Fernando Diniz admite dificuldade do São Paulo e detona arbitragem

O técnico Fernando Diniz, do São Paulo, criticou a arbitragem do confronto contra o Grêmio, nesta quarta-feira, pela semifinal da Copa do Brasil. Segundo ele, os árbitros permitiram que o adversário atrasasse o jogo. O Tricolor paulista foi eliminado após empate sem gols no Morumbi.

– A arbitragem foi conivente com o que o Grêmio fez desde o primeiro minuto. E começou em Porto Alegre. Não quer dizer que se tivesse dez minutos (de acréscimo) a gente faria (o gol), não estou falando isso. Em relação à arbitragem, acontece rotineiramente, os times que não querem jogar são beneficiados. Ele terminou o jogo antes até. Em vez de sete minutos (acréscimo dado pela arbitragem), ele deu três. Parou pelo Toró, pelo Vanderlei, a minha reclamação é essa. E ninguém tem bola de cristal para saber se sairá o gol – afirmou Diniz em entrevista coletiva.

– Se pegar os jogos, são duas equipes que buscam jogar, mas não teve jogo, lá teve dez jogadores caindo, substituição, bola de tiro de meta, e a arbitragem não sinalizou em momento algum que daria amarelo. Então não gosta de apitar, não gosta de futebol. Se desse mais acréscimos, poderíamos até perder – completou.

A irritação de Fernando Diniz foi vista ainda dentro de campo. Após o apito final, o treinador foi em direção à arbitragem e cobrou duramente o trio. A Polícia Militar, inclusive, precisou ser chamada para proteger os árbitros. Na confusão, Diniz foi expulso.

Expulso, Fernando Diniz deixa o campo muito irritado com tempo de acréscimos dado pelo árbitro
Expulso, Fernando Diniz deixa o campo muito irritado com tempo de acréscimos dado pelo árbitro

Apesar das reclamações, o técnico admitiu a dificuldade do São Paulo em enfrentar o Grêmio. A equipe comandada por Renato Gaúcho conseguiu neutralizar o jogo de toque de bola do Tricolor paulista e pouco sofreu.

– Em relação ao jogo, não dá pra desconsiderar o jogo de Porto Alegre. A gente teve as chances mais claras lá, não conseguimos, e eles trouxeram a vantagem. Conseguiram fazer um jogo forte de marcação, a gente teve dificuldades para criar, criamos pouco. A proposta do Grêmio era tentar o 0 a 0 e conseguiram – analisou Diniz.

O São Paulo agora volta todas as suas atenções para o Campeonato Brasileiro. No próximo dia 6, a equipe enfrenta o Red Bull Bragantino, fora de casa, às 21h30, para defender a liderança do torneio.

 

 

– É sempre difícil jogar contra quem joga atrás, como eles. Uma das coisas que a gente tentou corrigir foi a circulação da bola, tentar deslocar a marcação do Grêmio, a bola longa. A gente tentou, e eles foram muito bem. Mas é muito mais fácil marcar e destruir – finalizou.

2 comentários em “Fernando Diniz admite dificuldade do São Paulo e detona arbitragem

  1. PLANTEL
    Precisamos melhorar o plantel e podia trazer o DODI do Flu e o /???????? do Vasco(argentino) que o galo já correu na frente!!! Ele é um otimo meia armador!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. Diniz vc já errou na escalação, pq já sabia que seria um jogo desse jeito ou vc achava que o Grêmio ia partir pra cima e deixar nos jogarmos como foi em porto alegre, errou pq vc sabia que só a vitória interessava e só pq o tchê tchê jogou bem contra atlético mineiro ia ser do mesmo jeito erro primário seu Diniz, vc tinha que ter reforçado o ataque para amassar o Grêmio no campo deles mesmo sem Luciano e Reinaldo, tanto que fez errado que Brenner parece que nem entrou em campo, tudo bem que tentou mas no intervalo já deveria ter tirado Sara , o tal de Pelé que entrou no lugar do Reinaldo e conseguiu ser pior que ele, quer dizer entrou pra jogar?
    Que sirva de lição de novo, as eliminações na libertadores, sul americana, não foram bastante para aprender a lição. O Brasileiro é só manter o foco que ganha , do ficar de olho nos concorrentes que TB só disputam o brasileiro.
    Acorda Diniz, são Paulo precisa de títulos e não de jogo bonito e de posse de bola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.