Maior campeão da história, Dani Alves é trunfo contra jejum

Não por acaso, Daniel Alves virou referência no São Paulo. Enquanto o clube quer acabar com um longo jejum — a última conquista foi a Copa Sul-Americana de 2012 — e Fernando Diniz tenta se consolidar no grupo de técnicos campeões entre times de Série A, o camisa 10 é dono do currículo com mais títulos na história do futebol, com 40 taças. Hoje (29), porém, o astro vai experimentar algo novo em sua carreira. Pela primeira vez, ele defende o time do coração em uma partida decisiva. O Tricolor enfrenta o Mirassol, às 19h, pelas quartas de final do Campeonato Paulista.

Contratado pelo Tricolor em agosto do ano passado, o jogador disputou até agora duelos do Brasileirão (que é por pontos corridos) e das fases de grupo da Copa Libertadores e do Estadual. Mas experiência não faltará para ele em um jogo eliminatório. No total, o ídolo ganhou 21 títulos em torneios com sistema de mata-mata — como o Paulistão.

No dia a dia, Daniel Alves também se consolidou como referência. Em 2020, o jogador tem números que impressionam. Em seu melhor início de temporada, ele já balançou as redes cinco vezes. A dedicação também é destacada por todos. Aos 37 anos, o jogador costuma ser um dos primeiros a chegar e dos últimos a deixar o CT.

Não por acaso, o experiente jogador também virou referência fora de campo. Na hora de negociar os acordos salariais com o Tricolor, por exemplo, ele se tornou um dos líderes nas conversas com a diretoria. O elenco já encaminhou o acerto para o pagamento dos vencimentos — o clube vai depositar 75% de salário e a diferença será quitada a partir de fevereiro de 2021.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.