Muricy sai para cuidar da saúde e o São Paulo que trate de cuidar da sua.

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, como já era de se esperar terminou o ciclo de Muricy Ramalho no São Paulo. Não influenciei – e quem seria eu para isso – o presidente Carlos Miguel Aidar, mas tomada a decisão, encaminhei-lhe um e-mail afirmando que devemos fazer um busco em homenagem e agradecimento a Muricy Ramalho, mas que seu tempo havia vencido. E pedi encarecidamente para que nunca deixe entrar em seu pensamento, mesmo que por um escorregão, o nome Mano Menezes. O presidente prontamente me respondeu agradecendo as sugestões.

O que falar de Muicy Ramalho? Técnico que montou o Expressinho e com ele foi campeão da Conmebol; que trouxe o estilo Telê Santana e em sua volta ao São Paulo foi tricampeão brasileiro; que em sue terceira passagem pelo clube tirou o Tricolor do rebaixamento, talvez no mome mais difícil que vivemos.

Mas agora Muricy estava sem o comando do grupo. Não por falta de competência, mas por visível problema de saúde, que se agravou a cada dia, principalmente com o sistema nervoso abalado pelos maus resultados do time e pela fritura clara por parte da diretoria.

É antagônico, mas fico muito triste com sua saída, apesar de achá-la extremamente necessária. Se continuasse a frente do time para cumprir seu contrato até o final do ano poderia manchar sua carreira no São Paulo, e ele não merecia isso. Sai e vai cuidar da saúde, ficar com a família e, quem sabe, num futuro próximo, já totalmente recuperado e reciclado, volta ao São Paulo com nova filosofia, ainda que não para ser técnico, mas o gerente de futebol. Garanto que ele iria mandar muito bem.

Não sei quem vem aí. Manifestei, por e-mail minhas preferências ao presidente: Cuca e Wanderley Luxemburgo. Sim, o “profexor”. Acho que acabou aquela repulsa da torcida ao seu trabalho e seria o cara talhado e perfeito para lidar com essas cobras que existem no elenco. Mas sei que ambos não deverão vir, por questões contratuais.

Sobram alguns nomes no mercado. Me sopraram – e escrevi no Alguém me disse – os nomes de Leonardo e Falcão. Não gostaria de nenhum dos dois. Não mostraram nada até agora. Também não vejo nada em Dorival Junior e muito menos Wagner Mancini. Talvez Abel Braga. Para um trabalho quase que imediato, de choque e “porrada”, seria o que mais se assemelha a Muricy e poderia levar o barco até o final do ano. Aí, então, tentaríamos Cuca ou Luxemburgo.

Talvez essa seja o caminho. Mas tem que ser rápido, muito rápido, pois ficar com Milton Cruz por quatro jogos significam as eliminações do Campeonato Paulista e da Libertadores. E o semestre estará definitivamente perdido.

17 comentários em “Muricy sai para cuidar da saúde e o São Paulo que trate de cuidar da sua.

  1. Gente, o profexor Luxa está doidinho para vir para o SPFC. Esse é top e mete o pau na cabeça das cobras do time, derruba toda a folgada comissão técnica atual e vai puxar todo mundo para trabalhar. Ele está louco para dirigir o time nas libertadores e chegar até o mundial. Venha Luxa…. quanto ao presidente Aidar, é um homem bem preparado e competente….a torcida está desdenhando sua capacidade… É certo que ele fala demais, mas parece que começou a esconder a língua…

  2. Há uma conversa forte que o grupo do são paulo está mais que rachado e que existem grupos de jogadores que nao se dão uns com os outros. Se isso for verdade precisaremos mais do que nunca de um técnico que tenha experiência e que seja macaco velho, senão o caldo vai entornar de vez, nomes como Abel e Luxa tem que ganhar força, um treinador sem experiência vai nos levar a segunda divisão.

  3. Na’o e’mesmo problema de saude do murici o que aconteceu ultimamente com nosso timeko, o problema sa’o diversos, o principal, essa kambada de auxiliares,
    tipo m+ e outros que na’o acrescentavam nada, ai’ na’o sei se e’ por falta de competencia, comodismo ou puxa saquismo mesmo, alem da falta de treinamentos adequados. Enquanto os goleiros sa’o exigidos a exausta’o
    o mesmo na’o acontece com nossa bolerada indolente, erros e erros, jogo apos
    jogos e tudo continuava o mesmo, ter auxiliares e’ pra isso, issso delegar poderes
    faz parte, afinal isso na’o e’ uma corte so’ para divertir. Se os goleiros sa’o exigidos em treinos
    intensos, porque na’o os zagueiros, alas, volantes e atacantes, isso seria viavel
    e pouparia muitos treinamentos de futvolei, biribol e campinhos reduzidos, acho ate’ que faltaria tempo pra tudo, alem de videos corretivos
    como doria denunciou de um outro argentino, Bielsa.
    Para isso ha que “tener ganas” porque ate’ criancas se enchem so’ de jogar
    amarelinha ou queimada, tem que variar, inovar e iludir pra ganhar terreno e confianca. Temos que eliminar os defeitos para se obter sucesso e tambem a melhor estrategia e’ inutil se na’o executa-la taticamente, apos seguidos treinamentos cansativos e na’o apenas divertidos.
    Que venha Alejandro Sabella ou Tite, ou Luxa ou Abela’o ou outro do segundo escala’o mas que venha para trabalhar, na’o dar descanso para essa
    vagabundaiada mau acostumada, cheia de desculpinha que na’o tem fim.

  4. Para técnico temporário que, se devidamente respaldado pela diretoria, poderia fazer o time voltar a jogar e talvez virasse definitivo: Silas.
    Não lhe falta identificação com o clube; tem idéias novas sobre esquemas táticos; fez um bom trabalho no sul; merece uma boa oportunidade para mostrar serviço. Seria um Murici (inclusive jogaram na mesma posição e com a mesma camisa) mais novo, conhecedor do meio “bolero”; me parece um profissional exemplar, bom caráter e muito educado. Só não sei se “peitaria” tirar alguns “medalhões” do time, por isso teria que contar com total apoio da diretoria, mas, mesmo com os medalhões, acho que conseguiria dar um padrão de jogo ao time.

  5. Desde os anos 90 o Luxemburgo quer dirigir o São Paulo, a hora e agora, ontem ele praticamente se ofereceu, e deu uma aulabde como montar o time….se com o time ridículo do flamengo ele faz um bom trabalho imagina aqui, não se esqueça que ele foi um dos primeiros técnicos a convocar o Rogério para a seleção e tenho certeza que fara um grande trabalho…agora….Abel Braga não!!!!!!!! Os times dele também não tem nenhum padrão tático

  6. Ficou claro em seu comentário que a situação do São Paulo é muito complicada, não creio que Abel Braga venha como tampão.
    Desta forma estamos em um mato sem cachorro, perdidos, por total falta de planejamento, ou melhor, o cachorro interino é totalmente sem faro e dirigirá jogos importantes.

  7. O abel é o cara para o momento, tem pulso e autoridade para segurar o tranco.
    Paulo, o profexor? Caramba, nessa voce me surpreendeu viu, ate o cuca tudo bem, mas o profexor?? Bom, voce tem muito mais conhecimento que eu e torço para que venha alguem que nos coloque novamente no rumo das vitorias independente de quem seja.

    • Também já fui radicalmente contra o “profexor”, mas acho que o momento é outro e um elenco como o nosso precisa alguém de pulso firme para fazer render. E, temos que reconhecer, tecnicamente ele é muito bom. Se esquecer os adjacentes e se concentrar no futebol, tem muito para nos ajudar.

      • Tem que ser o Luxa, ontem ele já deu a deixa de como vai posicionar o Ganso, é nossa ultima esperança de fazer o Ganso render e vendê-lo para Europa.
        Se esta diretoria fosse esperta, pagaria essa multa e daria total proteção pro Luxa remontar o time e quem quiser permanecer que se adeque, mais precisa mandar embora tido o departamento do futebol, fazer a limpa, principalmente na preparação física.

  8. Tenho certeza que Muricy vai cuidar muito bem de sua saúde, mas quanto ao SPFC tenho sérias dúvidas, principalmente com esse arremedo de presidente que temos. Infelizmente acho que vamos voltar a ciranda de técnicos, espero estar enganado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.