Dória passa a bola a prefeitos, e volta de times aos treinos fica próxima

Dirigentes de vários clubes paulistas e da própria Federação Paulista de Futebol já foram informados de que o Governo do Estado de São Paulo não pretende interferir caso haja acordos com as 12 prefeituras pelas quais se espalham os 16 participantes pela retomada dos treinamentos coletivos. Na reunião de amanhã entre presidentes e Federação, a orientação será que para que os clubes articulem a retomada com as autoridades municipais visando o retorno na segunda-feira, dia 15.

No caso da capital, o prefeito Bruno Covas deve se reunir na quinta-feira com dirigentes de São Paulo, Corinthians e Palmeiras para amarrar os detalhes da retomada. A aceleração da volta das atividades do futebol acontece em meio a um novo recorde de mortos pelo novo coronavírus ontem: 334 em 24h. A semana ainda terá a reabertura de comércios e shopping centers na capital.

Diferença entre municípios já preocupa clubes do interior

Alguns clubes do interior já estão preocupados com a possibilidade das prefeituras decidirem sobre a volta aos treinos. O principal argumento é de que há diferenças grandes de impacto da pandemia de uma cidade para a outra, e diferentes graus de relação entre clubes e prefeituras. O temor é de que algumas equipes consigam liberações antes de outras, gerando desnível em uma eventual retomada do Campeonato Paulista. Há também clubes que estão com as suas estruturas comprometidas pelo poder público para auxiliar no combate à covid-19, e precisarão procurar alternativas.

Jogadores terão de responder inquérito 4 horas antes de jogos do Brasileiro

O guia de recomendações médicas da CBF para a volta do futebol brasileiro exige que todos os jogadores respondam a um inquérito epidemiológico quatro horas antes de a bola rolar. Este procedimento, que também ocorrerá com integrantes da comissão técnica, consiste em avaliação da condição olfativa e aferição da temperatura com termômetro de infravermelho. Os testes serão conduzidos pelos médicos dos clubes e devem ser encaminhados imediatamente para a entidade. Se alguém estiver com temperatura acima de 37 graus, o mesmo será impedido de acessar a área de competição.

 

Fonte: Uol

Um comentário em “Dória passa a bola a prefeitos, e volta de times aos treinos fica próxima

  1. Fiquem em casa idiotas!!!

    Quando morriam 30 por dia era pra ficar em casa, agora morrem 1000 por dia, pode voltar???

    É hipocrisia que chama?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.