Jogadores do São Paulo revelam bronca de Diniz no vestiário

Para Fernando Diniz, a vitória do São Paulo não mascarou os problemas que a equipe apresentou nesse domingo, contra a Ponte Preta. Aliás, em entrevista coletiva após o jogo válido pela oitava rodada do Campeonato Paulista, o técnico deixou isso bem claro.

Os jogadores da equipe tricolor admitiram que o puxão de orelha aconteceu já no vestiário, logo após o término da partida. Reinaldo, inclusive, se mostrou ciente de que a bronca não deve parar por ai.

“Fizemos uma excelente primeiro tempo e, no segundo tempo, quando era para crescer mais, demos brecha para a Ponte Preta. O professor já deu uma bronca, tenho certeza que vai dar ainda mais, tanto amanhã (segunda) quanto na terça, então, é ouvir o que ele tem para falar. Ele dá bronca, mas ele quer acertar para não dar brecha para o adversário”, comentou o lateral.

“Nossa equipe teve uma hora em que não estava marcando certo, deixando os caras com espaço. Parecia que estava resolvido, mas resolver é fazer três, quatro, cinco, igual a gente fez com o Oeste. Temos de caprichar mais”, completou.

O jovem Igor Gomes foi outro a falar sobre a irritação de Fernando Diniz.

“O professor Diniz cobrou a gente para ficar mais atento. Quando tivemos um jogador a mais, a gente deixou a concentração cair um pouquinho, deixamos de matar o jogo e aumentar a vantagem. Muitas vezes, a gente vai mandar no jogo, mas não pode deixar a concentração cair. Sempre temos o que melhorar”.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.