Sai Cuca, entra Diniz. E o São Paulo se apequena cada vez mais.

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, quando se pensa que tudo está tão ruim que não tem como piorar, é aí que se vê que, em se tratando de São Paulo, isso é um grande equívoco. A saída de Cuca, provocada por ele mesmo, só serviu para dar um alívio na diretoria, que não aceitava os resultados – como de resto nós todos, torcedores, também não aceitávamos – e não tinha coragem demiti-lo.

E que não me venham com essa balela de que ele pediu demissão no vestiário após o jogo e foi demovido da ideia pela diretoria. Cuca foi muito claro em sua última coletiva, justificando sua decisão: “eu não estava contente com os resultados, a diretoria não estava contente. Se estivesse, teria tentado impedir minha saída”.

Em outras palavras: Cuca fez o que se chama de “deixar a diretoria à vontade” para decidir o que fosse melhor para o clube. Mas esperava, no fundo, ter o respaldo de Raí, Leco & Cia. Ltda.para prosseguir o trabalho. Quebrou a cara. Não teve apoio algum.

Aí Raí anuncia, na coletiva de despedida, que Wagner Mancini seria o técnico interino para o jogo contra o Flamengo. Que sua permanência à frente da equipe não era definitiva, mas era o que tínhamos para o momento.

Quando é perto da meia-noite, o São Paulo anuncia Fernando Diniz. Aí sai uma estória, já contada por vários órgãos de imprensa, que a contratação de Diniz se deu por um conversa entre Daniel Alves, Pablo, Hernanes e Pato. Eles teriam pedido a Alexandre Pássaro para trazer o ex-Fluminense. E Diniz veio. Estariam os jogadores dominando o clube? Cadê a autoridade de Raí?

Vejo em Fernando Diniz um potencial sem limites, com ideias modernas, de um futebol bonito, muito vistoso, sem chutões, com passes, tabelas, envolvimento do adversário, gols bonitos, classe que não vemos no futebol de hoje. Realmente, é um ponto fora da curva. Mas para a Europa, não para o Brasil. Aqui ele deixou o Athlético-PR, o mesmo que foi campeão da Copa do Brasil, na zona de rebaixamento do Brasileiro; foi para o Fluminense, e também deixou o time das Laranjeiras no Z-4.

O que ele fará com o São Paulo? Vai nos tirar do G-6, onde brigamos pelo G-4, para nos colocar brigando pelo G-12? Sim, porque me parece quase impossível sermos jogado no fosso da luta para não entrar no Z-4. Já temos 35 pontos, enquanto o Cruzeiro, primeiro do rebaixamento, tem 19. Além dos 16 pontos de diferença, há 11 times entre nós, o que, em combinação de resultados, torna quase impossível essa hipótese. Mas, pela explicação que dei agora, pensam que já não fui olhar, analisar e fazer contas?

Indubitavelmente, estamos nos tornando uma nova Portuguesa, com todo respeito que a Lusa me mereça. Somos aquele time que ganha quando todos pensavam que iria perder e perde quando todos tinha certeza da vitória. Trocamos de técnico como trocamos de roupa. Este ano já tivemos André Jardine, Wagner Mancini, Cuca, Wagner Mancini (por oito horas) e Fernando Diniz. E ninguém, em sã consciência, pode garantir que ele ficará até o final do Brasileiro.

Sou otimista, sou torcedor do Clube da Fé, nunca vou desdenhar de ninguém que vista nosso Manto Sagrado, antes que ele faça jus a isso. Torcerei desesperadamente que o estilo de futebol vistoso de Fernando Diniz se encaixe no São Paulo, e que nós consigamos ter um final de ano menos traumático.

25 comentários em “Sai Cuca, entra Diniz. E o São Paulo se apequena cada vez mais.

  1. Meio que atrasado no assunto, vou dar meu pitaco.
    O Cuca me decepcionou desde sua contratação ( aquela coisa de ficar esperando pelo cara etc etc; depois, espera pela parada da copa América para embalar, etc.etc. … e nada.
    Quanto ao Diniz:
    confesso que sempre esperei que um dia ele assumiria o meu S.Paulo. Se vai dar certo ou não só esperando pra ver.
    Agora algumas considerações a favor dele:
    – gosto de como ele pensa o futebol;
    – já a algum tempo ele vem fazendo seus times jogar no tik taka, à la Guardiola, e teve, sim, alguns bons trabalhos, quando encontrou ambiente e jogadores razoáveis que compraram suas idéias.
    – agora, no S.Paulo, ele tem em suas mãos o melhor elenco de toda sua carreira;
    ele tem junto consigo o Dani Alves que viveu os melhores momento do treinador espanhol e pode muito bem ajudar o Diniz a fazer o time jogar no jeito catalão. Principalmente se for verdade essa estória de que os jogadores pediram por ele; isto vai fortalecê-lo e poderá ajudar na comunicação no campo e vestiário.
    Então, continuo com esperança de ver meu time jogando bem (mesmo que não ganhe todas e, no caminho, sofra algumas goleadas) nas mãos do Fernando Diniz. Espero que, além de fazer o time jogar bonito, também consiga fazer os pontos necessários para permanecermos no G4.

  2. Sao paulo x flamengo, sem leitura do que visualizamos taticamente, empregado pelo time do rio. Resultado 10 para os kariokas, 0 zero para nosso time, que apesar de tudo foi mellhor, muito melhor que o que vinha apresentando pelo amigo do confie em mim & le KU $ cia.

  3. A saída do Cuca era necessária, não conseguiu um padrão de jogo até agora, foi vítima também desse INCOMPETENTE Departamento Médico, mas o time em campo não tinha nada a oferecer taticamente, ai fica difícil.
    Quanto ao Diniz, temo que será a próxima vítima, o SPFC virou um destruidor de carreiras, já trocou tudo, menos essa porcaria da corja do Juvenal!!!

  4. Obviamente não há garantia nenhuma de que o Diniz vai dar certo, mas me parece muito claro que a saída do Cuca era necessária, afinal, ele já não tinha mais desculpas para dar. Ou deveríamos aceitar como coisa normal empatar com o CSA, perder para time de reservas, perder do Goiás em casa?

    Dar mais tempo? Volto a desafiar alguém a ver o jogo de eliminação do SPFC contra o Once Caldas e apontar qualquer diferença tática em relação ao que aconteceu contra o Bahia ou CSA. Se em 15 anos o cara não melhorou, não seria nos próximos meses que isso aconteceria.

    Já o Mancini se contradiz. Primeiro fala que não assumiria o cargo de técnico, que seria só dirigente, depois vem e fala que foi traído pela diretoria, que tinha promessa de cargo de técnico? Aí fica feio… Se ele tinha interesse no cargo, não deveria estar como dirigente. Não pega bem um dirigente que cobiça o cargo de um subordinado.

  5. PP, veja como nossa situação é no mínimo estranha, pra não falar vergonhosa, em poucos meses perdemos 3 profissionais qualificados e renomados, que pediram pra sair do clube, é importante ressaltar esse fato, por acharem que não conseguiam implantar seu trabalho de forma como queriam.

    Calinhos Neves pediu demissão…
    Cuca pediu demissão…
    Mancini pediu demissão….

    Ninguém acredita no trabalho e na filosofia dos atuais dirigentes do SP.

  6. Não da pra discordar da bagunça que é o SPFC de Leco e companhia e claro que o ano já era, mas da pra discordar do “definitismo” do post. Vamos cair, vai acabar, vai virar Portuguesa etc. Todos sabemos que não vai, por mais que tentam e talvez até queiram e nada tem haver com gigantismo e falácias das glórias do passado.

    O fato é, chegou o Diniz a única coisa definitiva até sua queda que nesse SPFC pode ser domingo se for goleado pelo Fla (o que é bem provável) ou no final do ano por não conseguir o G4.

    A grita contra o treinador deixando de lado a bagunça do clube é porque Diniz não é garantia de que o G4 seja possível, mas pergunto, qual a garantia que o deprimido Cuca daria pra conseguir o G4? O tempo pra trabalhar que teve e não conseguiu? E se fosse o rapaz do Athético? Qual a garantia se chegaria somente em 2020? Felipão o mesmo que fez do Palmeiras um SPFC? Abel? Ah, mas tinha o Mancini que no Paulista fez… Sério? No Paulista em um mata-mata de empate? Realmente Diniz não é garantia, mas está motivado, não quer compor com atleta nenhum, quer fazer seu jogo pois sabe que só vai ficar por um milagre da garantia que nenhum dos disponíveis e badalados também não darão.

    Outro fator que não consigo entender. Que doença é essa que nos faz assistir um time com os 11 socado na retranca rebatendo bola com chutão pro alto que dá a garantia que não vai cair, vai conquistar vaga ou vai ter título? Tentar atacar é garantia de que vai perder e/ou tomar goleada? Não acho que tudo precisa ser plástico e belo que isso seja garantia de vencer, consigo me emocionar vendo o time do Renato Gaúcho e do Jorge Jesus pra ficar aqui no Brasil de dois opostos em estilo, mas que ambos pensam num equilíbrio em campo pra fazer um bom jogo, vejam o Inter que armou retranca fora de casa e apanhou do mesmo jeito dentro de casa não sabendo jogar pra cima. O fato é, a era do ônibus na frente do gol do Mourinho já passou, como está estranho o futebol do Guardiola mesmo sendo ainda o melhor, estamos na era do Klopp, um equilíbrio, pra mim o estilo que mais se encaixa hoje no SPFC e hoje consigo ver isso mais num Diniz construindo algo semelhante do que no Cuca ou no caso Mancini.

    Vamos com calma, acho que o PP está cansado como todo são-paulino está e que o desespero de ver o clube sendo destruído pela politicagem está nos desanimando de ver qualquer escolha que façam. Se vamos se irritar, ficamos pela falta de critério nas escolhas e as esculhambações mas não na ideia que tiveram de momento, não é justo com o Diniz ou com qualquer que seja.

  7. Anta, uma aberracao de trenero, com a assinatura de gente tipo confie em mim.
    Diniz, ou Mancini, no momento deveria ser cravado Mancini, pelo que mostrou e conhece desses jogadores disponiveis, medios, nada acima do normal de hoje.
    Agora nosso SPFC, ja era, melhor fazer como o Juventus, so gerir o social.
    le KU $ cia + confie em mim, uma combinacao perfeita para acabar e arrasar com um time outrora de ponta e referencia em tudo. Nosso time, ja era, esquecam com esses abutres, que dele se apoderaram; lacrem o caixao, bem lacrado.

  8. o que acontece com o são paulo ate o fim do ano e de responsabilidade do RAÍ e dos jogadores preguiçosos que não ficam depois do treino para melhorar aquilo que estar errado ,ex finalização ,cobrança de falta etc ,ou seja terminam o treino e vao embora e no jogo não consegue acertar uma bola no gol.

    vou cobrar G3 para o são paulo não aceito outra coisa .

  9. Pontes,
    nós , sãopaulinos,
    temos de acompanhar as suas palavras do último parágrafo do seu texto acima.
    Com isso em mente,
    torcer e torcer sempre pelo nosso eterno e querido SPFC !

  10. Eu teria ido com o Osorio ou algum outro técnico estrangeiro.
    Foi o Fernando Diniz.
    Bem……….melhor ele do que os arcáicos e dinossáuricos Abelão, Felipão, Leão ( kkkkkk ), Luxa ( piada ), Dunga ( uuaaghh ) !!

  11. Merda, merda total !
    Nos apequenamos
    Ridículo e motivo de piadas
    Raí é um estagiário
    Time que jogador manda está fadado ao precipício, eles não correm ou só correm quando querem
    Quero que o tricolor vá pra PQP
    Tenho um final de semana maravilhoso pela frente, vou jogar um futebolzinho, sair com a família, curtir meus filhos, tomar um vinho à noite e eu não vou mais perder tempo com o tricolor.
    Somente acompanho quando o meu tricolor voltar. Esse pode ficar para o Leco e para o merda do Raí.
    Ridículo
    Pra mim a torcida devia por terror e não gastar mais um tostão com esse bando de vagabundo.
    Estádio vazio, lojas vazias, seria uma vergonha.
    E devia avisar que só voltaremos a entrar no estádio, comprar produtos do São Paulo, pagar sócio torcedor, quando essas duas porcarias sumirem do Morumbi.
    Desculpe a palavra mas eu cansei, com esses dois eu quero mais é que o São Paulo se foda !
    Eles querem pra eles ? Podem ficar com o clube pra eles, mas eu não vou ajudar a sustentar isso
    Time de bosta

  12. Bom, Tele chegou ao SP como o maior pé frio, técnico teimoso e com ideais de jogo ofensivas demais, muitas vezes ingênuas por atacar mesmo quando estava ganhando.

    Óbviamente que existe uma diferença grande de experiência acumulada antes de chegar ao clube, mas são novos tempos.

    Desejo sorte ao Diniz, e que ele aproveite esse elenco altamente técnico que tem em mãos e faça ele jogar ofensivamente.

    • É sério isso ? Vc comparou o Tele com o Diniz ?
      Vc não é obrigado a saber mas tem obrigação de pesquisar como o Tele chegou aqui.
      Super experiente, já havia treinado muitos times gigantes, 2 copas do mundo, foi jogador de alto nível.
      Mas tá certo, o Diniz ganhou a copa paulista e a série A3.

      • Detalhe, sr. Marcelo M, esse DT pe frio, teimoso e que jogava ofensivamente, nunca se pode comparar, nao com o Diniz, mas com os melhores do mundo atual,
        Tele era o Mestre, nunca um diniz, ou a anta. Em tempo, nenhum desses seus jogadores altamente tecnicos, seriam reservas do time do Tele, muito menos titulares, nao serviriam principalmente porque nao teriam cerebro para assimilar o que taticamente Tele queria deles. Nao fale, por falar, principalmente nao fale mierdas.

        • Telê só virou mestre depois de treinar o São Paulo.
          Antes ele tinha fama de pé frio, sim.
          Como o Marcelo destacou “existe uma diferença grande de experiência acumulada antes de chegar ao clube, mas são novos tempos”.
          Há pouco conversava com um amigo: o Cuca acertou a defesa; o meio e o ataque não funcionava. Quem sabe Diniz continue com a defesa forte como está e arrume o meio e o ataque? Estou torcendo por isso.

          • O anta veio pra completar a cagada de 2004, infeliz, nunca deveria ter voltado, grande facanha ter acertado a defesa, um tecnico, na acepcao da palavra acerta o time todo, e nao partes. Agora sonhar com trenero tipo esses de hoje, e tipico de gente le KU $ cia + confie em mim, gente que odeia o SPFC, so estao ali pra levar vantagem. Nos torcemos, apenas, para um time falido e roubado por essa gente nociva.

            • Alias, em tempo, se jogava em funcao da defesa, atacantes pontas, vindo dar cobertura aos laterais, e meias e 9 tambem defendendo, que merda essaanta tornou esse timeko. Pra quem gosta de time de terceira esse era um deles, como a anta que o dirigiu.

                • Diferencas de paixao, ou de encarar a realidade, nao faz ninguem com jugamento de ter o poder de avaliar, quando um e ou nao e mais apaixonado por uma situacao. Nao sou tao sampaulino, como fui, nos tempos de gente de carater, e jogaddores de qualidade, apenas tenho a sabedoria de saber qualificar o que me serve e o que nao me serve. Esse sao paulo de hj pode ficar para voce, que gostam de comida sem tempero. Sei ate onde a minha comida e bem temperada ou mesmo cozida. Detalhe, importante, entramos numa postagem do Marcelo M. fim.

                  • Finalizando, esssse sp que temos hj, e a kara du |le KU $ cia + confie em mim, e mais um grupelho que nao sabem da potencia que podemos ser. Mas, e assim mesmo, tem de tudo, por ai, temos que conviver para continuar vivendo, em paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.