São Paulo e Rojas assinam prorrogação de contrato

São Paulo e Rojas acertaram a prorrogação de contrato do atacante até fevereiro de 2021, prazo inicialmente previsto para o término do Brasileirão.

A negociação estava acertada há algumas semanas e o novo vínculo foi assinado. O antigo contrato do equatoriano terminou em julho.

Nessa prorrogação contratual, São Paulo e Rojas combinaram uma cláusula de renovação automática do contrato até o fim de 2021 baseada em meta de jogos.

Para isso, Rojas precisa participar de 40% dos jogos do São Paulo até fevereiro de 2021. A participação está condicionada a entrar em campo e não apenas ser relacionado.

Rojas, de 31 anos, não atua desde outubro de 2018 por causa de duas graves lesões no joelho. Com a prorrogação do contrato, o São Paulo pretende dar mais tempo para o atleta retomar sua forma.

A paralisação do futebol causada pela pandemia de Covid-19 sequer daria tempo para Rojas voltar a jogar e mostrar que merece continuar.

Atualmente, Rojas está em tratamento e alternado trabalhos no campo e no Reffis.

Fernando Diniz ainda não teve a oportunidade de trabalhar com Rojas liberado pelo departamento médico.

Quais foram as lesões de Rojas?
Em agosto de 2019, quando estava em fase de transição e iniciava treinos no gramado, Rojas sofreu uma nova lesão no joelho direito (o clube explicou na época que não havia ligação entre as lesões).

Na ocasião, ele teve uma ruptura do tendão quadricipital, de acordo com o São Paulo. Depois da cirurgia, o jogador andava com o auxílio de muletas.

Rojas não joga uma partida desde o dia 26 de outubro de 2018, quando sofreu uma ruptura nos ligamentos do tendão patelar do joelho direito .

Essa foi a primeira lesão grave do atacante. Ele sentiu durante uma partida contra o Vitória, no Barradão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.