Diniz acredita em melhor fase do São Paulo antes da paralisação por Covid

Fernando Diniz acredita que, até a paralisação por conta do novo coronavírus, o São Paulo vinha em seu melhor momento desde a chegada do treinador, em setembro do ano passado.

Ele foi o convidado do programa Os Canalhas, do UOL, na tarde desta terça-feira, e além de ter falado sobre isso, também comentou sobre a força do elenco, o qual, segundo ele, é muito bom, e que a torcida vem sinalizando mais positivamente em 2020 em relação ao seu trabalho e também ao dos jogadores.

– Esse é um momento muito singular do São Paulo, quando parou (pelo coronavírus) era o nosso melhor momento. O ano passado foi bem mais difícil, o clube está muito sofrido pela ausência de títulos, então a gente fez um campeonato bom em 2019, principalmente nos jogos mais emblemáticos, quando não tinha margem para perder e conseguiu responder muito bem. Emocionalmente a gente conseguiu sair muito fortalecido. Não era uma coisa fácil no ano passado, pela forma que eu encontrei o time e pelos desafios, a gente conseguiu a vaga direta para a Libertadores – iniciou ele.

– Tivemos férias e soubemos aproveitar a pré-temporada. A equipe foi ficando mais afinada. Eu não contratei nenhum jogador, a diretoria do São Paulo fez um trabalho excelente na contratação desse elenco. É uma mescla de jovens com jogadores experientes, que têm uma química muito positiva, eles têm um caráter muito para frente, muito positivo. As pessoas gostam de trabalhar, eles gostam de conviver juntos e eles estão fazendo de tudo para dar esses títulos que o São Paulo precisa.

Já são quase oito anos sem conquistas, já que a última delas foi em 2012, com a Copa Sul-Americana. Para finalizar, ele voltou a falar sobre a composição da equipe e também de como lidará com a perda de jogadores, como é o caso de Antony, que foi negociado com o Ajax, da Holanda.

– A gente não tem garantia dos títulos, mas estamos fazendo o trabalho nesta direção, e o São Paulo precisa ganhar. A gente vai ser avaliado pelo resultado, todo mundo faz as coisas para ganhar no futebol. Eu vejo que, neste momento, o torcedor está sinalizando muito mais positivamente do que no ano passado para o time, os resultados também começaram a vir, e aí teve essa paralisação. Como eu disse, eu acho o São Paulo um ótimo time, muito bem formado, a perda de jogadores de fato atrapalha, como o Antony, que é de difícil reposição, mas a gente precisa vender para pagar as contas. A gente tem que se virar – finalizou.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.