Como anda a negociação por Tréllez

O interesse do Atlético-GO em Tréllez, do São Paulo, virou uma negociação em andamento. O clube goiano quer a contratação do atacante por empréstimo, mas não há um acordo fechado.

Abaixo o GloboEsporte.com explica quais fatores interferem em um possível desfecho da negociação, seja ele qual for: permanência no Morumbi ou transferência ao Atlético-GO.

Empréstimo e extensão contratual? Não
Tréllez tem contrato com o São Paulo até dezembro de 2021. O Tricolor descarta estender seu contrato pelo mesmo período de tempo de um eventual empréstimo ao Atlético-GO, possibilidade que agradaria ao jogador.

Nessa hipótese, se houvesse um acordo por empréstimo de um ano, o vínculo de Tréllez com o São Paulo poderia ser aumentado pelo mesmo prazo. Mas o clube do Morumbi não vai fazer negócio nesse modelo.

Vagner Mancini
O técnico do Atlético-GO quer a contratação de Tréllez. Tanto o treinador quanto o atacante aprovam a ideia de voltar a trabalhar juntos. Os dois têm boa relação e também conviveram no São Paulo quando Mancini era coordenador técnico.

Com Mancini, Tréllez sabe que poderá ter mais chances de atuar. Sob seu comando, no Vitória, em 2017, o colombiano viveu bom momento e marcou dez gols em 23 jogos.

Volta por cima versus concorrência
A prioridade de Tréllez é ficar no São Paulo e dar a volta por cima. Depois de uma primeira temporada com seis gols em 38 jogos (2018), ele relutou antes de acertar empréstimo ao Internacional, em 2019. A passagem no Sul teve 13 jogos, nenhum gol e lesões.

Um novo empréstimo, dessa vez ao Atlético-GO, significaria cumprir dois dos três anos de contrato longe do Morumbi. No fim desse eventual acordo, ele teria mais um último ano pela frente no São Paulo.

O problema é que Tréllez enfrenta forte concorrência no elenco do técnico Fernando Diniz. Um sinal disso foi dado no treino coletivo de domingo, no CT da base, em Cotia.

Alexandre Pato, Pablo e Vitor Bueno foram os atacantes do time titular, enquanto Everton, Toró e Paulinho Bóia atuaram no time reserva. Paulinho chegou a ser testado entre os titulares.

Por outro lado, Gonzalo Carneiro, Gabriel Sara, Brenner (fez um gol), Danilo Gomes, Shaylon e Tréllez entraram na equipe reserva ao longo da atividade.

Ou seja, o atacante de 30 anos precisaria superar esses concorrentes para ter chances. Mas a característica do atacante é diferente do perfil de jogador que Fernando Diniz costuma usar na frente.

Dinheiro
Em crise financeira, o São Paulo trabalha para cortar gastos no futebol, departamento com mais despesas. O clube tem salários atrasados e espera a entrada do dinheiro da venda de Antony ao Ajax para quitar as pendências.

Como Tréllez não está entre as principais opções de ataque do elenco e o clube tem de reduzir custos, um empréstimo do colombiano seria aprovado pelo São Paulo.

No início de 2020, Tréllez não participou da pré-temporada com Fernando Diniz, em Cotia. Diante da falta de propostas convincentes, ele foi reintegrado ao grupo em fevereiro.

 

Fonte: Globo  Esporte

Um comentário em “Como anda a negociação por Tréllez

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.