Em grande fase, Brenner pode superar marcas de Pratto, Dagoberto e Calleri

Vivendo grande fase com a camisa do São Paulo, Brenner pode superar as marcas de grandes atacantes que passaram pelo clube nos últimos anos. Com 14 gols em 23 partidas em 2020, o atacante revelado em Cotia já se consolidou como principal referência no ataque da equipe comandada por Fernando Diniz, e os números de outros jogadores que atuaram em sua posição no Tricolor podem servir como combustível para que o jovem mantenha a toada.

Com apenas 11 jogos como titular em 2020, Brenner já igualou a quantidade de gols marcadas por Lucas Pratto em 2014. Na época, o argentino também balançou as redes 14 vezes. E, se o atacante provar que essa sua fase boa não é apenas uma fase, a tendência é que Dagoberto, Diego Souza e Calleri também sejam ultrapassados em breve.

Um dos ídolos recentes do São Paulo, Dagoberto marcou 15 gols em 2010. Já Diego Souza foi a principal referência ofensiva do Tricolor em 2018, com 16 tentos. Calleri também balançou as redes 16 vezes em 2016, mesmo permanecendo apenas seis meses no Morumbi.

Há ainda outras metas mais ambiciosas para Brenner superar como homem-gol do São Paulo. Em 2014, Luis Fabiano, principal atacante do Tricolor nesta década, balançou as redes 20 vezes. Já Dagoberto 22 gols em 2011. Alexandre Pato é outro jogador que soma bons números. Em 2015, ele somou nada mais, nada menos que 26 tentos.

Vale lembrar que Brenner foi promovido ao profissional do São Paulo em 2017, quando ainda estava no sub-17. Pulando etapas de sua formação, o atacante não conseguiu ter a consistência exigida na equipe de cima e acabou sendo emprestado ao Fluminense no ano passado, quando chegou a trabalhar com Fernando Diniz. Agora, reeditando a parceria com o treinador, ele parece, enfim, ter amadurecido para entregar o que todos esperavam dele há alguns anos.

A promoção precoce de Brenner ao profissional se explica com números. Grande promessa nas categorias de base do São Paulo, o garoto marcou 23 gols em 30 jogos no sub-15 e 43 gols em 44 jogos no sub-17. Por não ter tido tanto sucesso em seus primeiros meses como profissional, acabou “descendo” para o sub-20, marcando sete gols em dez jogos. A média melhorou consideravelmente, mas nada que o levasse a se firmar no time principal. Desta maneira, o atacante chegou até mesmo a atuar pela equipe aspirante (sub-23), marcando quatro gols em três partidas, confirmando seu excelente aproveitamento em Cotia.

Com essa volta por cima na carreira, Brenner agora desponta como mais um jovem revelado pelo Tricolor que tem tudo para ser um “case de sucesso”. Enquanto isso, parte da torcida já começa a se preparar para uma possível venda futura do atacante, algo que tem sido a marca da atual gestão do São Paulo.

Um comentário em “Em grande fase, Brenner pode superar marcas de Pratto, Dagoberto e Calleri

  1. Lecú, Raíanta e Pássaro porco vão querer vender o garoto antes de terminar esse DESASTRE de “gestão”, olho neles conselheiros que amam o SPFC!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.