Brenner se torna o terceiro maior artilheiro do futebol brasileiro no ano

A evolução de Brenner sob o comando de Fernando Diniz nos últimos meses é indiscutível. Os números confirmam. Profissional desde 2017, o atacante do São Paulo havia balançado as redes apenas cinco vezes – contando a sua passagem pelo Fluminense – até a paralisação do futebol, em março, em razão da pandemia de Covid-19. Da volta, em julho, até agora, foram 19 bolas na rede em somente 29 partidas.

Os dois últimos tentos do jovem foram anotados nesta quarta-feira, no Morumbi, na goleada tricolor por 4 a 0 sobre o Botafogo. Brenner agora já soma 20 gols em 33 jogos em 2020, o que faz do garoto o vice-artilheiro da elite do futebol brasileiro na temporada, ficando atrás apenas de Thiago Galhardo, do Internacional, e de Diego Souza, do Grêmio, que deixou sua marca no empate em 1 a 1 com o Santos, pela Libertadores.
Entre os jogadores da Série A que aparecem no top 10, o camisa 30 do Morumbi é o segundo com menos tempo em campo: 2105. Ou seja, Brenner vem tendo média de um gol a cada 105 minutos no gramado. Pedro, do Flamengo, com 2052 – um gol a cada 102 -, é quem tem o melhor aproveitamento.

ARTILHEIROS DO FUTEBOL BRASILEIRO EM 2020
– Apenas jogadores da Série A | Somente jogos-oficiais

1º – Thiago Galhardo – Internacional – 21 gols em 46 jogos
Diego Souza – Grêmio – 18 gols em 39 jogos
3º – Brenner – São Paulo – 20 gols em 33 jogos
Marinho – Santos – 20 gols em 32 jogos
Germán Cano – Vasco – 20 gols em 36 jogos
Pedro – Flamengo – 20 gols em 39 jogos
Nenê – Fluminense – 20 gols em 40 jogos
8º – Gabigol – Flamengo – 18 gols em 29 jogos
Vinícius – Ceará – 18 gols em 46 jogos
10º – Bruno Henrique – 17 gols em 39 jogos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.