforços como Fabuloso e Kaká

Diego Lugano planeja manter o time de lendas do São Paulo, campeão da Legends Cup no último domingo, em atividade ao longo de 2020. E mais: a ideia é acrescentar nomes de peso à equipe, a começar por Amoroso, que jogou a competição pelo Borussia Dortmund, mas é um dos líderes do projeto são-paulino.

– O Borussia vem fazendo esses jogos há um ano. Fizemos na Tailândia, fizemos em Hong Kong, fizemos na Alemanha… Pela estrutura que o Borussia já tem, o Lugano me contatou para a gente iniciar o São Paulo Legends. Foi muito fácil, o São Paulo tem uma estrutura maravilhosa, nos proporcionou a chance de trazer o Borussia ao Brasil pela primeira vez. Está todo mundo encantado. Eu faço parte do grupo, mas como sou um dos embaixadores do Borussia não poderia não atuar pelo clube aqui. Com certeza, faço parte do São Paulo Legends, é um dos programas a tocar daqui para a frente. É uma coisa interessante que nós queremos fixar – disse Amoroso.

Kaká, Luis Fabiano e França não puderam comparecer no domingo, mas estão na mira de Lugano para as próximas aparições do São Paulo Legends. Kaká não esteve no Morumbi neste fim de semana por que está em lua-de-mel, enquanto Luis Fabiano preferiu não participar enquanto não define se segue em atividade ou não e França, que mora no Japão, não teve tempo hábil para se preparar fisicamente e recebeu recomendações médicas para não jogar.

Outro que foi convidado e não apareceu é Rogério Ceni. Segundo Lugano, o técnico do Fortaleza cogitou até pegar um helicóptero para voar de Teresópolis, onde estava fazendo o curso de treinadores da CBF, para a capital paulista, o que acabou não acontecendo. Pelos compromissos com o clube cearense, o Mito dificilmente estará no São Paulo Legends ao longo de 2020.

– Na América do Sul, acho que ainda não damos o valor necessário ao que esses jogadores ainda podem dar ao clube. Divulgando a marca, deixando feliz o torcedor, que é o nosso principal consumidor. Aprendemos muito com os europeus, o Bayern tinha dez campeões do mundo em campo, impressionante. No Barça, todos são campeões da Champions League. Ele têm um respeito muito grande pela história, pela história, e isso é o nosso objetivo – disse Lugano.

Comandado por Muricy Ramalho, o São Paulo teve os seguintes jogares na Legends Cup: Zetti, Roger, Fabão, Falcão, Lugano, Aloísio, Jorge Wagner, Bordon, Denilson, Mineiro, Leandro, Muller, Souza, Junior, Careca, Richarlyson, Silas, Josué, Cicinho, Ronaldão e Dagoberto.

– O objetivo principal é trazer para dentro do clube, para dentro do Morumbi, a mística e a história de três ou quatro gerações ganhadoras, de craques. A energia desses caras tem que estar aqui de qualquer jeito, é fundamental que o São Paulo não perca isso nunca. Copiamos muito do que os europeus fazem, é um fenômeno. Faz com que o torcedor se sinta identificado com a história do clube. O torcedor não torce só pelo resultado do próximo domingo, torce por uma mística, por uma história – concluiu Lugano.

 

Fonte: Uol

3 comentários em “São Paulo vai manter time de lendas e quer reforços como Fabuloso e Kaká

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.