Casares revela que tem planos para negociar o naming rights do Morumbi

De acordo com Julio Casares, candidato à presidência do São Paulo, um de seus projetos que pretende executar caso seja eleito é a negociação do naming rights do estádio do Morumbi, seguindo os moldes das vendas dos nomes das arenas de Palmeiras e Corinthians.

Em entrevista ao canal Bandsports, Casares tratou o naming rights como “uma necessidade do futebol moderno”, dando alguns detalhes de seu plano para a venda do nome do Morumbi para uma empresa.

“Nós já temos todo o escopo preparado e um projeto. É uma honra ter o Cícero Pompeu de Toledo nomeando o Morumbi, nunca vai deixar de ser o estádio Cícero Pompeu de Toledo, mas o naming rights é uma necessidade do futebol moderno. Não tem dúvidas de que o São Paulo vai oferecer ao mercado, junto a essa credibilidade que vamos readquirir, um projeto audacioso, para que a marca estampada no estádio também tenha a ativação em eventos e unidades de negócio. Ou seja, a empresa não vai colocar só a sua marca. Ela vai estar vivendo o dia a dia do clube, até com lojas e negócios dentro do estádio e com acesso para o público”, afirmou o candidato.

Vale lembrar que, em setembro desde ano, o Corinthians acertou a venda do naming rights de sua Arena para Hypera Pharma. O acordo prevê o pagamento de R$ 15 milhões anuais, à vista, pelos próximos 20 anos e corrigidos pelo IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado).

Casares enfrentará Roberto Natel nas urnas ainda em dezembro de 2020. O vencedor será o substituto de Leco, que deixará o cargo máximo do clube sem levantar um troféu sequer.

 

Fonte:  Gazeta Esportiva

10 comentários em “Casares revela que tem planos para negociar o naming rights do Morumbi

  1. Como canta mesmo nosso hino? Ah… “Suas glórias vem do passado!” Eu não me lembro de um compositor ser tão feliz em vaticinar o futuro. Cada vez vamos ficamos com as glórias do passado e vamos nos transformando em museu do futebol. Mudar o nome do estádio é mais uma ideia desesperada. O candidato – da situação – já está sinalizando como pretende correr atrás do $$$ que se esvaiu nesses últimos 6 anos marcados por gestões calamitosas, tuteladas pelo Aidar e depois pelo Leco.
    O “amado clube brasileiro” só tem provocado a ira dos seus torcedores. Assistir seus jogos tem sido um exercício de paciência e controle de raiva. Então é isso! Nos restou cantar que nossas glórias vem do passado, porque o futuro se me parece, deve continuar sombrio.

  2. Estádio Cicero Pompeo de Toledo (Estádio do Morumbi) são nomes consagrados na história do futebol brasileiro..
    Mas, vamos modernizar, creio que seja o caminho dos times de ponta, não de perdedores e devedores, mal administrados.
    Com o futebol que o SPFC vem apresentando nos últimos anos, com os elencos pobres que o clube tem apresentado nos últimos anos, com um estádio ultrapassado e mal cuidado, com pessoas mal capacitadas na gestão do clube, que empresa de primeira linha, em sã consciência, investirá para que seu nome fique atrelado a perdedores endividados.
    Hoje o SPFC é um clube endividado que possui um time de futebol perdedor que apenas participa da competições como coadjuvante.
    Não há mais respeito pela marca, muito menos pelos elementos que o dirigem, todos são motivo de chacota.
    Que o futuro presidente mude esta imagem para depois pensar em parceiros de respeito, se for para fechar contrato com qualquer um que fique do jeito que está.
    Com a casa em ordem o dinheiro virá naturalmente, vide o Flamengo ou a própria história do clube.
    O SPFC precisa de gente capaz e honesta, simples assim.

  3. Eu sou ultra-conservador, não gosto disso!! Mas diante do abismo financeiro que Lecu e Administrador de ONG deixaram o SPFC, acaba sendo uma saída!!!

  4. HUMMMM… ESTÁ LÁ A TANTO TEMPO E NÃO PENSOU NISSO ANTES?
    ÉPOCA DE ELEIÇÃO É MARAVILHOSO POIS OS CANDIDATOS PODEM RESOLVER TUDO MAS DEPOIS SABEMOS O QUE OCORRE.
    ESSE DAI É MENOS RUIM QUE O ADVERSÁRIO, ENTÃO CONCLUÍMOS QUE NADA MUDARÁ……

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.