Em 2019, Bahia foi pedra no sapato do São Paulo

Depois de ser batido pelo Vasco no último domingo, o São Paulo terá pela frente o Bahia, nesta quinta-feira, às 20h, no Morumbi, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Os comandados de Fernando Diniz reencontrarão uma equipe que trouxe problemas na temporada passada, principalmente na Copa do Brasil.

Em 2019, São Paulo e Bahia se enfrentaram quatro vezes em 2019, sendo duas pelo Brasileirão e duas pela Copa do Brasil. O Tricolor não venceu nenhum dos jogos, tendo perdido dois deles e empatado outros dois.

Os dois time duelaram pelas oitavas de final da Copa do Brasil e quem avançou na competição foi o Bahia. No primeiro jogo, disputado no Morumbi, o Tricolor até pressionou e criou diversas chances para marcar, porém foi derrotado por 1 a 0 com um gol após falha defensiva. Na volta, o Esquadrão de Aço venceu novamente pelo mesmo placar, com gol do zagueiro Ernando, e eliminou o São Paulo.

Já pelo Campeonato Brasileiro, os dois jogos entre as equipes terminaram empatados sem gols. No primeiro turno, a partida aconteceu no Morumbi, às 11h. O Tricolor jogou mal e ainda contou com a expulsão de Toró no segundo tempo. Na Fonte Nova, os times novamente fizeram duelo truncado e ninguém conseguiu marcar.

O São Paulo sabe que precisa vencer para que Diniz e o elenco tenham paz para trabalhar. Com a vitória sobre o Fortaleza e a derrota para o Vasco, o Tricolor ocupa a 11ª colocação do Campeonato Brasileiro, com três pontos somados.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

3 comentários em “Em 2019, Bahia foi pedra no sapato do São Paulo

  1. vai ser um jogo para cardiaco, sao paulo do seu diniz muito previsivel por isso adversarios pequenos, quase amadores, catados consegue empatar e ganhar do sao paulo fora e no morumbi, time treinado por seu diniz nao tem objetividade em busca do gol, profundidade em suas jogadas e quando tem alguma nao tem aquele jogador que vai empurrar para a rede.
    Sao Paulo tem uma zaga e uma lateral falhando muito, e o meio de campo sobrecarregado pq somente tche tche que marca ai fica facil para os adversarios fazerem a festa.
    Diniz tem que deixar de ser teimoso e escalar o que tem de melhor nao importa se ele gosta ou nao do Pato, baita salario para ficar no banco e nem entrar no decorrer dos jogos, sabemos que ele tb nao tem ajudado, mas como o time inteiro esta uma draga, pior nao vai ficar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.