Igor Gomes lamenta resultado no Beira-Rio: ‘Não matamos o jogo’

O São Paulo ficou no empate, em 1 a 1, com o Internacional e se manteve na terceira colocação do Campeonato Brasileiro. No segundo tempo, com um jogador a mais, o Tricolor pressionou o adversário, mas não conseguiu furar a retranca colorada no Beira-Rio. Na visão do meia Igor Gomes, o resultado em Porto Alegre não foi justo e a equipe do Morumbi merecia a vitória.

– Acho que foi um resultado injusto. Propomos mais o jogo e ficamos boa parte do segundo tempo com um (jogador) a mais. Eles só se defenderam e se defenderam bem. Mérito deles. Colocamos nossa proposta em jogo e, infelizmente, não matamos o jogo. Acredito que apesar do resultado fizemos uma boa partida, mas tenho certeza que nosso time está muito chateado por não ter conseguido os três pontos. – pontuou o jogador.

De fato, o São Paulo foi superior no segundo tempo. Afinal, a equipe treinada pelo técnico Fernando Diniz finalizou 18 vezes ao gol adversário contra apenas sete arremates da equipe da casa. No último lance da partida, o goleiro Marcelo Lomba ainda conseguiu fazer uma defesa de difícil execução em um chute de Daniel Alves e assegurou o empate no Rio Grande do Sul.

O resultado deixa o São Paulo na terceira colocação do Campeonato Brasileiro, com 19 pontos ganhos. O Tricolor, no entanto, pode ser ultrapassado ainda nesta rodada por Flamengo, Palmeiras, Vasco e/ou Santos a depender dos resultados destas equipes.

O próximo desafio do Tricolor na temporada é contra o River Plate, em Buenos Aires, pela Copa Libertadores. Caso perca para a equipe argentina, o São Paulo estará eliminado do Grupo D com uma rodada de antecedência para o fim da fase de grupos. A partida será quarta, às 21h30, no Monumental de Nuñez.

 

 

Um comentário em “Igor Gomes lamenta resultado no Beira-Rio: ‘Não matamos o jogo’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.