Globo avisa a clubes que valores das cotas de TV devem sofrer queda brusca

Através de uma carta emitida nas últimas horas, a Rede Globo informou aos clubes que os valores mensais pagos pela parte de direitos de transmissão do Brasileiro, referentes a abril, maio e junho, devem sofrer uma queda brusca. Foi externado também que o motivo do corte é a pandemia do novo coronavírus, que, inclusive, traz indefinição quanto ao início da edição deste ano.

A informação inicial é de Marcel Rizzo, colunista do UOL, e dá conta ainda de que, nesta tarde, haverá uma reunião, por videoconferência, para o debate entre a emissora e representantes de clubes brasileiros, que estariam assustados com o iminente desfecho.

– Ainda não é possível dimensionar a extensão dos danos já provocados ou calcular todas as consequências futuras da crise deflagrada pela pandemia. Diante desse cenário, o momento requer união e esforço de todos, para que, de forma colaborativa, possamos enfrentar os desafios que essa crise sem precedente coloca diante de nós – diz parte da carta enviada pela Globo.

Os valores e pagamentos previstos para o Pay-Per-View seguem com os números acordados nos contratos. No entanto, o corte final da operação anual deve cair em até 40%.

A proposta é que, entre abril e junho, os clubes recebam mensalmente R$ 396.768,75. Já para a partir de julho, a quantia subiria para R$ 1.124.178,13, totalizando R$ 7.935.375,00 quanto a esta cota, em nove meses.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.