São Paulo recusa proposta de R$ 7,5 milhões do Al-Ahli por Osvaldo

O São Paulo não vai vender o atacante Osvaldo. Pelo menos é o que garante o vice-presidente de futebol tricolor, Ataíde Gil Guerreiro, que não aceitou a segunda proposta feita pelo Al-Ahli, da Arábia Saudita pelo camisa 17. A oferta era de R$ 7,5 milhões pelos 50% dos direitos do jogador que pertencem ao clube do Morumbi. A outra metade pertence ao Al-Ahli, dos Emirados Árabes, que já havia concordado com a negociação. O clube do Morumbi, no entanto, tem o poder de decisão no caso.

– Na quinta-feira, havia recusado a primeira proposta (de R$ 4,5 milhões) e fiz o mesmo com a segunda. Não vamos vender o Osvaldo em hipótese nenhuma. Ele tem uma função tática muito importante na equipe, não temos outra peça que faça o mesmo papel. Queremos o título de campeão brasileiro e, por isso, não podemos nos desfazer de atletas importantes – afirmou o dirigente.

Osvaldo vive bom momento na temporada. É o líder de assistências da equipe, com dez passes para gols. Depois de um período de irregularidade vivido em 2013, ele ganhou espaço com Muricy Ramalho que, quando consultado sobre a negociação, deixou claro que não queria perder o jogador. O camisa 17 foi contratado no início de 2012 por R$ 4,6 milhões.

O atacante, inclusive, deverá seguir como titular na sequência do Campeonato Brasileiro. A equipe paulista voltará a campo no dia 16 de julho, para enfrentar o Bahia, em Salvador.

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “São Paulo recusa proposta de R$ 7,5 milhões do Al-Ahli por Osvaldo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.