Com nova regra e disputas acirradas, Campeonato Paulista volta hoje

Após cerca de quatro meses de paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus, o Campeonato Paulista está de volta. A primeira partida da retomada do estadual será disputada entre Ituano e Ferroviária, na quarta-feira, no estádio do Canindé.

A volta da competição ocorre em meio à diversas mudanças, como, por exemplo, a ausência de público, as novas casas das equipes do interior e a alteração no número de substituições. Dentro de campo, ainda há disputa pela classificação para as quartas de final e pelo rebaixamento.

Novas casas

Assim como o Ituano, diversas equipes não vão poder mandar os jogos em suas casas. Conforme determinação do Governo do estado de São Paulo, cidades na fase vermelha do plano de retomada não podem sediar partidas de futebol.

Desta forma, jogos com mando de Guarani, Ponte Preta, Inter de Limeira, Ituano, Novorizontino, Santo André, Red Bull Bragantino, Mirassol, Oeste, Botafogo-SP e Ferroviária serão disputados em estádios como Morumbi, Vila Belmiro, Arena Corinthians, Canindé, Arena Barueri, Estádio Primeiro de Maio e Estádio Prefeito José Liberatti.

Cinco substituições

Outra mudança que ocorreu na competição é na regra de substituições. Agora, os treinadores poderão fazer cinco alterações ao longo de três atos. A nova medida leva em conta o impacto da paralisação do futebol na preparação física dos jogadores.

O que está em disputa?

Com duas rodadas restando para o fim da primeira fase, apenas São Paulo e Red Bull Bragantino estão com vagas garantidas nas quartas de final. As equipes, no entanto, ainda lutam para terminar nas primeiras colocações dos grupos C e D, respectivamente.

Outro time que está próximo de garantir a classificação é o Santos, que lidera o Grupo A com 15 pontos, cinco a mais que Oeste e Água Santa, que ocupam a segunda e terceira colocações.

Apesar de serem os dois primeiros colocados na classificação geral, Santo André e Palmeiras, do Grupo B, ainda têm chances matemáticas de ficarem de fora da próxima fase, pois ambas têm 19 pontos, apenas três a mais que o terceiro colocado Novorizontino.

Entre os quatro grandes de São Paulo, a situação mais delicada é a do Corinthians. A equipe de Tiago Nunes é terceira colocada do Grupo D com 11 pontos, cinco a menos que o Guarani, que ocupa o segundo lugar. O Alvinegro também tem chances matemáticas de cair para a Série A2, pois está a três pontos da zona de rebaixamento.

No momento, os times que ocupam a zona da degola são Botafogo-SP, 15º colocado na classificação geral com oito pontos, e Ponte Preta, que ocupa a lanterna com sete.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.