Entenda por que o São Paulo precisa vencer o Guarani

O São Paulo já está classificado para as quartas de final do Campeonato Paulista, mas a última rodada da primeira fase, diante do Guarani, no próximo domingo, às 16h, tem muita coisa em jogo.

Uma delas é a sobrevivência do Corinthians na competição. Se o São Paulo perder o jogo, o rival estará eliminado.

Mas uma vitória do Tricolor não interessa apenas ao Corinthians. O resultado também pode facilitar as coisas para o próprio São Paulo na sequência do torneio.

Com a derrota são-paulina para o Bragantino e o empate do Mirassol com o Água Santa, a briga pela liderança do Grupo C ficou embolada, e o time de Fernando Diniz corre o risco de perder a primeira posição da chave.

A rodada final tem o líder São Paulo com 18 pontos, um à frente do vice-líder, o Mirassol. Pelo regulamento do Campeonato Paulista, o primeiro colocado de cada grupo ganha o direito de jogar as quartas de final como mandante.

Com isso, se o São Paulo perder para o Guarani, e o Mirassol vencer a Ponte Preta na última rodada, o Tricolor vai disputar as quartas de final longe do Morumbi. Essa fase do torneio tem jogo único.

Hoje, a cidade de Mirassol está na fase laranja do Plano SP de combate ao coronavírus. Ou seja, não poderia receber o jogo das quartas de final contra o Tricolor. O clube atuará em São Bernardo do Campo contra a Ponte, neste domingo.

– O São Paulo não tem que pensar no Corinthians, tem que pensar no São Paulo. Temos que vencer o maior número de jogos possível e pensar na conquista do campeonato. Não tem que ficar pensando em outro time a não ser o São Paulo – afirmou Fernando Diniz.

Contra o Guarani, o treinador terá os desfalques de Tchê Tchê e Daniel Alves, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Ele vai poupar jogadores pendurados.

São os casos de Vitor Bueno, Bruno Alves e Reinaldo. Isso porque se fossem amarelados na partida de domingo eles estariam fora das quartas de final.

Vale ressaltar que os atletas que chegarem com dois amarelos nas quartas de final terão os cartões zerados para a sequência do torneio. Por isso, o São Paulo vai enfrentar o Guarani com um time que terá na maioria jogadores reservas.

Juanfran, com desgaste, dificilmente entrará em campo. Arboleda, Pato e Pablo estão sendo avaliados. Diego Costa, Brenner e Helinho são as principais opções. Paulinho Bóia também briga por vaga.

Assim, a provável escalação do Tricolor é a seguinte: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Diego Costa, Anderson Martins e Léo; Luan, Liziero e Hernanes; Helinho, Everton e Brenner.

Liderança geral

Mesmo com a derrota para o Bragantino, o São Paulo ainda tem chance de chegar aos 21 pontos e ser o líder geral do Campeonato Paulista.

A liderança da primeira fase daria a possibilidade de o São Paulo depender só de si para disputar as partidas das quartas de final e semifinal como mandante, além do segundo jogo de uma provável final.

Para isso, ele terá de contar com tropeços de Bragantino (enfrenta o Botafogo-SP), Santo André (enfrenta o Ituano) e Palmeiras (enfrenta o Água Santa).

Na fase final do Paulistão, os pontos acumulados da etapa de grupos continuam valendo para serem somados aos pontos conquistados nas finais. Ou seja, uma classificação com um empate, por exemplo, garante um ponto para equipe, e a relação de mandantes pode ser alterada.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.