São Paulo tenta dar fim a jejum em ‘decisão’ contra o River

O São Paulo entrará em campo nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), contra o River Plate não só precisando da vitória para seguir vivo na luta pela classificação na Libertadores, mas também para dar fim a um incômodo jejum de vitórias sob o comando de Fernando Diniz.

Há cinco jogos o São Paulo não sai de campo com um resultado positivo. A última vitória do Tricolor foi contra o Fluminense, no dia 6 de setembro, quase um mês atrás. Desde então, o time empatou com Red Bull Bragantino, Santos, River Plate, perdeu para a LDU, e voltou a empatar com o Internacional.

Sob o comando de Fernando Diniz, o São Paulo nunca viveu um jejum de vitórias tão duradouro. A pior sequência da equipe havia sido em novembro do ano passado, quando o Tricolor perdeu para o Fluminense e Athletico-PR, em casa, e empatou com Santos e Ceará fora.

Nesta quarta-feira, o São Paulo tentará evitar o sexto jogo consecutivo sem vitória justamente em uma partida decisiva. O Tricolor precisa vencer o River Plate, na Argentina, para seguir vivo na briga por uma vaga nas oitavas de final da Libertadores. O adversário, atual vice-campeão do torneio continental, empatou em 2 a 2 com o time de Fernando Diniz no Morumbi.

Terceiro colocado do Grupo D da Libertadores, com quatro pontos, o São Paulo terá de contar com um ‘milagre’ para avançar ao mata-mata da competição. Além de ter de superar o River Plate, o Tricolor também precisa vencer o Binacional, no Morumbi, na última rodada, e torcer por um tropeço dos argentinos contra a LDU, na Argentina.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

2 comentários em “São Paulo tenta dar fim a jejum em ‘decisão’ contra o River

  1. Fecha a casinha p perder de pouco ou até com um milagre empatar.
    Nosso campeonato é o brasileiro onde devemos juntar forças e tirar o melhor do nosso fraco elenco.
    Deixar os jogadores em forma física e evitar contusões será um diferencial q nos trará alguns pontos extras.
    Sinceramente hoje no brasil somente Flamengo, galo e talvez o gremio estejam a frente.
    Não trazer jogador em fim de carreira.
    Voltar a zaga original e tentar o Léo como volante de proteção pois acho q esse menino tem este perfil.

  2. O que mata no Diniz é essa inconstância fora de casa, na grande maioria das vezes o nosso time perde,em casa apesar do tropeço contra o River o time sempre vai bem e na maioria das vezes ganha, por isso somos o 3° colocado no Brasileirão! Não acho q tem q haver um caça as bruxas no caso de derrota para o River.Tirar o Diniz agora pode entornar o caldo e dentro de poucas rodadas com Rogério, Tiago Nunes ou Felipão estaremos flertando com a zona de rebaixamento.O nosso campeonato brasileiro até agora dentro dos nossos limites até q é bastante honesto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.