Brenner vive maior jejum de gols desde que assumiu a titularidade

Pouco utilizado na primeira metade da temporada, Brenner se tornou titular do São Paulo somente em outubro. Com uma boa sequência de partidas, o jovem atacante garantiu um lugar no time de Fernando Diniz e se tornou o artilheiro do Tricolor em 2020. Atualmente, no entanto, o jogador de 20 anos vive seu maior jejum de gols desde que passou a iniciar os jogos.

Brenner assumiu a titularidade do clube do Morumbi no dia 7 de outubro, na vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-GO. Na ocasião, o atacante marcou dois gols. Logo nos primeiros 11 jogos, a cria das categorias de base do São Paulo balançou as redes 13 vezes.

Ao todo, Brenner tem 17 gols em 30 jogos em 2020 é o artilheiro do Tricolor na temporada. Acontece que nas últimas quatro partidas, a sensação são-paulina não conseguiu repetir o bom aproveitamento nas finalizações e passou em branco.

Contra o Vasco, em duelo válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, o atacante teve uma grande chance de virar o placar para o São Paulo, mas parou em defesa do goleiro Lucão. Já contra o Bahia, no último sábado, o camisa 30 poderia ter aberto o marcador na Fonte Nova, mar desperdiçou grande oportunidade ao finalizar para fora com o pé esquerdo.

O jejum coincide com o melhor momento de Luciano, seu parceiro de ataque, na temporada. Nas mesmas quatro partidas em que Brenner passou em branco, o camisa 11 balançou as redes sete vezes e chegou a 14 gols em 24 jogos pelo São Paulo na temporada.

Na quinta-feira, o jovem atacante terá mais uma chance de acabar com a seca de gols. Em jogo atrasado da primeira rodada do Campeonato Brasileiro, o São Paulo enfrenta o Goiás, às 18h (de Brasília), no estádio Hailé Pinheiro, em Goiânia. Se vencer, o Tricolor assume a liderança da competição.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

3 comentários em “Brenner vive maior jejum de gols desde que assumiu a titularidade

  1. Tudo vinha bem até cogitar o aumento… isso só poderia ser pensado após o término dos campeonatos!

    Mas o SPFC é um total amadorismo, se você jogar meia dúzia de jogos bem os emocionados te dão aumento e extensão de contrato.

    Não é atoa que caminha a passos largos para dever 1bi de reais.

    Administração Lecu e ongueiro!!!

  2. O Brenner é o símbolo da ascensão tricolor no campeonato.
    Realmente nos ultimos jogos a bola dele não entrou. Mas ele joga muito bem, se coloca muito bem, dá muito trabalho para a defesa adversária e faz com que o Luciano tenha mais espaço.
    Quando ele sai e entra o Pablo, além de perdermos muito nessa troca (entra um jogador tecnicamente fraco que não sabe jogar de centroavante), perdemos também um pouco do Luciano que tem que se desdobrar por jogar sozinho na frente.
    O Brenner está indo muito bem e essa falta de gols é momentanea, como bem disse nosso amigo acima, média de mais de um gol por jogo não existe.
    Amanhã vamos meter 3 a zero no Goias e vamos pra liderança.
    Os times adversários já estão muito preocupado com o tricolor, esse ano vamos ganhar titulos.
    #FechadocomDiniz
    #Dinizéfoda

  3. O Diniz e o Rai precisam dar atenção ao momento do Brenner.
    Da pra ver, até pela TV, por suas expressões faciais e decisões das jogadas, que o garoto está ansioso por falta de gols nas últimas partidas. Precisam deixar claro para ele que o importante é a equipe e os resultados. Que ele não deixou de saber fazer gols, apenas vive um momento em que a bola insiste em não entrar, mas que já já eles voltam a acontecer. Também chamar sua atenção para que jogador nenhum no mundo faz média de 1 ou mais gols por partida; que ele não pode ver tantos gols como obrigação e que a ausência deles por um período não significa responsabilidade individual. . .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.