São Paulo demite gerente de marketing após discussão em rede social

O São Paulo demitiu o gerente de marketing Edson Lapolla. Entre os motivos para o presidente de clube, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, tomar tal decisão está uma discussão do ex-funcionário com uma conselheira em rede social. Na conversa, ele chamou outros sócios de “bandidos”. Em contato com a De Primeira, Lapolla confirmou a saída do cargo. “Falar a verdade incomoda. Eu não admito corrupção no meu clube. Pessoas que deixaram o São Paulo na situação financeira que está hoje posam de salvadores da pátria. Quanto ao presidente, ele tem razão. Um funcionário não pode criticar conselheiros, mesmo que alguns mereçam”, disse Lapolla.

 

Atualizado às 13h38

Nota do PP: Apurei o fato. A discussão começou quando a esposa do conselheiro Clovis Botelho contestou em sua página do Facebook uma postagem de Edson Lapolla sobre o estádio do Morumbi. Ela lembrou que a oposição foi muito forte na época em que Juvenal Juvêncio queria aprovar o projeto de modernização do Morumbi, mesmo tendo apenas 55 conselheiros. E que Lapolla, além de alguns outros conselheiros que hoje estão na diretoria, naquele momento estavam na oposição e evitaram o prejuízo ao clube.

A partir daí começou a discussão, cujo teor inteiro não tenho porque foi apagado da página do Face. Mas, até onde apurei, foram muitas ofensas com apelidos dados a conselheiros e denúncias de atos ilícitos de alguns.

Alguém fez o print de toda a baixaria e entregou ao presidente Leco, que decidiu demitir o gerente de Marketing Edson Lapolla, que também é conselheiro vitalício.

 

15 comentários em “São Paulo demite gerente de marketing após discussão em rede social

  1. Pode ser o cara que vocês estão falando, más aceitou trabalhar remunerado e disse ainda que queria aumento.
    Conselheiro trabalhar remunerado, enquanto esta recebendo aceita tudo, a hora que recebe o pé na bunda fica se pagando de santo, se tivesse toda essa moral que estão falando não receberia para trabalhar no São Paulo, deveria defender a tese que isso é uma vergonha.

  2. Pra quem não sabe, o Lapolla foi um dos 8 que lutaram contra o FDP do Juvenal bandido, inclusive se candidatando como opositor porque nenhum conselheiro tinha coragem, todos borravam nas calças quando era pra enfrentar aquele bandido que destruiu o SPFC por duas vezes.
    O SPFC está nessa situação porque os vendidos conselheiros aprovavam tudo que aquele pilantra fanfarrão fazia, poucos foram os conselheiros que amam esses clube verdadeiramente como o Lapolla, as múmias então, deveriam já ir pro sarcófago porque votaram naquele verme e sua corja.
    Lamentável a saída do Lapolla, um dos poucos que amam esse clube como nós.

    • Caro Alexandre, corroboro in totum com sua tese. Contudo, o Lapolla, meu amigo de 40 anos, merece um puxão de orelhas, porque errou ao aceitar participar da gestão do Lero_Leco, ainda mais como funcionário remunerado. Não deveria ter aceitado e se mantido na trincheira da oposição. Eu lamento que ele tenha se aliado a esse pusilânime, que não merecia seu apoio.

      • Verdade meu caro, também fiquei decepcionado por ele participar dessa diretoria que foi cogestora das trapalhadas do cachaceiro Juvenal, talvez ele tenha acreditado que poderia ajudar contra os corruptos que ele citou, mas eh difícil combater a corrupção nesse país, como estamos vendo as notícias escandalosas na política suja brasileira com vista grossa do STF.

  3. É por essas e outras que o clube não ganha mais nada que disputa, pois vaidades e desejos pessoais estão acima do interesse da instituição.
    Se não assinar logo com a Adidas é capaz dos alemães desistirem do negócio.

  4. Só para lembrar, o Edson Francisco Lapolla TAMBÉM é integrante do Conselho Deliberativo. Portanto, tudo indica que ele deve saber o que está falando, pois desde que eu o conheço – faz uns 40 anos – ele sempre foi um cara transparente e que não tem papas em sua língua, sempre afiada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.