São Paulo já não conta com patrocínio em 2014 para fechar déficit

Um dos motivos para a crise política entre o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, e seu antecessor Juvenal Juvêncio é financeiro. Falta dinheiro para pagar as contas até o final do ano. Havia duas apostas para cobrir o rombo de R$ 45 milhõesvenda de jogadores e a obtenção de um novo patrocinador. A segunda opção está praticamente descartada dentro do clube.

Há cerca de um mês os cartolas são-paulinos estavam otimistas em conseguir um novo patrocinador ainda em 2014 para substituir a Semp Toshiba. A chegada de Kaká poderia ajudar. Só que nada andou desde então pelo menos para essa temporada, e o consenso dentro do clube é que dificilmente haverá nova renda desta fonte até dezembro.

Questionado pelo blog, Aidar reconheceu que não há novidade na área, e já projeta buscar outras formas de receitas para acertar as contas. As vendas de Lucas Evangelista e Douglas diminuíram o buraco.

No departamento financeiro do clube, é dado como certo que só se poderá contar com recurso de patrocínio para 2015. Até porque as empresas fazem seus planejamentos financeiros no final do ano para a temporada seguinte. Ou seja, uma negociação agora seria para o próximo ano. O máximo que se conseguirá são parceiros pontuais, o que o São Paulo não gosta.

Há ainda a possibilidade de troca de fornecedor de material esportivo com a substituição da Penalty. Pelo menos por enquanto, Aidar nega negociações e disse: “Seguimos com a Penalty até dezembro de 2015″.

Diante desse cenário, o São Paulo terá de trabalhar com as receitas reduzidas até o final de 2014, e torcer para o mercado do futebol melhorar para a próxima temporada.

 

Fonte: Uol

 

Nota do PP: Um time com quinteto mágico, brigando pelo título Brasileiro e não consegue patrocínio, que nota podemos dar ao Marketing: -10. É o pior de nossa história.

Um comentário em “São Paulo já não conta com patrocínio em 2014 para fechar déficit

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.