Desfalque de Helinho abre disputa entre Pato e Everton

O desfalque de Helinho contra a Ferroviária, nesta quarta-feira, às 21h30, pela terceira rodada do Campeonato Paulista, abre uma disputa no time titular do São Paulo.

Fernando Diniz já indicou algumas possibilidades durante a pré-temporada e nos dois jogos do Campeonato Paulista. Para não mexer na disposição tática do time, que vem atuando no 4-3-3, o treinador testou três opções:

Everton: o atacante é quem mais se assemelha a Helinho pela velocidade e facilidade por jogar pelas beiradas do campo. É fato que Everton, aos 31 anos, já não tem a explosão de antes, mas ele conhece os atalhos para chegar à linha de fundo. No duelo contra o Palmeiras, o jogador entrou no segundo tempo para atuar pelo lado direito do ataque;

Alexandre Pato: caso Diniz opte por Pato, o São Paulo também não mudaria o esquema tático, mas pode haver mudança nas posições dos atacantes. Isso porque o treinador vem utilizando o jogador como centroavante, e com isso Pablo passaria a atuar pelas beiradas do campo. Nos dois jogos do Paulistão, Pato entrou para ser a referência e Pablo foi deslocado para a função que desempenhou no Athletico.

Brenner: na estreia do Paulistão, diante do Água Santa, Brenner entrou aos 39 minutos do segundo tempo no lugar de Pablo, que naquele momento atuava pelo lado do campo, na posição inicial de Helinho. Brenner é centroavante, mas também pode ser uma opção para Diniz na direita.

Há também a possibilidade de Fernando Diniz mudar o esquema tático da equipe, saindo do 4-3-3 para o 4-4-2. E o jogador mais propício a ser escolhido para que haja essa mudança é Liziero.

No primeiro jogo da temporada, Liziero entrou no lugar de Hernanes e mudou pouca coisa na forma de o time jogar. Na segunda rodada, porém, ele saiu do banco de reservas para dar outra característica para equipe.

Como o São Paulo tinha dificuldades para conter o ímpeto palmeirense no meio de campo no primeiro tempo, Diniz tirou o atacante Helinho, com dores no tornozelo, no intervalo e colocou Liziero para dar mais consistência no meio, que ficou composto por: Tchê Tchê, Daniel Alves, Liziero e Hernanes.

O Tricolor conseguiu povoar o meio de campo, mas perdeu efetividade na frente e pouco produziu no ataque.

Como de costume, Fernando Diniz não deverá abrir os treinos táticos para a imprensa até o dia do jogo, e a escalação será um mistério. O time permanece em Araraquara até quarta-feira, dia da partida válida pela terceira rodada do Campeonato Paulista.

 

Fonte: Globo Esporte

2 comentários em “Desfalque de Helinho abre disputa entre Pato e Everton

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.