São Paulo abre returno contra Botafogo para manter tradição de arrancadas

O São Paulo inicia nesta quarta-feira contra o Botafogo, em Brasília, o segundo turno do Campeonato Brasileiro pensando na vitória para manter vivo o sonho de título. E no que depender do histórico recente, o torcedor tricolor pode se animar: nas últimas edições do Nacional, o clube tem conseguido no returno campanhas ainda melhores do que na primeira fase.

O histórico de arrancadas são-paulinas é marcado por recuperações impressionantes, como em 2008. Naquele ano, o Grêmio chegou a abrir 11 pontos a frente do São Paulo, mas acabou perdendo o título para o rival. O clube do Morumbi conseguiu 42 pontos na fase final da competição e conquistou o hexacampeonato sobre os gaúchos.

Em 2006 e em 2007, nos outros dois títulos brasileiros da última década, o time também fez campanhas praticamente irretocáveis na fase final da competição, embora em 2007 tenha ficado com menos pontos no returno (muito por ter conquistado o título com quatro rodadas de antecedência e relaxado).

Agora, a equipe chegará ao Mané Garrincha, às 21h50, com o melhor desempenho recente entre os 20 participantes do Nacional. Foram cinco vitórias nos últimos seis jogos, fruto do entrosamento e do padrão tático imposto por Muricy Ramalho.

“No início [do campeonato] a gente fazia jogos bons e ruins. Agora a gente tá mostrando o mesmo futebol, jogando bem, sendo regular”, afirmou o volante Souza, um dos pilares do setor ofensivo de Muricy.

Mas o principal símbolo do momento positivo do time é o quarteto ofensivo formado por Paulo Henrique Ganso, Kaká, Alexandre Pato e Alan Kardec. Com os quatro em campo, o São Paulo só venceu. A tendência, se nada de anormal ocorrer, é que eles voltem a atuar juntos.

Quem retorna ao time é o meia Michel Bastos, que tem atuado na latera esquerda, mas estava suspenso. Auro deve ser o substituto de Paulo Miranda.

Botafogo

Já o Botafogo está no meio de uma sequência de três jogos fora de casa. Isso só acontece porque a diretoria vendeu o mando de campo da partida, assim como já ocorreu contra o Fluminense. O objetivo é utilizar a renda para pagar parte dos salários atrasados dos jogadores e membros da comissão técnica.

Para a partida, o Botafogo não poderá contar com Edílson, com dores musculares, Bolatti e Ramirez, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, e Dankler, expulso contra o Atlético-MG. Carlos Alberto segue em recuperação de lesão no tornozelo e ainda não poderá entrar em campo. Jefferson completa a lista de desfalques, já que estará em campo pela seleção brasileira contra o Equador.

“Temos totais condições de vencer o São Paulo, temos que jogar como se fosse em casa. Queremos fazer um segundo turno melhor do que o primeiro. O pior momento já passou, até por causa das coisas de fora do campo [crise financeira]. Apesar da derrota contra o Atlético, o clima está leve”, disse Gabriel.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO X SÃO PAULO
Data: 10/09/2014 (quarta-feira)
Horário: 22h (de Brasília)
Local: Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Auxiliares: Alessandro Rocha de Matos e Elicarlos Franco de Oliveira (ambos da BA)

Botafogo
Andrey; Gabriel, Bolívar, André Bahia e Jr. César; Airton, Rodrigo Souto, Zeballos e Wallyson; Sheik e Tanque Ferreyra
Técnico: Vagner Mancini

São Paulo
Rogério; Auro, Edson Silva, Rafael Tolói e Michel Bastos; Souza, Denilson, Ganso e Kaká; Alan Kardec e Alexandre Pato
Técnico: Muricy Ramalho

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.