O time atingiu seu ápice em 2016: fugir do Z4

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb o São Paulo mostrou nesta quinta-feira, no empate com o Grêmio, o quanto é um time limitado e inconfiável. Bastou a goleada sobre o Corinthians para alguns voltarem a sonhar com a Libertadores. Até o presidente Leco disse em alto e bom som que Ricardo Gomes será o técnico em 2017, pois o time evoluiu muito e o futebol está sendo bem jogado. Balela!

Nesta quinta-feira voltamos a ver os mesmos problemas de ontem. O time fez um bom primeiro tempo, marcou um golaço ainda no começo do jogo, teve mais três ou quatro oportunidades desperdiçadas, e saiu para o intervalo com 1 a 0. Esse foi o retrato de algumas partidas, pois o time cria chances e não marca os gols que dariam tranquilidade.

Aí volta para o segundo tempo e morre. Fica dançando ao ritmo do adversário, até que toma o gol de empate. Menos mal que ficou por aí, porque outrora o Grêmio teria virado o marcador.

Ricardo Gomes no banco sem saber o que fazer. É bem verdade que ele não tem muito o que fazer com esse elenco, mas não dá para tirar Luis Araujo, que nem vinha jogando tão bem, para colocar Carlinhos, que todos conhecem e sabem que não vai dar em nada.

E o nosso goleiro? Aquele que faz alguns milagres, mas toma gols absolutamente defensáveis. Nesta noite errou num dos fundamentos de sua posição:  a reposição da bola nas cobranças de tiro de meta. Ele não aprendeu com seu guru, Rogério Ceni, que tiro de meta se bate com direção à lateral do campo, nunca para o meio. A  não ser que a jogada seja muito ensaiada, o goleiro, tipo Rogerio Ceni, com alta intensidade de acertos, com um exímio cabeceador que ganhe a maioria das disputas pelo alto.

Definitivamente não é o nosso caso. Mas Denis insistiu em bater todos os tiros de meta para o meio do campo. O Grêmio ganhou literalmente todas as bolas. Numa delas, defesa, obviamente, saindo, contra-ataque e o gol de empate. E o São P aulo, que já estava mortinho em campo, passo a ficar um morto desesperado.

Então surge uma grande oportunidade, com Chavez pela esquerda, defesa do goleiro, rebote dividido entre David Neres e o zagueiro gremista, bola dentro da área limpinha para Hudson que vinha em grande velocidade. Era chutar para o gol e comemorar a vitória. Ele chutou quase fora do estádio. Isso é o que temos.

O ano de 2016 precisa terminar com extrema urgência. Nosso papel, ridículo, diga-se de passagem, já foi feito no Brasileiro. Estamos fora de qualquer risco de rebaixamento. Mas este é o nosso máximo com o elenco e o técnico que temos. Nada mais do que isso pode ser almejado ou esperado.

12 comentários em “O time atingiu seu ápice em 2016: fugir do Z4

  1. a carta planejamento 2017 do beto esta pronta, logo coloco aqui para ser levada para diretoria .

    a hora de protesta e cobrar um time melhor para 2017 e agora , porque quando começa o campeonato não adianta mais

    pra sempre soberano

  2. FAlo dessa aberracao de goleiro
    desde q o vi jogar em La Paz
    so apenas torcedor mas ai vim, sim,
    todo seu despreparo como bom goleiro
    para um time do nipe do SAMPAULOFC
    nao sabe repor, nao sabe se colocar em baixo,
    e muito menos sair dos tres paus,
    e´imaturo e falador,
    enfim um frako, inseguro, e ddono da posicao,
    ?¿?¿ por q sera¨?¿?¿
    nos vemos e os q precisam ver ,
    sao cegos por conivencias
    volta pra makaka o qto antes
    sua anta.

  3. Só discordo do artigo quanto à capacidade do elenco. Um elenco que tem na lateral direita um jogador convocado para uma das melhores seleções do mundo; um zagueiro que custou 26 milhões de reais e que tem um ótimo nível e regularidade em todos os jogos; um outro zagueiro campeão olímpico e convocado assiduamente para a seleção brasileira; um lateral esquerdo da seleção chilena; um meia que é líder da seleção peruana; um volante, Tiago, escolhido como um dos mais promissores do mundo por especialistas europeus; um jovem como o David Neres, muito acima da média da sua categoria e muitos outros já em condições para fazer bonito com a camisa titular do time; enfim, com tudo isso que expus, não dá para falar em falta de elenco! Dá pra falar em falta de um treinador que seja capaz de fazer com que todos eles joguem tudo que são capazes. Começamos o ano com um Patão, no verdadeiro sentido da palavra, quanto à sua capacidade como treinador, e estamos acabando o ano com o Ruincardo, que parece ser a bola da vez para 2017, segundo o presidente. É muito duro mas está fazendo algum bem – pelo menos pra mim: já não estou tão ligado ao time ao ponto de me envergonhar com tanta mediocridade em três cores!!!!

  4. Paulo, como você é um cara bem informado, e vive no Clube . Não há nenhuma especulação sobre a contratação de um goleiro, ou estão realmente confiando no Denis?

  5. O time jogou muito bem o 1º tempo. Era para ter sido mais. A bola não entrou mais vezes. Acontece.
    O que se tem que falar: o time do sul é violento, vai em todas para pegar, para machucar. para isso conta com a conivência do árbitro que deveria ter amarelado metade daqueles brucutus maus caráteres.
    Para o ano que vem: arrumar um goleiro decente. Ainda não entendi o que esse frangueiro faz no dia a dia que ninguém dar mandar embora. Goleiro ruim demais. Preparação física.

    Torcida do São Paulo é bipolar.

  6. Poxa… é muito oba-oba e depressão ao mesmo tempo.
    Fico admirado como todos julgam só pelo último jogo.

    Basta uma vitória boa, pra alguns falarem em libertadores.
    Basta uma derrota pra falar em rebaixamento.

    A vitória sobre os gambás foi legal e importante, mas não representa em nada o que foi o time durante o ano.

    E estamos na posição certa na tabela…. infelizmente

  7. Rapaz o pessoal já estão criticando os meninos da base! Estão de brincadeira mesmo, temos que criticar esses vermes que estão acabando com o SPFC aos poucos “Carlinhos-Michel-Weslei” esses cara tem que deixar o SPFC logo mesmo se jogar consegue tumultuar o ambiente. Outra Ricardo Gomes não da gente, já fez a parte dele que era tirar o SPFC da segunda, pronto acabou não dar para começar um planejamento com um cara desse, ele andou acertando o time não por competência dele mas porque Hudson-Carlinhos-Weslei machucaram, se não fosse isso eles estariam jogando. Agora esse filho da “PPPP” do Leco vem e banca o Ricardo para o ano de 2017, é foda viu! Mais um ano de sofrimento!

  8. agora é a hora de cobrar um time para 2017

    agora é a hora de estadio zero sem ninguém

    agora é a hora de criticas

    a carta do beto para 2017 vem ai aguardem

    pra sempre soberano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.