São Paulo se espelha em 2013 e 2016 para conseguir a classificação

A situação do São Paulo não é nada tranquila na Libertadores. Depois de três rodadas disputadas, o time está fora da zona de classificação para as oitavas e ainda terá dois dos três jogos restantes da fase de grupos como visitante. No entanto, o Tricolor pode se espelhar em campanhas do clube em duas edições da competição continental desta década para buscar a classificação.

Em 2013, o São Paulo teve um início muito semelhante ao desta temporada. A equipe foi derrotada por 2 a 1 pelo Atlético-MG no Independência, venceu o The Strongest-BOL por 2 a 1 no Morumbi e empatou em casa por 1 a 1 com o Arsenal de Sarandí-ARG. A situação até então estava relativamente tranquila, já que o time estava na segunda posição com quatro pontos, enquanto os bolivianos somavam três pontos e os argentinos apenas um.

No entanto, o cenário passou a ficar delicado quando o Tricolor foi derrotado fora de casa pelo Arsenal de Sarandí e pelo The Strongest. Dessa forma, o time chegou à última rodada tendo que vencer o Atlético-MG, que até então tinha 100% de aproveitamento.

Empurrado por mais de 50 mil torcedores no Morumbi, o São Paulo conseguiu vencer o Atlético-MG e garantiu a classificação para as oitavas. Rogério Ceni, de pênalti, e Ademílson marcaram os gols do Tricolor naquela noite.

Já em 2016, o inicio da campanha do São Paulo na Libertadores foi pior do que o desta temporada. Depois de perder por 1 a 0 para o Strongest no Pacaembu, a equipe comandada por Edgardo Bauza empatou por 1 a 1 com o River Plate no Monumental de Nuñez e repetiu o placar contra o Trujillanos, na Venezuela.

Assim, o Tricolor sabia que precisava ter um desempenho consideravelmente melhor nas três outras partidas. O time goleou o Trujillanos por 6 a 0 no Morumbi, venceu o River Plate por 2 a 1 em casa e segurou um empate por 1 a 1 com o The Strongest, na altitude de La Paz, garantindo a classificação para as oitavas.

Apesar de ter passado sufoco na fase de grupos, o São Paulo fez uma boa campanha em 2016. A equipe deixou para trás o Toluca-MEX nas oitavas de final e eliminou o Atlético-MG nas quartas. O Tricolor foi parado apenas na semifinal pelo Atlético Nacional, que viria a conquistar o título naquele ano.

Depois de três rodadas disputadas, o São Paulo soma quatro pontos, na terceira colocação do grupo D da Libertadores.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.