Diniz não vê São Paulo jogando no limite: “É um risco calculado”

Neste sábado, o São Paulo saiu atrás do placar, porém conseguiu buscar uma vitória por 2 a 1 sobre o Goiás no jogo que abriu o segundo turno do Campeonato Brasileiro. Precisando marcar o segundo gol para sair com os três pontos, Fernando Diniz novamente sacou Diego Costa e mandou a campo Pablo na etapa final.

Após o jogo, o treinador deixou claro que não vê o Tricolor correndo riscos desnecessários em situações como a deste sábado, justificando a substituição.

“Não sei se o São Paulo joga tão no limite quanto você falou. Por que hoje a gente jogou no limite? Por conta do placar de 2 a 1? O Tadeu foi o melhor em campo pelo Goiás, não foi tão no limite assim. Talvez pelo placar, sim”, afirmou Diniz.

“É um risco calculado. Hoje a gente tinha a preocupação com a bola aérea do Fernandão, a orientação era que o Bruno cuidasse mais dele, mas a gente estava sofrendo poucas bolas de cruzamento no jogo, a gente precisava virar o placar e não justificava muito deixar o Diego em campo, sendo que o Luan teria uma aproximação mais fácil, um jogo curto mais apurado”, completou.

Diniz utilizou a goleada sobre o Flamengo no Maracanã para ponderar o “limite” no futebol. O treinador acredita que o Tricolor poderia ter vencido o Goiás por um placar mais confortável.

“Analisando de uma maneira prática, a gente tem que fazer um jogo no qual aproveita as chances que cria, para não ficar no limite. Hoje ficou no 2 a 1, contra o Flamengo foi 4 a 1. A gente também não ficou no limite entre aspas, porque só o resultado não explica o que foi o jogo, eles perderam dois pênaltis. Quem está ficando no limite? Não é você ficar com dois zagueiros, dois volantes, dois laterais que não sobem… Se ganhar só de 1 a 0 é claro que estará no limite. A gente sempre tenta ampliar o placar para não ficar nessa agonia de ganhar pelo placar mínimo. Talvez se a gente tivesse concluído melhor, ou se o Tadeu estivesse em uma noite menos inspirada, talvez a gente tivesse saído com um resultado mais elástico”, analisou Diniz.

Com o resultado, o São Paulo foi aos 33 pontos, na terceira colocação. O próximo compromisso do time é pelas quartas da Copa do Brasil, enfrentando o Flamengo na quarta-feira, às 21h30, no Maracanã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.