Daniel Alves, do São Paulo, se posiciona contra o racismo

Daniel Alves, do São Paulo, se posicionou contra o racismo. Sem mencionar especificamente o episódio de injúria racial envolvendo o colombiano Ramirez, do Bahia, e Gerson, do Flamengo, o meia fez uma publicação no Instagram.

Gerson relatou ter ouvido “Cala a boca, negro” de Ramirez, durante a vitória do Flamengo sobre o Bahia por 4 a 3, e também se manifestou nas redes sociais: “É nojento conviver com o racismo e ainda mais com os que minimizam esse crime”.

Durante a entrevista após o jogo, Gerson citou Daniel Alves, mencionado por Mano Menezes na discussão com o próprio volante, lembrando o duelo entre Flamengo e São Paulo, na Copa do Brasil. “Tem que tomar bico do Daniel mesmo”, disse Mano. Após a derrota, o técnico deixou o Bahia.

– O Mano falou. “Ah, agora você é vítima, né. O Daniel Alves te atropelou e você não falou nada”. Claro, porque teve respeito – disse Gerson.

Veja a íntegra do posicionamento de Daniel Alves:

“Estive pensando em como me posicionar sobre o que estamos presenciando continuamente e como estando tratando o racismo.

Estamos ainda nos dias de hoje debatendo sobre isso e me parece uma vergonha termos evoluído em tantas coisas banais e nas coisas que realmente deveríamos ter evoluído, fomos ficando estupidos.

Enquanto não houver uma punição severa com relação a isso não acabará nunca.

Se aqui onde estamos acontece isso, imagina no dia a dia de milhares de pessoas de classe sociais inferiores.

Imaginem o que elas sofrem.

Precisamos urgentemente melhorar nosso humanismo, precisamos urgentemente evoluirmos como espíritos, precisamos urgentemente parar com a exclusão social, precisamos urgentemente enxergar mais além dos nossos olhos.

Precisamos urgentemente de LÍDERES que defendam não apenas essa causa e sim todas aquelas que não diferem humanos de humanos.

DIGA NÃO AO RACISMO, DIGA NÃO A EXCLUSÃO SOCIAL E EXISTENCIAL.

QUE NÃO FIQUE APENAS NOS NOSSOS POSTS E SIM NO NOSSO COTIDIANO.”

Flamengo
São Paulo

 

Fonte: Globo Esporte

3 comentários em “Daniel Alves, do São Paulo, se posiciona contra o racismo

  1. Dani Alves
    É errado vc xingar.o.juiz como faz
    É errado pedir um escanteio.qdo a bola bateu em vc!
    Não venha com Licao de moral.
    Negro não é ofensa racista!
    Ainda mais dentro de um campo de bola onde já ouvimos.e disparamos xingamentos muitos mais pesados, homofóbicos, racistas e preconceituoso!
    O que o Gerson fez.foi querer expulsar o.jogador adversário!!!!
    Sim, foi malandragem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.