Diniz vê pressão aumentar no São Paulo

A derrota do São Paulo para o River Plate definiu a eliminação do time na fase de grupos da Libertadores aumentou a pressão sobre o técnico Fernando Diniz.

No entanto, o diretor executivo de futebol Raí bancou a permanência do técnico no cargo, em entrevista ao ge, ainda na Argentina. Nos bastidores do clube, o discurso é o mesmo.

Alvo de fortes críticas por parte da torcida, Diniz segue como técnico do São Paulo. A terceira posição no Brasileirão e o fim da gestão do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, que sai em dezembro, são pontos a favor da permanência do treinador.

O clube vai eleger um novo presidente no fim do ano. A mudança de gestão e a proximidade do fim do ano tornariam o contexto desfavorável para uma eventual troca no comando. Internamente o trabalho do treinador é bem avaliado, apesar dos resultados ruins.

De agora em diante o São Paulo tem pela frente o Brasileirão (enfrenta o Coritiba, neste domingo, no Couto Pereira) e a Copa do Brasil (vai pegar o Fortaleza nas oitavas de final).

Para entrar na Sul-Americana, competição ainda sem data para retorno, o time tem de ficar na terceira posição do Grupo D da Libertadores. A equipe fecha a participação nessa edição contra o Binacional, no Morumbi, no dia 20 de outubro. Um empate garante a terceira posiçã

Apesar da permanência, a pressão sobre Fernando Diniz aumentou especialmente após a volta do futebol, paralisado por alguns meses por causa pela pandemia de Covid-19.

Veja abaixo os motivos pelos quais a pressão sobre Diniz aumenta:

Eliminações
A queda na fase de grupos da Libertadores é a segunda eliminação do São Paulo de Diniz. Antes, o time caiu nas quartas de final para o Mirassol, no Paulistão.

Essas duas eliminações, inclusive, foram citadas pelo treinador depois da derrota para o River, ao fazer uma avaliação do seu primeiro ano de trabalho, completado no dia 26 de setembro.

– Em termos de resultado nas competições, ruins. Ano passado conseguimos avançar para a Libertadores. Neste ano fomos eliminados em duas competições. Nesse quesito não tem o que falar. A gente tinha que ter avançado e ter dado um título para o torcedor no Paulista e avançar na Libertadores. A gente tem que seguir. O trabalho está sendo feito. Estamos perto das vitórias e não temos conseguido. Temos que acreditar, ser persistentes e melhorar aquilo que precisamos. O São Paulo tem mais duas competições e tem chances reais de ganhar – afirmou Diniz.

Falta de vitórias
A derrota por 2 a 1 para o River Plate foi o sexto jogo seguido do São Paulo sem vitórias. Veja a lista:

River Plate 2 x 1 São Paulo
Internacional 1 x 1 São Paulo
LDU 4 x 2 São Paulo
São Paulo 2 x 2 River Plate
Santos 2 x 2 São Paulo
São Paulo 1 x 1 Bragantino

Fragilidade defensiva
O São Paulo acumula nove jogos seguido sofrendo gols. Diante do River Plate, o Tricolor ficou exposto em vários momentos do jogo.

Veja a lista de partidas abaixo:

River Plate 2 x 1 São Paulo
Internacional 1 x 1 São Paulo
LDU 4 x 2 São Paulo
São Paulo 2 x 2 River Plate
Santos 2 x 2 São Paulo
São Paulo 1 x 1 Bragantino
São Paulo 3 x 1 Fluminense
Atlético-MG 3 x 0 São Paulo
São Paulo 2 x 1 Corinthians

 

Fonte: Globo  Esporte04

8 comentários em “Diniz vê pressão aumentar no São Paulo

  1. Não acho que o Diniz tem que ser demitido, mas engraçado que por muito menos o Aguirre foi demitido.

    O problema do Diniz é que ele não é competitivo. Mudou a defesa às vésperas de confrontos importantes da libertadores mesmo sabendo que nessa competição não se pode tomar gols. Elogiei a coragem na época mas sem dúvida eu preferia que ele tivesse tomado um caminho menos arriscado e colocado a dupla Bruno Alves e Diego Costa por ex. Ele priorizou o processo ao invés do resultado e deu no que deu. Técnicos competitivos priorizam o resultado e o processo vai sendo colocado aos poucos. Não a toa o Diniz deixou os times dele na zona de rebaixamento. É um técnico pra time pequeno que não tem nada a perder. No caso do SPFC isso custou uma eliminação inédita na fase de grupo.

    Enfim o Diniz não deveria ter vindo pro SPFC. Mais um erro dessa diretoria amadora que se Deus quiser vai sair.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.