Diniz comemora vitória sobre o Palmeiras

A vitória no meio de semana sobre o Atlético-GO já tinha amenizado a pressão sobre Fernando Diniz no São Paulo. E o triunfo inédito na nova casa do Palmeiras, por 2 a 0, neste sábado, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, faz o treinador recuperar a confiança que faltava ao time.

— Acho que o principal foi a consistência, o time jogou bem do primeiro ao último minuto. Fez boas transições. Sabemos que é difícil jogar aqui. Saímos daqui no ano passado envergonhados. A torcida deve estar feliz pelo resultado e como ele foi construído. O São Paulo foi soberano do começo ao fim — comentou o técnico do Tricolor.

Com o triunfo no Allianz Parque, o São Paulo foi a 26 pontos e segue na briga pela liderança. Mas o que Diniz destacou da vitória sobre o Palmeiras é o valor simbólico.

— Na prática são três pontos e tem um valor simbólico muito grande, porque é um rival, tinha o tabu aqui e pesa. O futebol é feito de uma relação do torcedor com o jogador, então é um tipo de vitória que traz alegria para o torcedor, ânimo, contentamento para o time e pelo que já passou nesse tempo que eu estou aqui é uma vitória para encarar com bastante serenidade. Derrotamos um grande adversário, com um treinador referência, jogadores de ponta, de Seleção — falou o treinador.

Sobre a pressão vivida recentemente e até a ameaça de demissão, Diniz falou:

— Eu acompanho pouco (noticiário), as coisas chegam para mim. Esse tipo de pressão externa chega para mim. Mas acho que tudo que a sociedade enxerga como diferente traz certa rejeição, combate mais intenso, mas está tudo bem. Quando é um combate respeitável é bom. Quando as pessoas não enxergam as coisas como devem ser enxergadas.

— Tem dois resultados que pesam, principalmente contra o Mirassol, que temos que saber conviver e aprender. E o Binacional na altitude. Na maioria dos jogos temos jogado bem e hoje foi mais um. Conseguiu converter em gols, diferente de Inter, Santos… Não é achar que está tudo bem, tem falhas para serem corrigidas, não está tudo ruim como tentou se colocar aí — acrescentou.

O São Paulo volta a campo na quarta-feira, às 19h15, no Castelão, contra o Fortaleza, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O jogo com o Ceará, marcado para a mesma data, pela 16ª rodada do Brasileirão, foi adiado e ainda não tem nova data.

5 comentários em “Diniz comemora vitória sobre o Palmeiras

  1. Teve que fazer as alterações na “marra”, se não estaríamos com o time totalmente exposto. !!! Menos, menos,…..Mais humildade! Hoje foi um jogo bom…mas é nítido que com o Luan e o Bruno Alves, o sistema defensivo melhorou!

  2. Foi só fazer uma pequena mudança nesse time e que todos sabiam desde sempre, TcheTche não é primeiro volante, o resto se acomodou naturalmente e mesmo trocando algumas peças com essa base mais sólida com Luan (ou um outro primeiro volante marcador) as demais peças poderiam ser mudadas, Sara, Hernanes, Daniel Alves, Igor Gomes, etc…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.